Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

A PRIMEIRA SEMANA DO GUI NA ESCOLA

Começamos a Escola com uma semana de atraso, e tínhamos muito receio que o Gui fosse penalizado por não ter estado presente na semana de integração... Felizmente tudo parece correr bem e, ao fim de quatro dias de aulas, o Gui já diz que "a escola é mesmo fixe"!

 

Hoje acordou e apenas disse uma vez que não queria ir à escola, desvalorizei aquela frase negativa e disse-lhe que tinha que tomar o pequeno-almoço para não ficar com fome e poder brincar com os novos amigos... A partir dali foi tudo demasiado simples, tão simples que até estranhei tanta vontade para regressar à escola depois de um fim-de-semana de festa cá em casa... Saiu do carro todo contente, pegou na mochila e no seu doudou, e dirigiu-se para escola apressadamente, entrou na sala de aula timidamente sem eu lhe dizer nada e nem olhou se quer para trás para me dizer um "até já"... No final do dia estava todo contente por ter estado na escola a brincar e disse até que amanhã queria ir para a escola outra vez!

 

Parece que o Principezinho Gui está mesmo muito crescido, e se em casa é um verdadeiro pestinha, na escola parece o "Anjinho Gabriel"... (Eh... Eh... Eh...) Agora é torcer para que tudo continue no bom caminho!

 

E por aí, como foi esse início de aulas?

IMG_0282.JPG

 

O PRIMEIRO DIA DE ESCOLA DO GUI

IMG_0248.JPG

O Gui começou a ir à escola uma semana depois desta ter começado, pois estávamos de férias em Portugal e não dava para vir antes... A directora da escola estava informada de tal e, a seu pedido, tinha mesmo entregue uma carta a informar sobre o mesmo...

 

Sabíamos que não ía ser muito bom ele perder a primeira semana de integração, mas à medida que as férias chegavam ao fim íamos explicando ao Gui o motivo dele ir para a escola assim que chegássemos à nossa casa...

 

Ontem foi o tal dia, o dia de começar a ir à escola... Comecei por acordá-lo, e mal abriu os olhos, sem me dizer o seu típico bom-dia, disse-me com um tom amuado que não queria para a escola... Contei-lhe maravilhas sobre a escola, e o motivo dele ter de ir, e deixei-o a reflectir sobre o assunto... Enquanto isso, eu vestia-me e preparava o Martin também... Sempre a resmungar, o Gui lá acabou por vir ter à sala, tomou o pequeno-almoço, coloquei-o prontinho para sair e lá fomos nós em direcção à Escola...

 

Durante o percurso de casa à escola, e por incrível que pareça, o Gui fartou-se de repetir que queria ir para a escola, mas assim que entramos na escola e fomos acompanhados à sala de aula o Gui começou a dizer que queria ficar com a mamã... Fiz-me de forte, tornei a explicar o motivo dele estar ali e prometi-lhe que o iria buscar... Ao fim de umas três tentativas, a Educadora (que não tem o ar mais simpático do mundo) pegou-lhe na mão e acompanhou-o a uma das mesas onde brincavam 3 meninas mais pequeninas... No mesmo instante, o Gui olhou para trás a chorar e a chamar por mim, disse-lhe chau e saí dali no mesmo instante... Confesso que foi duro vê-lo chamar por mim e ignorá-lo...

 

Assim que cheguei ao carro, senti que tinha um "nó na garganta e o coração apertado" só de pensar que ele podia achar que eu o tinha abandonado na "mão de pessoas estranhas"... Tentei abstrair-me daquele momento, fui para casa com o Martin, e durante aquele tempo imaginei todo o percurso que ele estaria a fazer naquele momento...

 

Eram 16h quando fui buscar o Gui, entrei na escola, dirigi-me à sala de aula para fazer fila, onde estavam já outros pais para recuperarem os filhos, e mal me viu desatou a chorar e a chamar por mim... Foram 2 ou 3 minutos ainda na fila, à espera de poder dar um abraço apertado ao meu Principezinho, e assim que ele saiu deu-me o abraço mais apertado e perguntou pelo mano...

 

Fiquei a saber que o dia tinha corrido bem, tinha chorado só quando o deixei, brincou com os alguns meninos da sala, dormiu 1h e meia, mas só almoçou o pão e a fruta... Sabia que o almoço na cantina da escola não lhe iria agradar muito, e dei por mim a reparar que ele não era o único pois haviam imensos país que já levavam com eles um lanche para dar aos filhos assim que eles saíssem da escola.

 

No regresso a casa, o Gui vinha cheio de fome, mas parecia contente, contou-me o que tinha feito durante o dia e fartei-me de rir quando ele me confidenciou que não gostou da comida da escola porque não era boa, pois ele gosta mesmo é de comer carne e arroz, e não tomates e cenouras!

