Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

O MARTIN FEZ 16 MESINHOS

O Martin fez 16 mesinhos no passado dia 17... Pesa agora 12 Kg e mede 84,5cm... E está uma verdadeira pestinha! 

 

O grande desafio dele agora é pedir tudo o que não está ao seu alcance, e de preferência que seja proibido... Adora imitar-nos e descobriu que a atividade favorita dele é abrir e fechar gavetas, abrir e fechar armários e, claro, retirar tudo o que está dentro! E se já passava a vida a subir para o sofá, agora quer correr e saltar em cima  dele... 

 

Começou a ter um fascínio por livros, quer subir e descer escadas de pé, com a mão dada, adora brincar com cubos, carros e objectos diferentes... Passa o tempo a testar os seus limites (e os nossos!), por isso tenta trepar para cima de tudo, arrasta as cadeiras, tenta subir para cima delas para chegar à mesa e adora carregar garrafas de água!

 

Está cada vez mais confiante nas suas capacidades e faz questão de demonstrar isso, mas quando as coisas não correm como o esperado, enerva-se, resmunga, atira os objectos/brinquedos ao ar, deita-se no chão e chora alto para mostrar o seu desagrado. Já sabe perfeitamente quais são os comportamentos que não gostamos (por serem perigosos ou errados), e passa o tempo a desafiar-nos e a desobedecer-nos, lançando um sorriso ou um som de como vai fazer algo errado... 

 

Passa a vida a papá e utiliza o "pá" para mostrar qualquer coisa, ou se referir a algum objecto. Tal como o Gui, é tímido fora de casa, mas é capaz de dizer chau a um estranho. Delira com animais (mal os vê começa aos gritos de tão contente que fica), adora passear na rua, adora ir para a ama para brincar com osnoutros meninos, adora que lhe façam cócegas, dancem e cantem com ele! E o mais giro é vê-lo a tentar dançar e cantar também!

 

Ainda não tinha falado nunca, mas o Martin tem uma particularidade muito interessante: não é fascinado por desenhos animados, o que ele gosta mesmo, é de ver publicidade e música na televisão... Até pode estar a fazer qualquer coisa interessante, mas se estiver a dar publicidade ou uma música interessante ele pára tudo e vai a correr para ver o que está a dar!

 

Quanto ao dormir e à alimentação pouco ou nada se alterou, dorme cerca de umas 10 horas por noite (bebé apenas um biberão de leite por dia, quando acorda) e dorme entre 1 a 3 horas depois do almoço... 

 

Esta é umas das fases mais exigente que exige de nós uma atenção redobrada e uma enorme energia, mas é uma das fases mais engraçadas por ser tão rica em descobertas e aprendizagens! E o mais espectacular disto tudo é podermos acompanhar este crescimento.

IMG_20201125_152550_618.jpg

 

AVIZINHA-SE UM NOVO CONFINAMENTO...

Duas semanas depois do recolher obrigatório, entre as 21h e as 6h, em Paris e em mais oito outras regiões, e com a rápida propagação da Pandemia, o Presidente da República - Emmanuel Macron - vai anunciar hoje, às 20h, novas medidas... Um novo confinamento está à vista, embora com medidas mais leves em relação às que tivemos na primeira vaga, de forma a evitar um colapso da economia.

 

Confesso que já estava à espera que isto fosse acontecer porque, a meu ver, as pessoas continuam a não cumprir as medidas mais básicas, como lavar/desinfectar as mãos e o distanciamento social... Sem falar, das superfícies comerciais, das escolas, dos transportes públicos, onde facilmente encontramos aglomerados de pessoas...

E nos hospitais?! Muitos parece que estiveram a "brincar" até agora... Como é possível o pessoal estar mais que em alerta para a possibilidade de uma segunda grande vaga e não se prepararem minimamente, a nível de material/equipamentos/profissionais de saúde contratados e formados?! Por este andar, e contra mim falo, vamos acabar também todos contaminados... 

 

É lamentável como existe um grande número de pessoas que não são capazes de cumprir medidas simples... Nós cá vamos cumprir a nossa parte, embora reconheça que não seja fácil ficarmos tanto tempo confinados em casa... Hoje, com o Gui de férias e o Martin um bocadinho melhor, aproveitamos os raios de sol, para ir dar uma voltinha até ao parque...

