Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

A PLANTA DA FELICIDADE

Ofercer um Muguet, no dia 1 de Maio, significa que desejamos felicidade e sorte à pessoa, durante todo o ano. 

 

Hoje é dia disso mesmo, é dia de oferecer aos amigos e familiares um Ramo de Muguet! 

 

Eu recebi este hoje, no meu local de trabalho, e estou aqui para partilhar com vocês! 💙

IMG_8552.JPG

C'EST LA CHANDELEUR!

IMG_8107.JPG

E cá estamos mais um ano a celebrar esta doce tradição francesa, o famoso dia dos crepes! Espero que este ano não me esqueça de guardar o primeiro crepe porque o ano passado o entusiasmo foi tanto que não sobrou nem um para amostra... Só nos lembramos que não tínhamos guardado o primeiro crepe quando estávamos a arrumar a mesa! Isto é o que dá ser muito guloso... Eh... Eh... Eh...

 

Só ainda estou na dúvida qual das receitas faço hoje (receita portuguesa ou francesa)... 

 

E por aí, também vão comer crepes hoje?

 

Qual a receita que costumam utilizar?

COINCIDÊNCIAS

IMG_8040.JPG

Não sei se alguma vez repararam nos calendários franceses, mas estes têm por norma em cada dia do ano um ou vários nomes próprios, cada um desses nomes corresponde ao nome de um Santo da Igreja Católica. Tal é a importância, que existem pessoas que escolhem o nome dos filhos de acordo com o dia em que a criança nasceu, ou seja, se nasceu no dia 7 de Fevereiro, e no caso de ser menina, terá o nome de Eugénia. Existem outras que festejam antes o nome próprio, é ao que os franceses chamam aqui de "fête du prénom", ou seja, é o caso do dia de hoje, dia 10 de Janeiro, dia do Saint Guillaume (em português, "Santo Guilherme"), dia este que é dedicado a todas as pessoas que têm esse nome próprio, tal como o Gui!

 

O melhor desta história toda é que, tratando-se de uma tradição francesa, nunca fazemos atenção a esses pormenores... Por isso, nem imaginava que hoje era o dia do Santo Guilherme, não fosse a Ama do Gui ter-nos lembrado disso ao enviar uma belíssima mensagem a desejar-lhe um dia feliz! 

 

Comecei então a pensar e dei por mim a descobrir que faz exactamente amanhã dois anos que descobrimos que iríamos ter um Principezinho, por pouco que não era no dia do Santo Guilherme! 💙

DE JANEIRO A JANEIRO

Desculpem ter andado mais ausente mas desde que chegamos, das mini férias em Portugal, tenho andado com o tempo bastante ocupado... Escusado será dizer que foi difícil tornar a regressar... Não me canso de repetir, que cada nova "despedida" é sempre mais difícil que a anterior... Mas depois, cá chegamos, e acabamos por "aterrar de novo", entramos novamente na rotina e mentalizamo-nos que esta, ainda, é a nossa melhor opção...

 

Este ano foi bastante estranho passarmos a Passagem de Ano aqui, apenas os três... Ossos do ofício, tivemos que regressar no 31 porque trabalhei no primeiro dia do ano (aliás, foi a primeira vez que trabalhei no dia 1 de Janeiro, desde que trabalho tenho trabalhado sempre no Natal), mas não nos podemos lamentar muito pois temos noção que há quem esteja bem pior do que nós...

 

Esperamos que este ano tenhamos entrado com o pé direito, apenas pedimos muita saúde e muitos momentos de alegria, para nós e para todos vocês que estão aí desse lado... Quanto ao nosso maior desejo, para este ano, é a resolução final do nosso problema com o apartamento... 

 

Muitos vocês devem estar a pensar que talvez seja um pouco tarde para vir aqui desejar "Feliz Ano Novo", até porque hoje é "Dia de Reis" e não dia 1 de Janeiro, mas o que vocês talvez não sabem, é que aqui deseja-se "Feliz Ano Novo" até ao dia 31 de Janeiro! Pode parecer mentira, mas é mesmo verdade, os franceses sentem essa obrigação de desejar votos de um bom ano novo a todas as pessoas que conhecem, por isso, são capazes de telefonar a todas as pessoas que conhecem, durante o mês de Janeiro, para lhe desejarem estes votos... Por isso, se tiverem um familiar ou amigo que viva por aqui e vos telefone a meio de Janeiro para vos desejar um "bom ano", não estranhem! Quando chegamos aqui, támbem achava super esquisito quando alguém telefonava a meio do mês para desejar um Feliz Ano, hoje estou tão habituada que se vir alguém conhecido, a meio do mês de Janeiro que não tenha visto desde o ano passado, das primeiras coisas que digo é Feliz Ano Novo! Acho que os franceses, nesta mania, até acabam por ter razão... 

IMG_8023.JPG

É DIA DE CREPES!

E pelo quarto ano consecutivo vamos cumprir a tradição francesa de comer crepes, cá em casa... Não vá a sorte faltar depois!

 

Este ano vai ser um bocadinho diferente, vou fazer a receita que utilizava em Portugal  e que fazia muito sucesso. Para quem quiser, aqui deixo o segredo... Vale a pena experimentar!

