Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

NÃO SEI SE RIO OU CHORO

A França e a Covid-19

Uma semana depois da França ter classificado os países para se poder viajar, em "verdes, laranjas e vermelhos", com base nos indicadores sanitários...

IMG_1930.JPG

Hoje, o governo francês anunciou que devemos evitar passar férias em Portugal ou em Espanha, uma vez que a situação sanitária é particularmente preocupante!

Sinceramente não sei se rio ou se choro... Continuo sem conseguir perceber como é que aqui as coisas conseguem estar sempre melhor do que em Portugal... Pelo menos, é sempre essa a imagem que passam... 

PASMEM-SE...

Reabertura das Discotecas

Quinze meses depois do encerramento, o governo francês, anunciou ontem a reabertura das discotecas para o próximo dia 9 de Julho, sem a obrigatoriedade do uso de máscaras e com capacidade de 75% no interior e 100% no exterior. Para isso, as pessoas apenas devem apresentar um teste negativo ou um certificado de vacinação.

Esta novidade coincidiu com a celebração do 40º aniversário do Dia da Música aqui em França.

IMG_1866.JPG

Uma notícia boa que apanhou toda gente de surpresa, sobretudo quando se fala tanto das novas variantes da Covid-19... Vamos acreditar que no final vai tudo dar certo!

A CAMINHO DA IMUNIDADE DE GRUPO

Covid-19 _ França

A vacinação já estava disponível, desde o dia 31 de Maio, para todas as pessoas a partir dos 18 anos, mas desde ontem, passou a ser possível vacinar também os adolescente entre os 12 e os 18 anos.

 

Trata-se de um universo de cerca de três milhões e meio de pessoas. Acredita-se que esta etapa é bastante importante para a imunização e deverá ser realizada antes do início do novo ano escolar, em Setembro. 

 

A vacina utilizada para este grupo será obrigatoriamente a da Pfizer/BioNTech, a única que até ao momento foi autorizada pela Agência Europeia de Medicamentos para essa faixa etária. 

 

Neste caso, a autorização de ambos os pais é obrigatória, devendo um dos pais estar presente durante a injeção. Os adolescentes que estiveram infetados estão por enquanto excluídos. 

 

Apesar do risco de contrair a Covid-19 seja menor, nesta faixa etária, a vacinaçã irá permitir um regresso mais tranquilo às escolas, e limitará os riscos para os profissionais e os alunos vulneráveis.

IMG_1859.JPG

E por aí, quem já foi vacinado?

 

ZERO COVID

França

Ao fim de 3 vagas desta Pandemia, e cerca de cinco meses depois do início da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19, na qual os idosos foram dos grupos prioritários, ontem tivemos pela primeira vez o nosso serviço sem qualquer doente positivo à Covid-19. Comprova-se assim a eficácia das vacinas!

 

Nem imaginam a satisfação que isto nos trouxe, ao vermos que o número de internados, entre idosos com mais de 70 anos reduziu drasticamente, a ponto de termos apenas 2 a 3 casos positivos em todo o hospital. Sem falar da redução do número de mortos...

 

Com o alargamento das vacinas a outras faixas etárias haverá um menor número de infecções e menos pessoas a transmitirem o vírus para outras. Desta forma, e de uma forma gradual, vamos ter uma diminuição da circulação do vírus. 

 

No entanto, como as vacinas ainda não estão disponíveis de forma equilibrada em todo o Mundo, o vírus continua a propagar-se de forma descontrolada, daí existir o risco de surgirem outras variantes que não terão cobertura destas vacinas.

 

A Ciência sabe que o vírus precisa parar de circular para as variantes pararem de surgir, por isso a recomendação de manter o distanciamento social, o uso de máscara e a higienização das mãos é o mesmo para quem já tomou as duas doses da vacina.