IMG_1395.JPG

Vamos lá ver se iremos continuar a poder dar estes passeios ou se ficaremos privados deles...

MAIS DOÇURAS QUE TRAVESSURAS

Actividades para os mais pequenos

O Gui está na segunda semana de férias, as chamadas férias do Dia de Todos os Santos, por isso nos dias em que não trabalho está em casa comigo e com o Martin... Tenho procurado fazer actividades diferentes com ele, sempre que o Martin vai dormir a sesta da tarde, porque com os dois juntos seria uma missão quase impossível, já que o Martin continua na fase de querer experimentar tudo... Era bem capaz de comer tinta, cola e afins... 

 

Com a aproximação do Halloween, achei que seria giro partilhar com vocês algumas ideias simples para esta época do ano, que o Gui fez com a minha ajuda... 

IMG_1389.JPG

Quem sabe se não serve de inspiração para fazer juntamente com os vossos pequeninos!

O PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DO MARTIN 💙

O Martin fez 1 aninho na passada sexta-feira, mas foi no sábado que juntamos a família e os amigos que estão cá e comemoramos esta data da melhor forma possível... 

 

Depois de uma semana com temperaturas amenas e bastante nublada, o dia amanheceu limpo e quente, pelo que pudemos aproveitar melhor o dia...

 

O tema da festa foi escolhido pela madrinha do Martin - Os Ursinhos Carinhosos - um dos desenhos animados favoritos da minha infância... E embora os padrinhos não pudessem estar presentes, o Martin terá uma segunda festinha com eles, assim que chegarmos a Portugal...

 

A decoração ficou, como sempre, da minha responsabilidade e, tal como aconteceu no aniversário do Gui, o bolo foi feito por mim e pelo R.! Fizemos, pela segunda vez, um Bolo de Cake Design... Como toda a gente adorou o bolo do Aniversário do Gui fiz outra vez o bolinho de chocolate branco com côco e lima, e o R. fez comigo a decoração com pasta de açúcar... Mais uma vez, a parte mais complicada foi esticar a pasta de açúcar e colocá-la de forma a cobrir o bolo por completo... Confesso que começamos mesmo mal, e chegamos a pensar que nem iríamos fazer nada de jeito, mas com imaginação conseguimos contornar os nossos obstáculo e conseguimos fazer um bolinho e uns cupcakes bem fofinhos...

IMG_1220.JPG

O Martin estava um bocadinho tímido mas muito feliz com todo aquele ambiente... O Gui simplesmente delirou, principalmente quando teve que abrir as prendas para o mano, e chegou a pensar que aquelas prendinhas todas eram mais para ele do que para o mano, porque segundo ele "o Martin ainda é muito bebé, e as prendas são quase todas para meninos crescidos como ele"... (Eh... Eh... Eh...)

 

O SEGUNDO FILHO

Martin 💙

"O primeiro filho é um furacão, é uma tempestade, um tsunami. Tu não sabes de onde vem aquela força da natureza, perdes a noção do tempo e do espaço.

Com o primeiro filho tens um curso intensivo de ser mãe e família. Aprendes que não se escolhe a hora que se dorme nem a que se acorda, que não há número exato de fraldas utilizadas por dia, que dar colo é bom, mas que cansa.

Também não tens a mínima ideia do que aconteceu com o teu corpo, quando ele vai voltar ao normal e se ele vai voltar ao normal. Não sabes quando as dores e o desconforto do pós-parto vão passar.

Sentes-te perdida nas horas e na rotina da casa, não sabes quanto tempo o primogénito vai dormir em cada sesta, e não sabes por onde começar, se é pela pilha de louça suja, se é pelo pó da casa, se é deitar-se no sofá e atualizar as mensagens do telemóvel, aspirar a casa, tomar banho ou dormir. Enquanto corres como uma barata tonta pela casa, o bebé já acordou e tu sentes-te um fracasso, no meio do caos que está o teu lar.

Sentes-te sozinha e isolada, porque até ali tinhas direito a ir a qualquer lugar, trabalhavas, tinhas os teus almoços com os amigos e os colegas, passeavas na rua sem compromissos urgentes ou casos de vida ou morte... Fazias happy hours, visitavas a família e podias ficar horas com uma amiga ao telefone...