 

Hoje, foi o segundo dia de aulas, acordou com a mesma filosofia de não querer ir, e eu tornei-lhe a contar maravilhas da Escola, e a dizer-lhe que era normal ele agora não gostar mas que com o tempo ía passar a adorar... Lá acabou por mudar de ideias e ceder... Dirigiu-se à escola contente, mas mal chegou à sala de aula queria vir embora.... Hesitou umas 3 vezes, e quando decidiu finalmente entrar, despedi-me de longe e vim embora apressadamente pois ouvi-o a choramingar...

IMG_0247.JPG

Vamos lá ver quantos dias vão ser precisos para ele se integrar, até lá é continuar a torcer para que ele esteja sempre rodeado de pessoas maravilhosas!

 

E por aí, como foi que tudo se passou? Que estratégias utilizaram para tornar esta fase mais fácil? Vá lá, partilhem connosco como foi...

ABERTURA OFICIAL DA ÉPOCA BALNEAR 💙

Com estas temperaturas altas, e com um tempinho agora de "sobra", demos finalmente abertura à nossa época balnear! O Gui ficou super animado e houve quem teve curiosidade e acabou por ganhar coragem para se juntar ao nosso cenário de Verão...(Eh... Eh... Eh...)

  IMG_0096.JPG

 

QUINTAS PEDAGÓGICAS

Se houve algo que queríamos incutir na educação do Gui era o respeito e o gosto pelos animais, por isso sempre quisemos que ele estivesse em contacto com a natureza e os animais.

 

Eu, e o R., como sempre tivemos contacto com animais, custava-me que o Gui não pudesse ter a mesma oportunidade... Os piu-pius, as galinhas, os porcos, os coelhos, as ovelhas, as vacas... No fundo, animais tão comuns na aldeia, mas que a vida na cidade acaba por torná-los numa espécie de animais raros. 

 

Viver na cidade tem estas limitações mas não deixa de ser possível conhecer a vida do campo, com os animais e com as tradições rurais... Por isso, existem inúmeras quintas pedagógicas que tentam satisfazer esta necessidade... Alguns locais são gratuitos, outros há que pagar uma quantia simbólica,  de forma a podermos colaborar na preservação do ambiente e na alimentação dos próprios animais... Em todos eles é possível sentir os sons e os cheiros do campo, passear e ver os animais, e há ainda aqueles em que é possível participar nas atividades da própria quinta: tocar num coelho ou numa cabra; alimentar uma cabra, galinhas ou patos; tocar na lã de uma ovelha; acariciar um burro ou um porquinho... As quintas pedagócias são dos programas mais giros para levar as crianças, pois o contacto com os animais da quinta é sempre motivo de grande felicidade!

 

Quantas crianças devem pensar que o leite nasce no pacote e que a fruta vem dos supermercados?!

 

As primeiras idas a estas quintas, o Gui tinha medo dos animais e nem queria se aproximar, agora que já está mais habituado o mais difícil é mesmo fazê-lo "regressar à cidade"!

IMG_9955.JPG

ÉCOLE MATERNELLE - PARTE 4

Hoje foi o dia tão esperado, o dia em que o Gui foi uma hora para aquela que vai ser a sua Escolinha em Setembro... 

 

A preparação foi básica, começámos por lhe dizer, ontem, que hoje iria conhecer melhor a escolinha, e hoje de manhã tornei a dizer-lhe o que iria fazer... Afinal, trata-se de uma nova etapa que se avizinha, e o Gui já consegue assimilar e perceber muita da informação que lhe é dada, por isso era fundamental que ele estivesse preparado para o que iria fazer... 

 

Desta vez, o Gui mostrou-se pouco receptivo à ideia de voltar à escola, tentei não valorizar aquele sentimento negativo por ele demonstrado e expliquei-lhe que seria muito bom começar a conhecer melhor o lugar onde ele iria brincar com muitos mais meninos...

 

Tal como combinado, chegamos à escola às 9h, o Gui continuava de "pé atrás" com toda aquela situação, mas não reclamou, apenas dava para ver na cara de descontentamento... Eram 6 crianças ao todo que iriam ficar uma hora, repartidas pelas 3 ou 4 salas, misturados com os outros meninos... O Gui foi direccionado para uma sala juntamente com outro menino, eu e a mãe do outro menino fomos até à sala com ele porque ambos não nos queriam deixar... A porta da sala abriu-se, os dois entraram e sem qualquer tipo de despedida a porta tornou a fechar-se para que eles não tivessem muito tempo de correr na nossa direcção... Confesso que, naquele momento, o meu coração ficou um bocadinho despedaçado, senti que o Gui pensou que eu o iria abandonar ali... Felizmente, não estava sozinha nesta "missão", haviam mais 5 mães como eu...

