Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

O QUINTO ANIVERSÁRIO DO GUI ❤️

Para finalizar o mês de Junho, decidi deixar um post que retrata mais um dia feliz, o quinto Aniversário do Gui, celebrado no passado dia 6 de Junho...

 

Como manda a tradição, festejamos este dia ao ar livre, no Domaine de Chamarande, e mais uma vez a Pandemia fez com que nem todas as pessoas pudessem vir. Apenas a minha mãe conseguiu fazer uma super surpresa ao Gui, que delirou com a sua presença por isso, tal como o ano passado, a festa acabou por ser pequenina.

 

Desta vez, o Gui escolheu o tema "Spiderman", um dos super-heróis favoritos dele. Como sempre, a decoração ficou da minha responsabilidade e o bolo tornou a ser confeccionado por mim e pelo R.! Este ano não sei muito bem o motivo, mas foi bem mais fácil esticar a pasta de açúcar e cobrir o bolo por completo.

 

Depois de vermos tudo no sítio, ficamos super contentes por termos conseguido superar as expectativas do Gui...

IMG_1923.JPG 

O GUI FEZ 5 ANOS ❤️

E de repente o Gui fez 5 aninhos, no passado dia 6 de Junho, e eu continuo a sentir que o tempo está a passar demasiadamente rápido... 

 

Já mede 1.13m e pesa cerca de 21.5Kg. Continua super curioso, teimoso, resmungão e atrevido.... Muitas vezes, olhamos para ele e perguntamo-nos a quem saiu aquele mau feitio... Mas depois, derretemo-nos com o seu sorriso malandro e doce... Quantas vezes pedimos-lhe um abraço ou um beijinho e ele não dá... Mas depois, quando menos esperamos abraça-nos forte e diz-nos que gosta de nós "daqui até à lua e voltar". 

 

Continua a não gostar de adormecer, dormir muito e ser o centro das atenções. Em casa, adora saltar no sofá e na cama, andar de bicicleta, fazer corridas, falar alto, fazer bolinhas de sabão, ouvir histórias, conversar sem parar (é um autêntico fala barato), jogar à bola, jogar a jogos de "tabuleiro" e ver desenhos animados (neste momento anda fascinado com os Pokémons). Tem uma adoração pelos super-heróis como o Homem Aranha, o Capitão América, o Hulk, o Batman e o Homem de Ferro. Continua a ter uma adoração por animais, mas o fascínio agora é para os animais aquáticos e os caracóis.

 

Adora passear ao ar livre, receber amigos e família e que brinquem com ele... Por isso, o confinamento foi um bocadinho difícil de se viver, pois tornou-nos muito mais solitários...

 

Adora desenhar, faz imensos desenhos e faz questão de os guardar todos! Conhece e sabe escrever todas as letras do alfabeto, sabe contar até 20 (embora às vezes ainda se perca um bocadinho a partir do 15), é capaz de escrever os principais números e sabe escrever o seu nome próprio sem qualquer ajuda. Aprendeu muitas coisas na escolinha, mas ainda não aprendeu o que eu considero fundamental: a ser um menino bem menos tímido e mais conversador quando está fora de casa. Isto tem trazido alguns "problemas" pois tenho sempre que explicar que esse comportamento introvertido só acontece fora de casa...

 

É incrível a quantidade de perguntas e reflexões que ele pode fazer, às vezes, tantas que nem sempre conseguimos ter respostas para as suas curiosidades. Passa a vida a perguntar "porquê" e quando não quer fazer alguma coisa as frases mais ouvidas são o "não consigo" e "estou cansado". 

 

Só quem o conhece bem é que sabe, que por detrás deste menino rebelde e tímido, existe um menino com um coração cheio de amor... Um super mano que fica zangado porque o mano lhe desarruma o quarto e destrói tudo o que ele cuidadosamente faz... Um super mano que, por esse motivo, não deixa o mano entrar no quarto, mas que apesar disso não consegue viver sem ele, enchê-lo de beijos e abraços e ensinar-lhe palavras carinhosamente... 

 

É incrível olhar para trás e ver todo o percurso que ele fez até aqui... Não vou negar que foi um caminho difícil, cheio de medos e inseguranças, e muitas vezes resolvido no meio de um turbilhão de emoções... O Gui foi talvez o nosso maior desafio, talvez por ser o nosso primeiro filho...  Foi com ele que descobrimos que, afinal, aquilo que nós ensinamos é muito inferior àquilo que aprendemos com ele... Talvez seja este o segredo para o tamanho de todo o nosso AMOR!

IMG_1850.JPG