Com o tempo as coisas ficam melhores, e a tua vida entra num tipo de normalidade...

Aí vem o segundo filho e a emoção diz-te que vais surtar, porque passarás  por tudo de novo, e que além de tudo serão dois filhos para gerir...

O segundo filho chega e tu apercebes-te que viraste uma camaleoa, que te adaptaste ao ambiente e à nova vida, por instinto e por necessidade. Depois do primeiro filho, descobres que ganhaste uma pele nova e super poderes.

As inseguranças da primeira viagem ficam guardadas numa mala pela casa. Com o segundo filho já tens pistas do que se trata cada choro... Sabes priorizar o que fazer enquanto dormem e sabes que não precisas de vigiar o bebé 24 horas por dia. Além disso, a dinâmica do casal já está estabelecida, cada um sabe o que pode fazer, sem cobranças, sem nervos à flor da pele. Enfim, tudo fica mais leve!

O primeiro filho foi “A Prova Surpresa”, o segundo filho é o “Trabalho em Grupo”.

No primeiro filho forma-se uma família, no segundo filho forma-se uma equipa coesa.

O primeiro filho faz nascer uma mãe, com direito a todas as dores e delícias, tal e qual a um parto.

O segundo filho nasce para uma mãe, pronta, madura e com um coração ainda maior!"

(Tecto adaptado, autor Ales Rauter)

IMG_20200717_014241_489.jpg

Parabéns ao meu Bonequinho Martin que hoje completa o seu primeiro aniversário... O primeiro de muitos anos incríveis de vida!

Que a vida nos mantenha aos 4 sempre juntinhos!

FELICIDADE ❤️

Já devem ter desconfiado que a nossa vida anda agora a "mil à hora"... Com a ida à Alemanha e o Martin quase, quase, a completar o seu primeiro aniversário, temos andado nos preparativos para o grande dia! E com tanta correria, quebramos a nossa rotina, e o Gui e o Martin têm andado mais felizes do que nunca... 

IMG_1186.JPG

TÃO EU...

Maternidade com Humor

IMG_1181.JPG

Sem tirar nem pôr! Ando assim desde que o início desta Pandemia, porque isto de estar o dia todo em casa com dois pimpolhos, acreditem que não é tarefa fácil...

Quem é mãe vai perceber melhor...

Quem mais se identifica?

COISAS DE MÃE

IMG_1157.JPG

Encontrei esta imagem um dia destes na internet e decidi partilhar aqui, pois é exactamente assim que eu me sinto!

Sabem aquelas pessoas que vemos a passear no shopping com o bebé ao colo, sem nenhum carrinho de bebé?! Depois que fui mãe passei a admirar a coragem e a força dessas pessoas, pois não sei como conseguem fazê-lo... Como é que uma Pessoínha tão pequenina pode ser tão pesada?!

Mais alguém se identifica?!

COISAS DE MÃE

IMG_1153.JPG

Quem concorda também?

TEMOS PICASSO

Estava a mandar uns documentos para a minha irmã, e numa fracção de segundos, olho para o lado e apanho o Martin todo satisfeito a fazer a primeira obra de arte dele: uma pintura na porta do quarto do Gui!!! É óbvio que aproveitei o facto de ter o telemóvel não mão e registar aquele momento...

IMG_20200625_235320_022.jpg

Estava tão concentrado que até parecia que não era a primeira vez que estava a pintar!

Tão pequenino e tão atrevido... Conseguiu apanhar um giz do Gui, que nós mantemos sempre longe dele por detrás do quadro de escrever, e em vez de escrever no quadro preto deu mais uns passos e achou que seria bem mais interessante pintar na porta branca.

É impressionante como ele regista tudo o que o mano faz! Ainda bem que o Gui não viu nada disto, estava super distraído, na sala, a ver televisão... Caso contrário era bem capaz de querer imitar também o mano...

O MARTIN FEZ 11 MESES

E de repente o Martin completou 11 mesinhos no passado dia 17 de Junho... E de repente, o nosso bebé pequenino está quase a completar 1 aninho...

