Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

NÃO ENSINE O SEU FILHO A COMPARTILHAR - PARTE 1

O Gui nunca foi um bebé egoísta, sempre gostou de compartilhar tudo, com adultos ou até crianças que não conhecia... E ao contrário do que tínhamos imaginado, quando o Martin nasceu o seu comportamento pouco ou nada mudou, talvez porque o mano não andasse, os brinquedos do mano eram de "bebé" e os dele não os podia emprestar ao mano ..

 

O tempo foi passando, o Martin e o Gui foram crescendo... E neste último Natal, as coisas começaram a ficar diferentes... Com tantos brinquedos novos o Gui surpreendentemente achou que era crescido... E num dos  fins-de-semana em que fui trabalhar cheguei a casa e encontrei o quarto do Martin todo atulhado de coisas do Gui... Perguntei ao R. o que tinha acontecido, mas foi o Gui que se apressou a dizer que não queria mais aqueles brinquedos porque eram de bebé e por isso podiam ser para o mano...

Fiquei incrédula com aquele gesto de amor, e o meu coração de mãe sentiu-se tão orgulhoso que achei que tudo iria permanecer assim tão maravilhoso, pelo menos, por mais algum tempo...

DSC06249.JPG

Tornamos a remodelar os dois quartos de forma a que os brinquedos ficassem melhor organizados e um tempo depois, com o Martin a completar 18 meses, as coisas começaram a ficar bem diferentes... O Martin cada vez mais curioso e atrevido em relação a tudo o que o Gui fazia, e o Gui a sentir-se ameaçado pela presença do mano no seu quarto... Se até ali o Martin apenas se limitava a seguir o Gui, agora o Martin começava a ter vontades próprias...

 

Agora tem sido assim mais assim: o Martin só quer entrar no quarto do Gui para brincar e espalhar tudo no chão, enquanto que o Gui não suporta ver o quarto dele desarrumado, nem quer que o mano entre no quarto dele, já ele pode entrar no quarto do irmão! E se há dias que até correm mais ou menos, há outros que parece que estamos num autêntico campo de batalha... 

IMG_20210224_152128_241.jpg

Quem tem filhos sabe bem do que falo, e sabe o quanto é difícil tentar atenuar estes conflitos... 

Quem é que nunca viu duas crianças a brincar, numa sala cheia de brinquedos, e muitas vezes as duas a querer o mesmo?! É nessa altura que a "guerra começa" e junto com ela as crises de choro... Eu sempre fui ensinada a compartilhar, como se fosse algo de bom, no entanto existe um movimento que diz que não devemos ensinar os nossos filhos a compartilhar, da qual a Dra. Laura Markham (autora do livro “Peaceful Parent, Happy Siblings”) faz parte. Uma metodologia bastante interessante onde ela justifica isso de uma maneira válida, trazendo informações valiosas para criarmos os nossos filhos e torná-los pessoas simpáticas e equilibradas.... Mas isso vou deixar para o post de amanhã...

 

E vocês, também lidam com este tipo de conflitos? Como costumam resolvê-los?!

CARNAVAL 2021 💛

Para o meu Super Pai

Este ano o Carnaval não foi muito diferente dos últimos anos, porque na realidade é uma data que não se comemora aqui, nem mesmo nas escolas. Eu faço questão de celebrar este dia porque sei que, mais dia menos dia, eles vão poder festejar esta data em Portugal e não quero que fiquem tão surpresos quando esse dia chegar...

 

A data só teve um toque especial porque foi também o aniversário do meu Super Pai, que mesmo longe esteve bem presente neste dia...

IMG_20210216_193901_807.jpg

Nem imaginam o quanto foi difícil tirar esta fotografia, e foi a melhor que consegui tirar... O Gui sempre a complicar, e o Martin sempre a fugir da máquina fotográfica...

O MARTIN FEZ 18 MESES

O Martin fez 18 meses no passado dia 17 de Janeiro... Nem me acredito que já tem 1 ano e meio... Continua a pesar 12kg e mede 84.5cm.