 

CREPES 

250 gr de Farinha

4 Ovos inteiros

4 a 5 dl de Leite

Sal a gosto

Açúcar a gosto

2 colheres (de sopa) de Óleo

1 colher (de sopa) de conhaque

 

1. Comece por juntar a farinha e o leite. Envolva estes dois ingredientes muito bem.

2. A seguir bata bem os ovos e adicione-os ao preparado anterior. Mexa.

3. Por último, junte o sal, o açúcar, o óleo e o conhaque, e envolva tudo muito bem até obter uma massa com uma boa consistência.

4. Leve ao lume uma frigideira anti-aderente e pincele com um pouco de manteiga. 

5. Coloque uma concha de massa, não muito cheia, no centro da frigideira, e espalhe bem (a frigideira deve estar quente). 

6. Deixe cozer o crepe em lume médio durante alguns minutos, até a massa se descolar à volta. 

7. Vire o crepe e deixe cozer mais um pouco.

8. Retire e sirva acompanhado como mais gostar!

IMG_6763.JPG

E desse lado, costumam fazer crepes? Que ingredientes utilizam? Vá lá, partilhe aqui a vossa receita comigo! Gostava de inovar... 

JÁ CHEIRA A NATAL EM PARIS!

IMG_5755.JPG

E num "piscar de olhos" começou a cheirar a Natal... É incrível como um ano quase passou... Mas deixemo-nos agora de saudosismos, hoje vim partilhar com vocês uma das minhas épocas favoritas aqui em Paris: a época de Natal! 

 

Não sei como andam as coisas em Portugal, mas por aqui já cheira a Natal! O famoso "Marché de Noel" na avendia mais famosa de Paris, a Avenue des Champs-Élysées, já abriu oficialmente ao público, no passado dia 11 de Novembro. 

 

Tal como aconteceu o ano passado, as iluminações da rua são ecológicas, a novidade é a adesão dos artesãos e comerciantes, a este plano climático, que trocaram os sacos de plástico por alternativas ecológicas e substituíram as iluminação dos chalés por lâmpadas leds.

 

Ainda não demos um saltinho até lá mas estamos a fazer planos para isso!

 

Para quem vier até Paris, é impossível passar ao lado deste mega evento, por isso, a título de curiosidade, deixo aqui algumas informações que podem ser úteis:

 

  • Período: 11 de Novembro 2016 a 8 de Janeiro 2017
  • Horário:

       - de domingo a quinta, das 12h às 00h

       - sextas e sábados,  das 12h à 1h

  • Linhas do Metro: Concorde, Champs-Elysées Clémenceau et Franklin Roosevelt. 

 

Se vier até cá, depois deixe aqui a sua opinião!

CELEBRE A MÚSICA

image.jpeg

Hoje é o dia da Festa da Música aqui França (em francês, Fête de la Musique), também conhecido como o Dia Mundial da Música, o dia em que o mundo celebra a música. Uma ideia que surgiu aqui em França, em 1976, pelo músico norte-americano Joel Cohen, que sugeriu marcar o início do Verão tocando música a noite toda.

 

Em 1982, o Ministro da Cultura Francesa, Jack Lang, decidiu retomar a data e criou então a «Fête de la Musique», um fenómeno que aos poucos se foi tornando mundial. Daí para cá, no dia 21 de Junho, a França inteira dança ao ritmo da Festa da Música.

 

O primeiro dia do Verão é assim festejado nas ruas, nos jardins, nas praças, nos museus, nos castelos, nos bares e nas salas de espetáculo por toda a França. Encontrará todos os estilos de música através de concertos organizados ou não, a maior parte deles gratuitos.

 

Mais um dia do ano onde as pessoas não ficam em casa, por isso se estiver por estes lados, e se gostar de música, aproveite este dia de festa!

 

Nós cá, com o Gui "acabado de nascer" resta-nos ouvir música em casa... 

O CREPE QUE DÁ SORTE!

chandeleur.jpg

Hum... Hoje o dia promete ser bem docinho, é o famoso dia "de la Chandeleur" aqui em França! 

É óbvio que vou fazer uns deliciosos crepes cá em casa, mas é bom não esquecer de guardar o primeiro a ser feito, até ao ano seguinte. 

Não sei se foi do crepe que guardei o ano passado, ou não, o que é certo é que foi um ano recheado de coisas boas! 

E eu até não sou supersticiosa mas este ano vou voltar a cumprir a tradição! 

E vocês, vão querer fazer o mesmo?

 

 

Para os mais curiosos aqui fica a fotografia do crepe que guardei o ano passado...

crepe com um ano.jpg

Por incrível que possa parecer ele manteve exactamente o mesmo aspecto,

embora bem mais estaladiço!

BAILE DOS BOMBEIROS

pompier.jpg

Pode até parecer estranho, mas este baile (em francês, Bal des Pompiers) existe mesmo e acontece, hoje, na grande maioria dos quartéis de bombeiros aqui em França!