 

Passamos então para uma sala onde preenchemos uns impressos, ao mesmo tempo que partilhávamos algumas informações...  Cerca de uns 15 minutos depois, uma das animadoras dava notícias sobre o comportamento de cada criança... Um dos meninos não aguentou a pressão e acabaram por o trazer à mãe para não o traumatizar.... O Gui, tinha chorado um bocado no início, juntamente com o outro menino, mas tinha acabado por sossegar... O tempo foi passando... Mais duas meninas acabaram por se juntar às mães... Entretanto tinha chegado a hora do recreio, o Gui, o outro menino e mais uma menina, continuaram a seguir os outros e foi nesta altura que pudemos espreitar da janela para o exterior, no tal recreio que onde todos os meninos brincavam juntos...

BDA4C41C-7737-40F0-9BE1-195FFEB94038.jpg

Dava para perceber que o Gui continuava muito tímido, a observar mais os outros...  Tinha a certeza que se ele soubesse que eu estava naquela janela a espreitar como ele se comportava, tinha corrido de imediato na minha direcção...

 

Ficámos, talvez, uns 10 minutinhos ali a olhar para eles... De repente, 1 hora tinha passado... Uma das animadoras foi buscá-los para virem ter connosco, mas mais uma vez o Gui não achou piada ter que dar a mão a mais uma pessoa estranha... Assim que me viu, esboçou o maior sorriso, agarrrou-se a mim e disse-me que queria ir para casa e ficar comigo... Abracei-o, despedi-me das outras duas mães e da educadora, e tornei a explicar ao Gui que aquele lugar ía ser muito bom para ele brincar, aprender e crescer com outros meninos... E que só depois das férias de Verão, em Portugal, é que iria voltar para conhecer melhor aquela que irá ser a sua Escolinha, pois ele agora já era um menino mais crescido... Apesar destas minhas explicações, acho que o Gui não ficou nada convencido! Haver vamos em Setembro...

 

O TERCEIRO ANIVERSÁRIO DO GUI

O Gui completou 3 aninhos no passado dia 6 de Junho, mas a verdadeira festa, e como já vem sendo habitual foi no sábado, mais precisamente no dia de 8 de Junho.

 

Mais uma vez, e como o sol acabou por aparecer, fomos para o Domaine de Chamarande para festejar em grande. Os convidados foram praticamente os mesmos do ano passado, só não puderam estar presentes os Padrinhos do Gui, a Jess e o G.

 

Este ano escolhemos o Tema do Patrulha Pata (como o Gui diz: "da Pata Acção") um dos desenhos animados favoritos do Gui. A decoração foi toda planeada por mim, mas desta vez o bolo não foi feito pelas minhas amigas (pois a Jess não estava presente), por isso eu e a minha irmã mais nova decidimos arriscar tudo e fazer pela primeira vez um Bolo de Cake Design... Diga-se de passagem que o Bolo foi de facto o que nos deu mais trabalho a fazer, mas o resultado final ficou bem acima do esperado! Baseado nos bolos que fui pesquisando na internet, planifiquei como seria o do Gui, a minha irmã escolheu e fez a massa (um bolo de banana, tal como o Gui adora) e na decoração além de mim e da minha irmã, tivemos ainda uma ajudinha especial do namorado da minha irmã e do meu sogro!

 

Mais uma vez, tivemos um dia quase, quase, perfeito... E o mais giro foi ver a euforia do Gui por saber que aquela festa era especialmente para ele! 

IMG_9939.JPG

EU, DEPOIS DE TI 💙

IMG_9927.JPG

"Depois de ti, meu mundo ficou colorido, mudei minha imagem no espelho, agucei todos os meus sentidos.

Depois de ti, desenvolvi muito a empatia, julgo bem menos as pessoas, agradeço mais, peço desculpas, digo Bom Dia.

Depois de ti, até me tornei tolerante, reconheço a beleza das pequenas coisas, consigo parar respirar e esperar mais um instante.


Depois de ti, filho,
Dei valor ao meu redor,
Nao perco mais tempo à toa...
Me tornei outra pessoa,
Ando devagar e bem diferente,
Alguém melhor e mais sorridente."
 
(Glória Brandão de Paula)

PARABÉNS AO MEU PRINCIPEZINHO que hoje completa 3 Aninhos! Que sejas sempre muito Feliz 💙

COLECIONANDO MOMENTOS ❤️

E pelo sexto ano consecutivo, fizemos as malas e partimos rumo à bela cidade de Stuttgart, para umas mini-férias de Páscoa... Foram quatro dias bem aproveitados onde pudemos estar com alguns dos nossos familiares mais próximos e amigos.

 

Com o sol sempre a brilhar e as temperaturas a rondar os 25 graus, tivemos as mini-férias de Páscoa mais quentes de sempre!  Foi uma viagem um bocadinho cansativa mas valeu muito a pena... Foi mesmo bom quebrar a rotina e poder coleccionar bons momentos...