 

Entrou na fase das birras e na fase de aperfeiçoar tudo o que aprendeu até aqui. Começou a andar rápido e a correr, tem tanto orgulho nisso que farta-se de correr atrás do Gui. O problema é que nem sempre corre bem, pois além de tropeçar com alguma facilidade, algumas vezes corre a olhar para trás, esbarrando-se contra as paredes e as portas.  

 

Adora experimentar novas habilidades com o seu corpo, e se há algo que ele delira é andar às voltas até ficar tonto! Continua a adorar subir para o sofá, trepar móveis, abrir e fechar gavetas/portas. Tem um fascínio por todo o tipo de botões e interruptores, e continua obcecado com o frigorífico...

 

Passou a mostrar interesse pela sanita e pelo pote, e sempre que o Gui vai, fica super curioso e quer imitá-lo.

 

Começou a dar pontapés na bola de forma mais acertada, adora música, gosta imenso de dançar (principalmente a música "Jerusalema" do cantor Master KG), gosta de brincar com carrinhos e bonecos dando-lhes vida: faz-lhes miminhos e dá-lhes de comer. Tem uma preferência por todos os brinquedos e objectos do Gui e procura fazer tudo como ele.

 

Começou a querer falar ao telemóvel, por videochamada, com as pessoas que falamos diariamente, e não descansa enquanto não pega no telemóvel e palrea com elas, tentando mostrar tudo o que há em casa... É mesmo giro porque imita o Gui na perfeição!

 

O vocabulário não sofreu grandes alterações, começou a dizer "bô/bó" (avô/avó), kiwi ( Mickey) e có (colo). A diferença mais significativa é que palrea cada vez mais e mais alto, gosta que lhe expliquem as coisas, e lhe digam como se chama cada objecto. Está atento às conversas dos outros e, por vezes, tenta repetir algumas palavras que ouve. Compreende uma série de indicações simples e cumpre-as. 

 

Em relação à alimentação pouco se alterou, apenas uma certa oposição em comer muitas vezes a sopa, mas com muita negociação acaba sempre por aceitar. Ao contrário do Gui, o Martin é super curioso e adora experimentar tudo.

 

Quanto ao padrão do sono também continua igual, de noite gosta de adormecer e acordar cedo e  continua a fazer uma sesta de 2-3 horas no final do almoço.

 

A parte mais fofa é que o Martin começou a fazer miminhos e a mandar beijinhos, inclusivé deu-me o seu primeiro beijo no meu rosto! 

 

E é desta forma que o nosso "Principezinho número 2" continua a crescer...

IMG_20210117_220419_403.jpg

NEVOU EM PARIS

Este sábado nevou em Paris, e nos arredores... O Gui estava eufórico, começou a correr pelo jardim com a língua de fora para sentir a neve derreter, dizia ele todo feliz... Já o Martin foi a primeira vez na neve, por isso estava cheio de receio de pisar a neve...

IMG_1512.JPG

Um momento que durou apenas um dia, mas que deu para as matar saudades do Gui!

O MARTIN FEZ 17 MESES

O Martin fez 17 meses no passado dia 17 de Dezembro mas só hoje é que tive oportunidade de escrever um post sobre esse mês que passou. 

 

Está cada vez mais crescido e engraçado...É assustador como o tempo passa cada vez mais rápido. Continua a pesar 12Kg e a medir 84.5cm.

 

Está cada vez mais atrevido e passa a vida a desafiar-nos, adora contrariar-nos só para ver a nossa reacção. Começou a aventurar-se a descer degraus sem ajuda, embora eu morra de medo que ele caia, porque é muito trapalhão e destemido, e pede para o ajudar a subir degraus. Adora dançar, passear, fazer partidas, correr com o Gui, trepar o sofá e imitar o irmão.

 

Está cada vez mais independente, e sempre que pode não perde a oportunidade para fazer alguma coisa sozinho pois acredita que já o consegue fazer. Exemplo disso é querer comer sozinho, lavar os dentes e deitar o creme hidratante no corpo. 