 

Tudo começou em 1937, em Paris, com a iniciativa de alguns bombeiros da capital que decidiram fazer uma festa na véspera do feriado de 14 de Julho (falarei deste feriado num outro post) para celebrar com as suas famílias esta data. Depressa toda a gente se apercebeu que estas festas eram animadas e divertidas, e os parisienses começaram a invadir os quartéis para beber e dançar com estes... Tornando-se numa Tradição Nacional!

 

Por isso, todos os anos, aos Bombeiros de Paris (e não só) organizam os tradicionais e animados bailes nos quartéis... Música, barraquinhas com bebidas e comida e, claro, muitos bombeiros. Mas atenção, que hoje em dia, nem todas as festas preservam o carácter familiar do começo, em alguns casos, estes chegam a fazer stripteases nos bailes para animar o público.

 

A entrada é quase sempre  gratuita, mas pode-se sempre contribuir com uma doação para as obras da Association pour le Développement des Oeuvres Sociales des Sapeurs-Pompiers de Paris (ADOSSPP), depositando dinheiro nas urnas que são colocadas para essa efeito.

 

Por isso, se está em Paris entre hoje e amanhã (13 e 14 de Julho) saiba que os bailes acontecem nestes dias, das 21h as 04 h da madrugada.  

 

Tenho a certeza que não vai querer perder esta festa!

NO 1º DE MAIO OFEREÇO UM MUGUET

muguet ramo.jpg

Em França, hoje, além de ser feriado por ser o Dia Internacional do Trabalhador, é também a Fête du Muguet (em português, a Festa do Lírio-do-Vale).

 

O Muguet é uma planta que dá umas florzinhas muito pequeninas e brancas, em forma de sino. É uma flor bastante delicada e perfumada, que nasce em cachos. A planta simboliza a chegada da Primavera, pois é nessa época que dá flores, além disso, é símbolo de sorte e felicidade.

 

Por isso, oferecer um muguet no dia 1° de Maio, significa que desejamos felicidade e sorte à pessoa, durante todo o ano. Hoje é dia disso mesmo, é dia de oferecer aos amigos e familiares um ramo de muguet!

 

A tradição é antiga e conta que foi no dia 1 de Maio de 1561, que o rei Carlos IX recebeu um ramo de muguet de presente para lhe dar sorte. O monarca gostou tanto deste gesto que passou a distribuir para as damas da sua corte um ramo da flor, nesse mesmo dia, com o mesmo objetivo, tornando-se assim numa tradição do país.

 

Se estiver hoje em França vai perceber o motivo de encontrar vendedores ambulantes nas vias públicas a vender estas florzinhas. 

 

Para vocês que me seguem não poderia deixar passar esta data em branco... A cada um de vocês, eu ofereço um ramo de muguet!

 

Eu já recebi o meu! 

DSC03950.JPGDSC03949.JPG

1º ABRIL: LE POISSON D'AVRIL

1 abril.gif

Não existe um registo oficial de como o 1º de Abril se tornou o dia das mentiras (também conhecido como o dia das petas, em Portugal). Das explicações apontadas a mais credível remonta à época em que o calendário usado pelos países da Europa mudou.

 

Tudo aconteceu em França, em 1564. Até à época, o Ano Novo era comemorado a 25 de Março, data que marcava a chegada da Primavera, as pessoas trocavam presentes, e as comemorações prolongavam-se até ao dia 1 de Abril. Foi nesse ano que o Rei Carlos IX, da França, decidiu que o Ano Novo passaria a ser comemorado a 1 de Janeiro, o que causou grande confusão no país e no continente. Esta mudança gerou muitas confusões...

 

Se por um lado, as notícias demoravam a chegar às pessoas, fazendo com que a confusão fosse aproveitada para criar brincadeiras envolvendo mentiras, por outro, havia um certo número de pessoas mais conservadoras que decidiram manter as comemoração na data antiga, sendo ironizados pelo resto da sociedade, através do envio de presentes falsos. Estas brincadeiras causaram dúvidas sobre a veracidade da data, confundindo as pessoas, o que levou ao aparecimento do 1º de Abril como o dia da mentira.

 

Aqui, em França, o dia da mentira é chamado de "poisson d'avril", literalmente "peixe de Abril".

poisson-avril-origine.jpg

Porquê, "poisson d'avril"?

Como na Quaresma os Católicos não podiam comer carne, os presentes mais trocados nessa altura eram peixes. Ora, quando chegava o 1º de Abril, começavam a distribuir peixes falsos (os tais "presentes falsos"), dando assim início à “plaisanterie du poisson d’avril” (brincadeira do 1º de Abril).

 

Por isso, para manter viva esta tradição, neste dia as escolas são invadidas por peixinhos coloridos, em papel, que são colados discretamente nas costas do primeiro distraído. E quando alguém descobre um peixinho colado nas costas, todos gritam: “Poisson d’Avril”.

poisson d'avril.jpg

Para os adultos, tal como acontece na maior parte dos paises, o dia é basicamente dedicado às mentiras. Por isso, hoje fique atento às notícias, nos jornais, na radio, na televisão e até na internet... Afinal, nem tudo o que vai ler ou ouvir é verdade!