IMG_1821.JPG

A vacina atenua a propagação da doença, infelizmente, a sua eficácia não é total, mas a maioria das vacinas tem exactamente esse efeito, tornam as patologias mais atenuadas, sem impedir a infecção. Por isso, mesmo pessoas completamente vacinadas ainda podem ser infectadas, transmitir a doença e até mesmo, desenvolver casos graves. Apesar disso, está provado que esta é a melhor ferramenta que temos, em termos de saúde pública, contra a doença e a redução dos casos é real. Os benefícios estão mais que provados.

DESCONFINAMENTO PROGRESSIVO

França

Após um mês de quarentena nacional, o Presidente Francês, Emmanuel Macron, anunciou a semana passada o desconfinamento em quatro etapas a partir de ontem. A grande diferença, desde ontem, é a livre circulação, sem qualquer tipo de restrições.

 

Se tudo correr bem e se a situação sanitária não piorar, as diferentes reaberturas vão ter lugar entre 19 de Maio e 30 de Junho. O plano prevê que o toque de recolher obrigatório passe das 19h para as 21h no dia 19 de Maio, e para as 23h a 9 de junho, terminando a 30 de Junho.

 

As grandes mudanças ocorrem a partir do dia 19 de Maio, com a abertura  das esplanadas de bares e restaurantes (num máximo de seis pessoas por mesa), de Museus, cinemas, teatros e do comércio não essencial.

 

Turistas estrangeiros só vão ser permitidos a partir de Junho, com um "Passe Sanitário", ou seja, com um certificado de vacinação, um teste negativo para a Covid-19 ou um "certificado de recuperação" da doença (Covid positivo há menos de 2 meses), em formato papel ou digital. O uso deste documento ficará restrito a grandes eventos e ao acesso de turistas estrangeiros ao país, não sendo necessária a sua apresentação em locais do dia-a-dia, como cinemas ou restaurantes.

IMG_1777.JPG

A flexibilização ocorre apesar do número de novos casos diários e do número de pacientes com Covid-19 nos cuidados intensivo ser muito maior do que nas duas quarentenas anteriores. Segundo Emmanuel Macron, a vacina tornou isso possível. No entanto, se houver um aumento considerável das taxas de infeção ou houver um risco de "saturação dos serviços de reanimação" poderão voltar certas restrições.

 

Espero bem que tudo corra bem, para que possamos viajar tranquilamente nas próximas férias de Verão!

QUERIDOS VIZINHOS

Hoje cheguei a casa e alguém tinha deixado uma mensagem de carinho, para o feriado de amanhã, dia 1 de Maio... A mensagem estava afixada no elevador e na entrada principal, de forma a ser visualizado por todos...

IMG_20210430_200945.jpg

"Senhora, senhor, queridos vizinhos,

Nestes tempos difíceis, um pouco de carinho, para colocarmos bálsamo em nossos corações.

Bom Primeiro de Maio a todos vocês, e muita Felicidade.

Os vossos Vizinhos"

 

Uma mensagem simples mas deixada com as melhores das intenções!  Tenho que reconhecer que por aqui existem poucos vizinhos assim... E este, já vi que tem um bom coração! 

 

Para amanhã, desejo-vos um Feliz Primeiro de Maio a cada um de vocês!

SOBRE OS EFEITOS SECUNDÁRIOS DAS VACINAS

Covid-19

IMG_1763.JPG

 

PLANO DE VACINAÇÃO ANTI-COVID

IMG_1760.JPG

Acho que tínhamos garantida a imunização em massa em quase todos os países... Eh... Eh... Eh...

100.000 MORTES

Covid-19

Ontem a França ultrapassou as 100.000 mortes devido ao coronavírus, inscrevendo-se, desta forma, a Covid-19 na linha histórica das grandes epidemias em França.

Na Europa, apenas o Reino Unido e a Itália ultrapassaram este número com 127.000 e 115.000 mortos, respectivamente.  

Atualmente, existem cerca de 6.000 pessoas com covid nas unidades de cuidados intensivos, o que tem levado vários hospitais a adiar cirurgias consideradas não urgentes.