 

Na consulta dos 11 meses, dia em que apanhou as vacinas, ficamos a saber que pesa agora 9kg900gr (um peso que pouco se alterou) e já mede 80cm (segundo a Pediatra, o tamanho de um bebé de 17 meses)! 

 

A sua personalidade está cada vez mais vincada. Detesta que o contrariem, odeia que lhe troquem a fralda, vestir é outra aventura e até para o tirar do banho às vezes grita. Faz cada vez mais birras, e passa o tempo a desafiar-nos para coisas que já sabe que vamos dizer "não"... Aquele bebé que era tão sossegadinho de repente ficou super atrevido!

 

Começou a compreender várias palavras e ordens, e a obedecer a coisas simples. Adora atirar para o ar os brinquedos, e tudo o que apanhar, quanto mais barulho fizer melhor! Adora ouvir música, bater palmas e dançar. Palra cada vez mais, grita super alto (quando está contente, quer alguma coisa ou o Gui o contraria) e dá gargalhadas contagiantes para chamar a atenção. O engraçado é que começa agora a tentar imitar-nos, principalmente o mano.

 

Adora andar de um lado para outro a pé, agarrado às nossas mãos, "gatinha super rápido" mas numa versão "sentada", levantando mais a perna direita como que a dar um impulso, adora andar agarrado às coisas e é demasiado destemido... E embora consiga equilibrar-se sozinho por uns segundos é tão trapalhão que começo a desconfiar que o objetivo dele é aprender a correr antes de andar!

 

É louco pelos brinquedos do Gui (como devem calcular nem sempre o Gui fica contente), por objetos diferentes e novos, comandos de televisão, o aspirador, o forno e a máquina de lavar, e tudo o que seja proibido. Além disso, sempre que tem uma oportunidade procura abrir portas e gavetas para ver o que pode encontrar... 

 

Mostra alguma vergonha e timidez quando está na presença de pessoas estranhas, principalmente se são homens, raramente chora, bastam apenas uns minutinhos para ele perder essa timidez.

 

Quanto à alimentação, neste mês, o Martin começou a comer massa simples, como não estava habituado a ter que mastigar algum tempo, enervava-se pois queria comer rápido e não conseguia. Temos que continuar a experimentar e, da próxima, vai experimentar arroz simples. Continua super curioso com o que nós comemos, e quando quer comer mexe com a boca e faz "nham" "nham" como que a pedir comida, por isso temos aproveitado para ele experimentar alimentos novos. Este mês experimentou cerejas, pêssego, nectarina, meloa e melancia, e o resultado foi sempre positivo! Continua a ter preferência pela fruta e adora experimentar coisas novas.

 

Em relação à amamentação mantém-se: mama uma vez de manhã ao acordar, e umas 2 ou 3 vezes durante a noite.

 

O padrão de sono continua um bocadinho alterado com o Martin a acordar algumas vezes durante a noite de forma descontrolada, acho que a crise da separação ainda não passou... De noite dorme uma média de 10 horas (sem descontar aquele tempo em que acorda para comer) e de dia dorme uma vez, depois do almoço, normalmente 1a 2 horas.

 

Como vêem, agora fica impossível deixar o Martin um segundo sozinho, porque além dele não gostar, também não pára um segundo quieto! Está numa fase cheia de energia e que exige muito de nós porque está sempre a pedir para andarmos com ele de um lado para o outro, como se estivesse a treinar para começar a andar.

 

Agora estamos em contagem decrescente para o grande dia, a primeira festa de Aniversário deste nosso Pacotinho de Amor! 

IMG_20200625_010453_763.jpg

SER MÃE MUDA-TE PARA SEMPRE

"Depois de seres mãe nunca mais serás a mesma. O corpo muda, a vida muda, as prioridades mudam. Passas a amar alguém mais do que a ti própria, sentes que darias a vida por eles sem nem te perguntarem duas vezes. 

Ah!... Passas a entender todas as preocupações da tua Mãe...

Choras com medo de não dar conta e vais ter dias que vais ficar feliz com um simples cocó na fralda...

Acredita, Ser Mãe muda-te para sempre... Mas transforma-te no melhor que podes ser!"

