Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

VACINAÇÃO EM FRANÇA

Covid-19

Quando a França começou a campanha de vacinação, em Dezembro de 2020, choveram críticas na forma como a campanha estava a ser realizada... Eu fui umas dessas pessoas a criticar...  A quantidade de pessoas vacinadas por dia era completamente ridícula e dava a ideia que haviam muitas dúvidas quanto à segurança das mesmas...

 

Felizmente, a estratégia foi mudada rapidamente, de tal forma, que hoje, passados cerca de seis meses, a França encontra-se numa fase que podemos considerar excelente porque só não é vacinado quem não quer! Além da vacinação poder ser feita no médico de família ou numa farmácia, existe um número considerável de centros de vacinação, muitos deles instalados nos centros comerciais, com ou sem marcação, e muitos funcionam mesmo durante os fins-de-semana. 

 

A vacinação está disponível, desde o dia 15 de Junho, para todas as pessoas a partir dos 12 anos. Além disso, desde o dia 3 de Abril, as grávidas podem ser vacinadas a partir do terceiro trimestre de gravidez (com as vacinas ARNm: Comirnaty [Pfizer/BioNtech] et Moderna).

IMG_1929.JPG

Tudo depende de cada um de nós para chegarmos à tão aguardada imunidade de grupo, para isso os especialistas estimam que com a aparição das novas variantes da Covid-19 é necessário vacinar cerca de 80% da população. Só assim é que poderemos parar a propagação desta doença tão contagiosa e mortal, e proteger os mais frágeis que não podem ser vacinados contra esta doença!

SOBRE SALVAR VIDAS ❤️

Vacina contra a Covid-19

Hoje foi dia de vacinação para mim a para o R. ...

Quatro meses depois da primeira vacina contra a Covid-19, e quase quatro meses depois de de ter testado positivo, completei hoje o meu esquema de vacinação! Para quem desconhece, quem testa positivo à Covid-19, depois de uma primeira vacinação, tem que fazer a segunda dose num intervalo superior ao normal, aqui em França é recomendado fazer entre os 2 e os 6 meses (já em Portugal recomendam apenas a partir dos 6 meses após infecção). 

 

Já no caso do R. que testou positivo à Covid-19, em finais de Dezembro, sem ter nenhuma vacina contra a Covid-19, só teve que fazer uma única vacina, completando assim o ciclo de vacinação. Neste caso, o intervalo de espera para esta primeira vacina também é entre 2 a 6 meses depois de ter testado positivo.

 

Com o desconfinamento total à vista, e uma vez que estávamos os dois dentro do período recomendado para sermos vacinados, fomos os dois apanhar a vacina hoje, o que significa que daqui a 15 dias estamos muito mais protegidos contra este maldito vírus que mudou por completo as nossas vidas... Sem falar, que ao estarmos vacinado estaremos também a proteger os outros!

IMG_1880.JPG

Não é a vacina sozinha que vai salvar vidas. O que vai salvar vidas e pode tornar o nosso mundo a ser "normal" e seguro é a imunização em massa. Para isso, é preciso vacinar o maior número possível de pessoas no menor espaço de tempo. Se queremos eliminar o vírus, a sua propagação, o perigo que ele representa e até a sua letalidade, só existe a vacinação. A distanciação social, o uso da máscara e a lavagem das mãos são fundamentais e devem continuar ainda, mas a única solução é a vacina!

E tu, estás disposto a salvar vidas?

A CAMINHO DA IMUNIDADE DE GRUPO

Covid-19 _ França

A vacinação já estava disponível, desde o dia 31 de Maio, para todas as pessoas a partir dos 18 anos, mas desde ontem, passou a ser possível vacinar também os adolescente entre os 12 e os 18 anos.

 

Trata-se de um universo de cerca de três milhões e meio de pessoas. Acredita-se que esta etapa é bastante importante para a imunização e deverá ser realizada antes do início do novo ano escolar, em Setembro. 

 

A vacina utilizada para este grupo será obrigatoriamente a da Pfizer/BioNTech, a única que até ao momento foi autorizada pela Agência Europeia de Medicamentos para essa faixa etária. 

 

Neste caso, a autorização de ambos os pais é obrigatória, devendo um dos pais estar presente durante a injeção. Os adolescentes que estiveram infetados estão por enquanto excluídos. 

 

Apesar do risco de contrair a Covid-19 seja menor, nesta faixa etária, a vacinaçã irá permitir um regresso mais tranquilo às escolas, e limitará os riscos para os profissionais e os alunos vulneráveis.

IMG_1859.JPG

E por aí, quem já foi vacinado?