A continuar assim, e com este panorama sombrio, fica difícil diminuir as restrições, que estavam previstas para meados de maio, data que o Presidente Macron fixou para uma reabertura progressiva das esplanadas de restaurantes e cafés, fechados desde final de outubro. Além disso, temo que outras medidas de confinamento mais restrito tenham que ser tomadas... 

IMG_1519.JPG

E pensar que ainda existe muita muita gente que não acredita nesta Pandemia...

ATÉ PARECE MENTIRA

Ainda sobre a Pandemia da Covid-19

Com o aumento do número de pessoas internadas nos cuidados intensivos por causa da Covid-19, e com a lenta vacinação da população, a França, 15 dias depois de ter anunciado medidas mais severas em 16 departamentos, viu-se obrigada a aplicar as medidas a todo o país. 

As medidas foram anunciadas ontem pelo Presidente Francês, Emmanuel Macron, e entram em vigor no próximo sábado e vão durar, no mínimo, quatro semanas.

 

A grande novidade é o encerramento das creches e das escolas, a partir do próximo dia 5 de Abril, durante três semanas, sendo que duas semanas coincidem "mais ou menos" com as férias de Páscoa. Digo "mais ou menos" porque o calendário das férias escolares depende da zona em que se mora pois existe uma divisão das férias por zonas: A, B e C. No nosso caso as férias foram antecipadas 1 semana. Com esta nova medida, as férias de Páscoa serão gozadas no mesmo período em todo o território francês.

IMG_1703.JPG

Fiquei sem saber se as amas vão continuar a trabalhar, mas ela confirmou-me hoje que sim... Entretanto, agora à noite vi uma notícia a informar que não... Como sou profissional de saúde e pertenço ao grupo de profissionais  "prioritários" talvez ela possa ficar.... Além disso, também não sabemos se o Gui vai poder frequentar os tempos livres, durante estas 3 semanas... Perguntei hoje à Educadora do Gui mas ela também não sabia de nada, ainda não tinha qualquer tipo de informação... Nem me soube dizer como fizeram quando as escolas encerraram na primeira vaga, em Março do ano passado, altura em que eu estava de "congé parental"... Mesmo à moda francesa: tudo desorganizado, ninguém sabe de nada, nem parece querer saber... Mas esta falta de informação , que tanto me enerva, ninguém passa na televisão!

 

Até parece mentira, amanhã é o último dia de escola, e ainda não sabemos como vamos fazer depois... Se o Gui e o Martin tiverem que ficar em casa, o R. terá obrigatoriamente que deixar de trabalhar e ficar no tal "desemprego parcial"... Sinceramente, preferíamos que eles pudessem continuar a socializar com os amiguinhos deles, porque isto de estarmos aqui isolados, não é nada saudável  para o desenvolvimento social deles e nosso!

NOVAS MEDIDAS DE CONFINAMENTO EM PARIS

Sobre a Pandemia da Covid-19

Com os números de pessoas internadas dos cuidados intensivos sempre a aumentar, a França viu-se obrigada a tomar novas medidas, desde o passado dia 19 de Março, de forma a travar a terceira vaga desta Pandemia... As medidas, que deverão durar cerca de 4 semanas, atingem sobretudo 16 departamentos, entre eles a região de Paris (Ile de France)... 

 

Na realidade, as novas restrições pouco se fazem sentir no dia-a-dia... As escolas e os locais de culto mantiveram-se abertos e as lojas não essenciais tiveram que encerrar. Se antes não podíamos sair entre as 18h e as 6h, agora passou a ser entre as 19h e as 6h... Acabamos por ganhar mais 1 hora, por causa da aproximação do horário de Verão. 

 

Podemos sair entre as 6h e as 19h, num raio de 10km do domicílio, o tempo que quisermos, sendo apenas necessário fazer um justificativo no caso de termos  necessidade de nos deslocar para distâncias superiores, e em situações devidamente predefinidas.

860_visactu-covid-19-la-carte-des-taux-d-incidence

A medida mais restritivas que mudou um bocadinho a nossa vida foi a proibição de deslocações para outras regiões, o que incluiu também viagens para fora do país... Com isto, e tal como aconteceu o ano passado, não podemos ir à Alemanha, vamos ter que passar aqui a Páscoa apenas os 4!