(Autor desconhecido)

IMG_1100.JPG

COISAS DE MÃE

Humor

Não me perguntem o motivo, mas aconteceu-nos exactamente isto tanto no Gui como no Martin...

IMG_1052.PNG

Quem mais concorda?!

SER MÃE ❤️

"Eis o trabalho mais difícil da face da Terra.

Ser mãe é seguir o turno de 24 horas, 7 dias por semana.

É estar acordada quando o resto do mundo dorme. É amamentar na madrugada e ver as luzes das janelas a apagar-se, até que só reste a sua.

Ser mãe é cheirar a leite por vários meses e morrer de saudades de dar o peito, quando o filho desmamar.

Ser mãe é aprender a trocar fraldas no escuro, com direito a passar creme anti-assaduras.

Ser mãe é preparar a primeira sopinha com o maior cuidado do mundo, e levar um cuspe de volta.

Ser mãe é comer comida fria, é ser a última a servir-se, ou mesmo deixar de comer, para dar a sua parte ao filho que necessite.

Ser mãe é querer que o filho se arraste, gatinhe e finalmente consiga andar. E quando ele aprende a correr, sentir saudades do bebezinho que ficava o dia todo no colo.

Ser mãe é nunca mais olhar para um termómetro que marca 37 graus do mesmo jeito. É passar a noite segurando a mão do pequeno, para ter certeza que a febre passou.

Ser mãe é morrer de vontade de chorar ao ver o filho doente e fazer-se de forte e sorrir, para não preocupá-lo.

Ser mãe é acordar cansada, depois de uma noite mal dormida. E apesar disso fazer tudo do mesmo jeito: dar banho, comida, brincar, trabalhar, cuidar da casa, e colocar o filho para dormir.

Ser mãe é perguntar-se quando passará novamente um dia sem ouvir um choro.

Ser mãe é querer viajar sozinha, mas abrir mão disso até ter certeza de que o seu filho ficará bem sem ela. E quando esse dia chegar, contar os dias para receber o abraço da volta.

Ser mãe é exercitar a paciência diariamente. E perdê-la de vez em quando, entre uma crise de birra e outra.

Ser mãe é ouvir do filho as mesmas palavras que lhe ensinou. E perceber que não basta falar, é preciso dar exemplos.

Ser mãe é sentir culpa por querer voltar ao trabalho. Ou largar tudo para cuidar de um filho, e sentir falta de trabalhar fora.

Ser mãe é aprender que, com duas mãos, é possível executar muito mais do que duas tarefas. Atender o telefone, empurrar o carrinho, abrir a porta, escrever um bilhete, e dar a última colherada do prato... São só alguns exemplos das combinações possíveis.

Ah, mas ser mãe também é…

Sentir aquela mãozinha tão pequena e tão forte, que segura o seu dedo como que querendo dizer: “ei, estou aqui, agora não estás sozinha!”.

É poder afagar por alguns anos os cabelos de um pequeno anjo, enquanto ele está sob as suas asas.

É acordar pela manhã com um abraço apertado, como se não se vissem há muitos anos! O mesmo vale para a saída da escola.

Ser mãe é mostrar uma flor ao filho, e reparar na sua beleza, como há tempos não fazia.

Ser mãe é emocionar-se na primeira vez que se vê o filho repartindo o biscoito.

Ser mãe é ter direito de chorar na apresentação da escola, sem que ninguém a estranhe por isso.

Ser mãe é ter a casa cheia de risadas e de gritinhos de felicidade.

É lembrar como se brinca com carrinhos, com bonecas, ao esconde-esconde ou à apanhada.

Ser mãe é adquirir a coragem de fazer o que o seu coração realmente deseja, porque não há mais espaço para covardias dentro de si.

Ser mãe é tentar ser uma pessoa melhor a cada dia porque o seu filho merece uma mãe que se aprimora com o tempo.

Ser mãe é descobrir que o coração é um espaço infinito e que quanto mais se ama, mais amor cabe ali dentro!"

(Texto adaptado de autor desconhecido)

IMG_20200609_001028_946.jpg

 

COISAS DE MÃE

Quem se identifica, que se acuse aqui...

IMG_1066.JPG

IMG_1065.JPG

IMG_1067.JPG

Eh... Eh... Eh...