 

Adora ajudar a pôr/tirar a roupa da máquina de lavar e quer sempre ajudar a estender a roupa no estendal. É fascinado pelo aspirador, por tudo o que tenha botões (estou a falar de aparelhos electrónicos), por abrir e fechar armários e pelo frigorífico. Adora pegar no biberão da água e deitar a água para o chão, ora com a boca (quando enche a boca) ou então empurradando a tetina de silicone para dentro contra uma superfície...

 

É super risonho e bem disposto. Adora ir para a ama para brincar com os outros meninos. Continua fascinado por animais, e sempre que vê uma publicidade com animais delira. 

 

Uma característica super fofa do Martin é que ele gosta de dormir cedo, desde sempre, e rodeado de muitos peluches.

IMG_1498.JPG

Começou a dizer mais umas palavritas, mas continua bastante malandro. Diz "Mamã, papá, cáca", imita alguns sons de animais (como o gato, o cão e o pato) e tem uma série de expressões e frases em "chinês" que algumas já sabemos o que significam e outras nem por isso... Eh... Eh... Eh!...

 

Quanto à alimentação nada de alterou, continua super curioso em experimentar novos alimentos. Se há alimentos que ele gosta são os tomates cherry, os queijinhos BabyBel, massa cozida e limões (não pode ver um limão em cima da mesa que não descansa enquanto que não o tiver na mão).

 

Tal como o Gui, o Martin é um verdadeiro "pestinha" sempre pronto a testar os seus limites, mas fora de casa ou na presença de estranhos é um verdadeiro anjinho! De qualquer forma, para nós, será sempre mais um Principezinho...

E DE REPENTE É NATAL ❤️

Natal 2020

E num abrir e fechar de olhos chegamos a mais um Natal, este ano com um sabor bem diferente, porque vamos ficar por cá, apenas os quatro... 

O Gui tem andado em pulgas, super entusiasmado pela chegada do Pai Natal... E embora continue a não gostar da sua presença, anda há algum tempo a programar o lanchinho que lhe vai deixar na noite de Natal... 

As prendas que estão debaixo do pinheirinho diz ele que são todas para oferecer, aos avós, aos tios, aos padrinhos, aos primos, aos amigos... Pois as dele e as do mano vão ser trazidas no trenó do Pai Natal...

Já o Martin, ainda não tem noção do que estamos a falar... Mas tenho a certeza que vai delirar...

Infelizmente, este ano, trabalho nos dias 25, 26 e 27, pelo que hoje teremos que esticar bem o dia, de forma a rentabilizá-lo da melhor maneira possível...

Por isso o dia começou bem cedinho... Cá em casa, já cheira a arroz doce, bolo rei e rabanadas... E embora sejamos só os 4, acreditem que o ambiente é de muita algazarra e confusão...

Logo, fazemos questão de fazer uma videochamada aos nossos familiares mais próximos, àqueles que nos costumam receber nestes dias de festa e que tanto nos fazem falta... 

Este ano não podemos estar presentes fisicamente, mas estaremos unidos pelo coração, porque o melhor presente que podemos dar este ano, é sem dúvida o nosso AMOR!  

IMG_20201224_003758_584.jpg

E por aí, como vão passar o Natal?

A MELHOR DECORAÇÃO DE NATAL ❤️

Na passada sexta-feira, o Martin trouxe da casa da Manu, o presentinho de Natal feito por ele, para colocar no pinheirinho... Já tínhamos uma bolinha feita pelo Gui, em 2017, mas agora o nosso pinheirinho ganhou um brilho diferente! O mais interessante foi ver as fotos enviadas por ela, onde podemos ver o Martin todo "certinho e direitinho" a colaborar na realização da mesma...

IMG_1446.JPG

A bola branca, da esquerda, é a do Martin, a da direita é a do Gui!

Digam lá se não tenho uma das melhores decorações de Natal de sempre?!

O MARTIN FEZ 16 MESINHOS

O Martin fez 16 mesinhos no passado dia 17... Pesa agora 12 Kg e mede 84,5cm... E está uma verdadeira pestinha! 

 

O grande desafio dele agora é pedir tudo o que não está ao seu alcance, e de preferência que seja proibido... Adora imitar-nos e descobriu que a atividade favorita dele é abrir e fechar gavetas, abrir e fechar armários e, claro, retirar tudo o que está dentro! E se já passava a vida a subir para o sofá, agora quer correr e saltar em cima  dele... 