 

O pior disto tudo é que temo que estas medidas não vão servir rigorosamente para nada porque, por incrível que pareça, quem vive mesmo cá, e tem a família perto, continua a ter a mesma "vidinha" que tinha antes desta Pandemia...

SÓ PODE SER DO COVID...

Maternidade

Hoje foi dia de ir trabalhar, por isso acordamos cedo, levei o Gui ao peri scolaire e daqui devia deixar o Martin na ama, para só depois seguir rumo ao hospital... Só que hoje não foi assim... Deixei o Gui, e segui directa rumo ao hospital e só quando já tinha feito cerca de 1/3 do caminho, é que me apercebo depois de olhar para o retrovisor que não tinha deixado o Martin na ama... Ali estava ele a olhar para mim com os olhinhos arregalados a pensar onde raio o iria levar, quando lhe tinha dito que hoje era dia de ir para a Manu... 

IMG_1658.JPG

Nem queria acreditar como isto me tinha acontecido...

A sorte, é que hoje tinha conseguido sair relativamente cedo de casa, e só perdi uns 10 minutos com esta "brincadeira" de ter que voltar para trás... Mas fiquei logo a imaginar se só me apercebesse disto quando chegasse ao meu destino...  Aí seria bem pior porque com o trânsito que apanho de manhã, seria 1 hora que perderia ao certo...

 

Como é que me pude esquecer de deixar o meu Pipoquinha na ama?! Isto só pode ser efeitos secundários deste maldito vírus...

 

E por aí, alguém já passou por algo semelhante?!

DEPOIS DO COVID

Ontem, um mês depois de ter testado positivo à Covid-19, e ter estado em de baixa em casa, regressei ao trabalho...

IMG_1653.JPG

Maldito vírus, não vejo a hora de voltar a trabalhar como antes...

INFECÇÃO COVID APÓS A PRIMEIRA VACINA

Covid-19

E ao fim, de um mês em casa, hoje voltei ao trabalho... Mas achei que seria pertinente fazer um post sobre duas questões que muitas pessoas me colocaram:

1. Será que não apanhaste o vírus com a vacina?

2. E agora que tiveste COVID depois da primeira vacina, deves tomar a segunda dose?

IMG_1648.JPG

A primeira pergunta é simples de responder: não fui nem podia ser infectada através da vacina porque as vacinas não contêm vírus que causam a doença. No entanto, e foi o que me aconteceu a mim, é possível contrairmos a COVID-19 nos dias antes ou imediatamente após a vacinação e surgirem os sinais da doença poucos dias depois da vacinação. 

 

Para a segunda pergunta a resposta também é não. Os conhecimentos imunológicos sobre a este vírus estão em constante evolução, e actualmente está protocolado que as pessoas que receberam a primeira dose da vacina e que apresentam uma infecção à Covid-19, com um teste PCR positivo, nos dias seguintes a esta primeira vacinação não devem receber a segunda dose da vacina.

 

Você sabia?!

Estudos apontam que as pessoas que já foram infectadas com a Covid-19, confirmado com um teste PCR ou antigénico, estão normalmente protegidas contra o vírus durante 3 meses, ficando com uma "memória imunitária". Assim, pensa-se que estas pessoas também só irão ter indicação para fazer uma única dose da vacina, de preferência 3 meses ou mais, depois da infecção. Isto ainda está em análise, mas ao confirmar-se a eficácia, e numa altura em que a quantidade de vacinas é escassa, será uma grande vantagem para todos nós.

SOBRE O USO DE MÁSCARAS

Covid-19

Se no início as pessoas reclamavam que não haviam máscaras de protecção à covid-19, para todos, hoje há quem reclame e diga que é um atentado à liberdade individual.... 

Oh gentinha mais complicada...

IMG_1631.JPG

(Depois não reclamem se forem infectados....)