Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

AS ÚLTIMAS MEDIDAS CONTRA A COVID-19

França

 

Após um crescimento de novos casos de coronavírus nas últimas duas semanas, ontem o Presidente da República, Emmanuel Macron, anunciou uma das medidas mais polémicas para os franceses:  a vacinação contra a covid-19 vai passar a ser obrigatória para todos os profissionais que trabalham em hospitais e lares a partir de 15 de Setembro. Para além destes profissionais, também as pessoas que prestam assistência a idosos ao domicílio estão abrangidas por esta medida. Caso não queiram ser vacinadas haverá sanções, prevê-se que as pessoas não possam trabalhar e ficar mesmo sem salário. A medida é aplicada pois estima-se que apenas 40% dos profissionais de saúde estejam vacinados. 

IMG_1935.JPG

Além disso, a partir do mês de Agosto, o acesso a restaurantes, cafés, centros comerciais e outros estabelecimentos vai passar a estar condicionado ao certificado de vacinação contra Covid-19. A medida também vai ser aplicada para viagens de avião, comboio e autocarro, em trajetos de longa distância. 

 

Os não-vacinados terão a oportunidade de apresentar um teste negativo de menos de 48 horas ou um comprovativo de infecção pelo coronavírus de menos de seis meses. Entretanto, os testes PCR, atualmente gratuitos para todas as pessoas, passarão a ser pagos já em Outubro, como forma de incentivar a vacinação.

 

Um possível reforço da vacina, em Setembro, para as pessoas mais frágeis ou para aquelas que foram vacinados no início do ano está também a ser estudada.

 

O Presidente admitiu que se as pessoas continuarem a não aderir poderá ser alargada a obrigatoriedade para toda a população.

 

Logo depois deste anúncio, e ainda ontem, os sites onde podemos fazer as marcações para a vacinação foram bombardeados de tal forma que alguns ficaram completamente bloqueados! Ontem, por exemplo, no site Doctolib foi batido o record absoluto de marcações para uma primeira vacina: 926.000 pessoas! 

 

Quem me segue sabe o quanto eu defendo a importância da vacinação e confesso que não consigo perceber as pessoas que continuam a não querer fazê-lo... Sei que muitos são contra, mas eu continuo a achar que a vacina seria obrigatória a nível Mundial!

IMG_1821.JPG

VACINAÇÃO EM FRANÇA

Covid-19

Quando a França começou a campanha de vacinação, em Dezembro de 2020, choveram críticas na forma como a campanha estava a ser realizada... Eu fui umas dessas pessoas a criticar...  A quantidade de pessoas vacinadas por dia era completamente ridícula e dava a ideia que haviam muitas dúvidas quanto à segurança das mesmas...

 

Felizmente, a estratégia foi mudada rapidamente, de tal forma, que hoje, passados cerca de seis meses, a França encontra-se numa fase que podemos considerar excelente porque só não é vacinado quem não quer! Além da vacinação poder ser feita no médico de família ou numa farmácia, existe um número considerável de centros de vacinação, muitos deles instalados nos centros comerciais, com ou sem marcação, e muitos funcionam mesmo durante os fins-de-semana. 

 

A vacinação está disponível, desde o dia 15 de Junho, para todas as pessoas a partir dos 12 anos. Além disso, desde o dia 3 de Abril, as grávidas podem ser vacinadas a partir do terceiro trimestre de gravidez (com as vacinas ARNm: Comirnaty [Pfizer/BioNtech] et Moderna).

IMG_1929.JPG

Tudo depende de cada um de nós para chegarmos à tão aguardada imunidade de grupo, para isso os especialistas estimam que com a aparição das novas variantes da Covid-19 é necessário vacinar cerca de 80% da população. Só assim é que poderemos parar a propagação desta doença tão contagiosa e mortal, e proteger os mais frágeis que não podem ser vacinados contra esta doença!