 

Começou a ter um fascínio por livros, quer subir e descer escadas de pé, com a mão dada, adora brincar com cubos, carros e objectos diferentes... Passa o tempo a testar os seus limites (e os nossos!), por isso tenta trepar para cima de tudo, arrasta as cadeiras, tenta subir para cima delas para chegar à mesa e adora carregar garrafas de água!

 

Está cada vez mais confiante nas suas capacidades e faz questão de demonstrar isso, mas quando as coisas não correm como o esperado, enerva-se, resmunga, atira os objectos/brinquedos ao ar, deita-se no chão e chora alto para mostrar o seu desagrado. Já sabe perfeitamente quais são os comportamentos que não gostamos (por serem perigosos ou errados), e passa o tempo a desafiar-nos e a desobedecer-nos, lançando um sorriso ou um som de como vai fazer algo errado... 

 

Passa a vida a papá e utiliza o "pá" para mostrar qualquer coisa, ou se referir a algum objecto. Tal como o Gui, é tímido fora de casa, mas é capaz de dizer chau a um estranho. Delira com animais (mal os vê começa aos gritos de tão contente que fica), adora passear na rua, adora ir para a ama para brincar com osnoutros meninos, adora que lhe façam cócegas, dancem e cantem com ele! E o mais giro é vê-lo a tentar dançar e cantar também!

 

Ainda não tinha falado nunca, mas o Martin tem uma particularidade muito interessante: não é fascinado por desenhos animados, o que ele gosta mesmo, é de ver publicidade e música na televisão... Até pode estar a fazer qualquer coisa interessante, mas se estiver a dar publicidade ou uma música interessante ele pára tudo e vai a correr para ver o que está a dar!

 

Quanto ao dormir e à alimentação pouco ou nada se alterou, dorme cerca de umas 10 horas por noite (bebé apenas um biberão de leite por dia, quando acorda) e dorme entre 1 a 3 horas depois do almoço... 

 

Esta é umas das fases mais exigente que exige de nós uma atenção redobrada e uma enorme energia, mas é uma das fases mais engraçadas por ser tão rica em descobertas e aprendizagens! E o mais espectacular disto tudo é podermos acompanhar este crescimento.

IMG_20201125_152550_618.jpg

 

O MARTIN FEZ 15 MESES

O Martin completou 15 meses no passado dia 17 de Outubro, mas só hoje é que consegui deixar o registo sobre esse mês... Não fomos a nenhuma consulta, mas sabemos que pesa 11Kg e mede 84cm.

 

Este mês ficou marcado pelo acidente doméstico que o deixou sem os dois dentinhos... Ele nem se lembra mais disso, mas eu confesso que fiquei um bocadinho traumatizada e com o coração bem apertadinho... Tento não pensar muito nisso, mas é impossível porque cada vez que olho para ele lembro-me daquele dia e morro de medo que ele ou o Gui se magoem com alguma queda ou brincadeira...

 

Está cada super teimoso, por isso faz grandes birras e chora, sempre que o contaríamos. Continua a adorar animais, gosta imenso de passear, de dormir e de colinho.

 

Descobriu que é maravilhoso abrir e fechar gavetas, abrir e fechar armários e retirar tudo o que está dentro... 

 

Adora testar os seus limites, por isso começou a trepar para cima de tudo, passa a vida a subir para o sofá, para depois correr e saltar em cima dele; arrasta as cadeiras, sobe para cima delas para subir para cima da mesa, tenta caminhar carregando objectos mais pesados... Adora carregar garrafas de água, e arrastar garrafões de água e o detergente da máquina de lavar roupa... E chega a acreditar que tem força para carregar estes objetos tão pesados... Um verdadeiro perigo!

 

Começou a ter curiosidade em conhecer as partes do corpo humano (olhos, nariz, boca, cabeça...) e consegue identificar alguns quando lhe perguntamos. Apesar de compreender cada vez mais palavras e mais perguntas simples, ainda não começou a dizer mais nada de novo...

 

A imaginação começou a ter um papel importante: brinca com os bonecos dando-lhes vida própria, copia e imita tudo o que vê, quando pega num telefone tenta falar e sempre que está a comer alguma coisa tenta dar-nos de comer também (é muito engraçado pois aproxima a comida à nossa boca, faz "nham nham" e não descansa enquanto a comida não estiver na nossa boca) e é capaz de encontrar coisas que lhe escondemos (porque tem memória)

 

Começou a perceber como se ajustam as coisas, procura empilhar blocos (embora tenha muita dificuldade), adora colocar umas "coisas dentro de outras" e, se o estimulámos consegue recolher os brinquedos que estão espalhados.... Mas tão depressa os arruma como os desarruma logo de seguida, pois não consegue ver as coisas todas arrumadinhas!

 

Em relação à alimentação a grande alteração é ter começado a tentar levar a colher à boca, embora nem sempre acerte, tem também um fascínio por beber água no nosso copo ou directamente na garrafa e adora experimentar tudo o que estivermos a comer. É giro vê-lo a querer tornar-se independente...

 

Com tantas aprendizagens o Martin está cada vez mais crescido e faz questão de mostrar isso, e nós sentimo-nos felizes porque, apesar de tudo, ele cresce muito feliz juntamente com o seu mano Gui!

IMG_20201004_184014_611.jpg

AVIZINHA-SE UM NOVO CONFINAMENTO...

Duas semanas depois do recolher obrigatório, entre as 21h e as 6h, em Paris e em mais oito outras regiões, e com a rápida propagação da Pandemia, o Presidente da República - Emmanuel Macron - vai anunciar hoje, às 20h, novas medidas... Um novo confinamento está à vista, embora com medidas mais leves em relação às que tivemos na primeira vaga, de forma a evitar um colapso da economia.

 

Confesso que já estava à espera que isto fosse acontecer porque, a meu ver, as pessoas continuam a não cumprir as medidas mais básicas, como lavar/desinfectar as mãos e o distanciamento social... Sem falar, das superfícies comerciais, das escolas, dos transportes públicos, onde facilmente encontramos aglomerados de pessoas...

E nos hospitais?! Muitos parece que estiveram a "brincar" até agora... Como é possível o pessoal estar mais que em alerta para a possibilidade de uma segunda grande vaga e não se prepararem minimamente, a nível de material/equipamentos/profissionais de saúde contratados e formados?! Por este andar, e contra mim falo, vamos acabar também todos contaminados... 

 

É lamentável como existe um grande número de pessoas que não são capazes de cumprir medidas simples... Nós cá vamos cumprir a nossa parte, embora reconheça que não seja fácil ficarmos tanto tempo confinados em casa... Hoje, com o Gui de férias e o Martin um bocadinho melhor, aproveitamos os raios de sol, para ir dar uma voltinha até ao parque...

IMG_1395.JPG

Vamos lá ver se iremos continuar a poder dar estes passeios ou se ficaremos privados deles...

MATERNIDADE E PROFISSÃO

O Martin começou com febre na noite de sexta-feira, mas nem valorizá-los muito... No sábado à noite tornou a ter... No domingo as coisas não melhoraram e passou a ter febre o dia todo, apesar do antipirético... Pensávamos que eram os dentinhos a "chatear"... Felizmente, ontem era dia de folga pars mim... O Martin continuava com febre, embora mais baixa, mas tinha agora uma tosse seca e irritativa, com uma respiração um bocadinho "asmática"... Liguei para a Pediatra mas não consegui vaga nenhuma, por isso procurei uma Pediatra que estivesse disponível para que ele pudesse ser avaliado... Encontrei uma a uns 20Kms de casa, que depois de o examinar disse-me que o Martin tinha uma faringite, uma bronquiolite e o início de uma otite à direita... Estava exactamente com 39.1 de temperatura, mas quem olhava para ele mal parecia que estava doente, tal era a energia que ele tinha... Apenas os olhinhos e a tosse o denunciavam... Prescreveu-lhe uma série de medicamentos e disse-me que amanhã teria que ficar em casa com ele pois provavelmente ainda teria febre... Mal saí do gabinete, liguei para o hospital, onde trabalho, para avisar que não podia trabalhar no dia seguinte pois tinha um dos meus filhos doentes...

 

Confesso que não estava nada à espera que o Martin fosse ficar logo doente mal eu começasse a trabalhar, ainda por cima esta é a segunda vez que tenho que faltar, em quinze dias de trabalho! A primeira vez por causa do acidente dos dentinhos, a segunda com esta situação... Só espero que fique logo em forma e o Gui não fique também doentinho, pois tenho a certeza que muitas pessoas não vão compreender esta situação...

IMG_1394.JPG

MÃE SOFRE A DOBRAR

DE CORAÇÃO PARTIDO...

Ja devem ter reparado que não publiquei o último post "O dia em que o nosso Mundo tremeu" nem escrevi mais nada no blog desde a última sexta-feira...

Infelizmente, no domingo passado, o Martin sofreu um acidente doméstico, por volta das 11horas, quando na brincadeira empurrava uma cadeirinha pequena, daquelas de madeira do Ikea, e esta virou e ele caiu com ela... Resultado: pensei que se tinha magoado na mão porque tinha ficado por baixo da cadeira, mas quando peguei nele ao colo e ele começou a esfregar a boca, vi que a mão ficou cheia de sangue... Afinal tinha sido mais grave, a cadeira tinha batido exactamente nos dois dentinhos da frente! O meu coração entrou em taquicardia (tenho a certeza que ultrapassou as 100 pulsações por minuto), por temer o pior...

O R. veio logo ter comigo e depois de examinarmos a boca dele, vimos que estava a sangrar ao nível das gengivas... Abraçámo-lo muito, demos-lhe muito miminho, e pensámos que não tinha passado de um grande susto... Cerca de uns 5 minutos depois, e ainda no colinho, sentimos um barulho de algo a cair no chão... A nossa suspeita estava certa: era um dentinho da frente, exactamente o incisivo central superior direito, que tinha caído!

 

Nem queríamos acreditar! Colocamos logo o dente em leite e procurei ligar a algum dentista que estivesse de urgência... Demos-lhe paracetamol para ele não ter dor, e fiz uma dezena de chamadas, para não sei quantos números de telefone, que encontrei no Google, mas acabei por ter que ligar ao número de emergência médica (15), porque nenhum consultório estava aberto ao domingo... Encaminharam-me a chamada para um dentista que me explicou que não havia nada a fazer por se tratar de um dente de leite, e que no dia seguinte teria que ir ao dentista para fazerem um Rx de controle...

Só queríamos acordar daquele pesadelo....

 

Entretanto o Martin começou a ficar com fome, e quando começou a comer reparamos que o dentinho do lado estava a mexer bastante... Estávamos incrédulos com aquela situação... Apesar de tudo, o Martin continuava super bem-disposto e cheio de energia... Comeu normalmente, e no fim foi dormir... Enquanto isso achei que deveria ser visto por alguém, caso contrário teria que faltar no meu primeiro dia de trabalho...

 

Uma vez que não havia nenhum consultório aberto, ligamos para as urgências do Hospital Universitário Pitié Salpêtrière, o maior hospital de Paris, para explicar a situação... Aconselharam-nos a passar nas urgências dentárias com o Martin, e foi exactamente isso que fizemos...

 

Ainda é esperamos quase 1 hora para ser atendidos, para o avaliarem e dizerem que o melhor seria ir no dia seguinte a um centro especializado para fazerem um Rx e extraírem provavelmente o dentinho... Deram-me um relatório médico e o contacto para onde deveria ligar... No dia seguinte, fui trabalhar, de coração apertadinho, pela consequências daquele acidente tão estúpido... Liguei logo às 9h, e consegui uma vaga para o próprio dia, mas como estava a trabalhar pedi para agendarmos a consulta no dia seguinte...

 

Não faltei no primeiro dia, mas faltei no segundo dia de trabalho, e só não faltei no primeiro porque não sabia se o Martin teria uma vaga de imediato... A dentista que nos atendeu foi super atenciosa e simpática, fez um raio-X ao Martin e detectou o que nós já prevíamos: o dentinho tinha que ser extraído! Deu-me a opção de o fazer noutro dia ou imediatamente, e eu preferi fazê-lo de uma vez... Tinha o Martin deitado em cima de mim enquanto ela o anestesiava com uma espécie de pomada, depois veio a parte pior, a parte de extrair o dentinho... 

IMG_1373.JPG

Confesso que me custou estar ali a segurá-lo, mas o meu coração sabia que era o melhor que eu podia fazer por ele naquele momento... Perguntei-lhe quais as soluções que haviam e disse-me que aos três anos, altura em que teria os segundos molares (os dentinhos de trás), poderia colocar uma prótese de forma a manter o espaço entre os dentes, ajudá-lo a comer melhor e para melhorar a imagem dele...

IMG_1372.JPG

Se tem algo que eu aprendi com a maternidade é que quando um filho sofre, nós sofremos a dobrar! É mais forte do que nós... É impossível olhar para eles e não sentir uma dor ainda maior... Quantas vezes desejamos que aquela dor passasse antes para nós... Sei que depois que fui mãe tornei-me ainda mais sensível, e se eu já era chorona, depois de ser mãe, tornei-me muito mais... Mas não me envergonho disso, muito pelo contrário, acho que é perfeitamente natural, porque ser mãe é também isso, é descobrir a maior dor de todas, talvez a maior dor do Mundo: a dor de ver um filho sofrer. Talvez essa dor seja assim tão forte porque sabemos que muitas vezes não temos os "poderes de super mãe" que gostaríamos de ter!

NOVAS ROTINAS

É verdade, ao fim de um longo tempo ausente do hospital, vou recomeçar a trabalhar na próxima segunda-feira... Já ando a ficar preocupada com o facto de ter que gerir os dois Pipoquinhas logo de manhã bem cedinho, porque o R. sai de casa bem mais cedo do que eu... Enfim... Levantar às 5:45, vai custar um bocadinho a todos, mas nada que não se consiga...

 

Com o Gui na escolinha, o Martin terá que ficar numa ama por isso, já começou, na quinta-feira passada, a integração... Confesso que desta vez custa-me bem menos deixar o Martin porque conheço perfeitamente a pessoa a quem o vou deixar enquanto eu estiver a trabalhar.

Um dia destes conto-vos o "o bocado mau" que passamos com a primeira ama do Gui... Nunca fiz referência a esta situação que nos aconteceu porque custou um bocadinho a digerir... Mas agora, passados 3 anos, sinto que preciso de escrever sobre esse episódio... Mas isso ficará para o próximo  post...

 

Quem não anda muito contente com estas mudanças é o Martin que, coincidência ou não, começou a pedir muito colinho quando está connosco... E se nos primeiros dias não chorou quando o deixei, ontem desatou a chorar assim que o deixei no colinho da ama e hoje chegou a dormir... O meu coração fica um bocadinho apertadinho, mas sei perfeitamente que ele fica bem, e prova disso são as fotografias e os videos que vou recebendo da ama...

IMG_1361.JPG

Amanhã vai ser dia do Martin ficar em casa, mas quinta e sexta, será o teste final, vai ficar 8 horas... Depois é esperar por segunda-feira para entrar na verdadeira rotina...

O MARTIN FEZ 14 MESES

O Martin completou 14 meses no passado dia 17 de Setembro,  um mês que passou demasiado rápido e que foi passado grande parte do tempo em Portugal... Não fomos a nenhuma consulta mas sabemos que pesa agora 10.400gr e mede 82.5cm de altura.

 

O Martin está cada vez mais atrevido e com uma personalidade mais marcada, tem cada vez mais confiança nele e começa a querer mostrar a sua independência. Está cada vez mais teimoso, por isso quer tudo à maneira dele e sempre que o contaríamos faz grandes birras deitando-se no chão a chorar.

 

Continua a ter o mano como o seu exemplo, por isso procura fazer tudo como ele faz... Está cada vez mais curioso e adora explorar tudo, por isso está sempre à procura da melhor forma de poder alcançar tudo o que se encontra no seu campo visual. Compreende cada vez mais palavras/frases e perguntas simples, adora imitar-nos e está sempre a a desafiar-nos... Já se apercebeu que é capaz de "mandar em nós", por isso passa a vida a testar os nossos limites...

 

Começou a ter preferência por alguns brinquedos, principalmente os brinquedos do Gui, o que nem sempre é fácil de gerir porque o Martin, ao contrário do Gui, adora partir tudo... Gosta imenso de andar de triciclo, correr com o mano (é verdade, começou a correr), morder (não há meio dele deixar de fazer isto), marcar cestos, é fascinado pelos animais e pela Natureza! Adora dançar no colo, cantar, adora que brinquem com ele, e consegue brincar algum tempo sozinho.

 

Começou a perceber como se ajustam as coisas, tenta colocar umas "coisas dentro de outras", procura empilhar blocos (embora ainda tenha muita dificuldade) e, se o estimulámos consegue recolher, com ajuda, os brinquedos que estão espalhados. A sua actividade preferida continua a ser desarrumar, adora colocar tudo fora do sítio, por isso onde ele passa parece que acabou de passar um furacão...

 

Em relação à alimentação deu-se um grande marco: o Martin aos poucos começou a rejeitar a mama, pelo que deixei de amamentar (falarei disto num próximo post). Ainda tentei reverter a situação e dar-lhe de mamar ao acordar, mas ele começou a preferir o biberão... Acho que o facto de tomar o pequeno-almoço juntamente com o Gui deixou-o com mais vontade de comer em família... E embora as noites tornassem a ser um bocadinho mais agitadas quando regressamos das férias, não voltou a querer mamar durante a noite, apenas exigia a nossa presença ao lado dele... Já em relação aos alimentos sólidos, começou a comer feijão, uvas, abacate, camarão, e não estranhou... As ervilhas ainda são algo que lhe faz muita confusão...

 

Neste mês, o acontecimento mais importante foi, sem dúvida, o Batizado do Martin, um dia muito escpecial e rodeado de muito Amor do qual eu já falei aqui...

IMG_1357.JPG

E é desta forma que o nosso Pacotinho de Amor vai crescendo, cada vez mais atrevido, curioso e destemido... E o mais interessante desta descoberta é ver o interesse que o Martin tem, por tudo o que o mano faz... Daqui a bem pouco tempo tenho a certeza que vamos ter uma bela dupla...

EFEITOS DA PANDEMIA

Coisas de Mãe

O Martin tinha exactamente 8 meses quando o confinamento começou aqui em França... Foram 2 meses sem sair praticamente, apenas saíamos para as consultas de Pediatra... E mesmo depois do desconfinamento, e uma vez que existia (e existe) um risco elevado da transmissão do vírus, nunca mais fomos às compras com o Gui e o Martin... Se os levamos meia dúzia de vezes ao supermercado/shopping foi muito... 

Tinhamos uma luz que acendia no painel do carro e combinámos com o mecânico deixar o carro e ir buscá-lo no dia seguinte... Como o R. corria o risco de chegar tarde a casa, saí primeiro... Deixei o carro e liguei ao R. para saber se ía demorar, pois tinha o Gui e o Martin sem paciência para estarem à espera... Ainda demorava um bocadinho, por isso hesitei se entrava numa loja ou não...  Incrivelmente, a loja que eu queria entrar estava praticamente vazia, por isso disse ao R. que estaríamos lá à espera dele...

IMG_1345.JPG

Mal entramos na porta, o Martin começou a gritar eufórico com tanta coisa que via... E gritou do princípio ao fim, em todos os corredores, queria apanhar tudo e estava super entusiasmado por estar num espaço assim...  Gritava tanto que o R. nem precisou de ligar para o meu telemóvel para saber exactamente o corredor que estávamos!

É impressionante como esta Pandemia afectou as nossas vidas, tanto que uma simples saída a um supermercado/loja deixa o Martin completamente doido! Os olhinhos do Gui também brilhavam de felicidade, por ter a oportunidade de ter ido a um lugar que já não ía há bastante tempo...