IMG_9730.JPG

BOA PÁSCOA 💙

IMG_9708.JPG

Por aqui, e pelo sexto ano consecutivo vamos passar a Páscoa no mesmo destino... Por isso logo seguimos em direcção ao nosso destino habitual... Prometemos trazer novidades... 

 

Boa Páscoa! ❤️

SOBRE O DIA DE HOJE

A noite passada foi mesmo para esquecer... Já não me lembrava de uma noite passada em "branco"... Infelizmente o Gui dava sinais de estar mesmo doente...

 

Eram 23 horas quando o Gui, já deitado na cama, começou a dizer que lhe doía o ouvido direito... Como ele não é de se queixar rapidamente acreditei naquela dor... Dei-lhe a dose do paracetamol mas a dor continuava... Tentei que ele dormisse sentado no meu colo, não fosse ele teimoso e querer continuar deitado... Choraminga para aqui, choraminga para ali... O R. ainda o tentou convencer para dormir no colo dele sentado, mas ele não queria estar assim... Depois era o calor, a barriga, tudo incomodava o Gui... Demos o nosso melhor... Mas mesmo assim só por volta das 6:30 é que o Gui acalmou, depois do ouvido direito começar a dar sinais de começar a drenar e da segunda toma do paracetamol... Resultado: o R. que também está com uma bela sinusite foi trabalhar em modo Zombie e eu procurei marcar uma consulta para o Gui assim que pude...

 

Felizmente consegui uma vaga para as 12:30, a cerca de 30 km de casa... A médica de família, mais uma vez não estava disponível, por isso lá tive que recorrer ao famoso número do "SOS Médecin"... Desta vez até tivemos sorte em conseguir uma vaga, caso contrário teríamos que ir para um serviço de urgências, já que o Gui não poderia passar mais um noite assim...

 

Eram 10:45 e o Gui já estava acordado, por incrível que pareça até estava bem disposto... Bebeu o leite como de costume, vesti-o, preparei umas coisas para levar e saímos em direcção ao consultório médico... Quase 30 minutos de carro até chegar lá... O pior aconteceu quando estávamos quase a chegar, a pouquíssimos metros... O Gui começa a dizer que tem calor e, nisto, começou a vomitar o leite que tinha bebido! Dá para imaginar o panorama, certo?! A cadeira do carro toda vomitada, o Gui todo vomitado a reclamar que estava sujo, e eu sem saber para que lado me havia de virar... Valeu o bom tempo que estava pois fui obrigada a mudar o Gui de pé, fora do carro, na rua, pois estava vomitado da cabeça aos pés... Benditas toalhitas que serviram para lhe dar quase um banho! Felizmente támbem tinha uma roupa suplente no saco dele caso contrário estava completamente tramada pois o Gui não ía tolerar ficar sujo...

 

Entramos no gabinete eram 12:27, 2 ou 3 minutos mais tarde estavamos a ser atendidos e tínhamos o diagnóstico confirmado: otite bilateral! A partir daqui foi procurar uma farmácia (sim, porque a maioria das farmácias fecha das 12:30 às 14:30) fazer o caminho inverso para casa e esperar que o Gui não voltasse a ter todo aquele mal-estar...

 

Felizmente o Gui mal começou o tratamento ficou cheio de energia, tanta energia que apesar das pouquíssimas horas de sono não pregou olho a tarde toda, muito pelo contrário, estava com as baterias carregadas a 1000!!! Já eu estava completamente arrasada... Sem falar de tudo aquilo que ainda tive que limpar e lavar... 

IMG_7080.JPG

DESCULPEM A AUSÊNCIA...

Desculpem a ausência mas foi tudo por uma boa causa... Estivemos, os três, quinze dias de férias em Portugal, desta vez o Papá R. (como chama carinhosamente o Gui) ficou em França... É claro que não foi fácil deixar o Papá cá, mas mesmo assim, foi bom podermos fazer esta escapadela os 3, para matar algumas das saudades antes do Principezinho 2 nascer...

 

Tentámos aproveitar o máximo que pudemos, visitamos a nossa família e alguns dos nossos amigos, passeamos pelo campo, andamos pela cidade e corremos pela praia... Mas que dias fantásticos que tivemos... Só foi mesmo pena o papá não estar também...

 

Fomos presenteados por dias de sol fantásticos, com algum calor à mistura... Despedimo-nos do Inverno da melhor forma possível... E prometemos que um dia aquele pedacinho de terra tornaria a ser o nosso lar...

 

O Gui andava eufórico com tanta liberdade... E assim que viu a praia correu a reclamar que queria "nadar" na água como fazemos nos dias quentes de Verão... Tentei explicar-lhe que só podíamos ir para a água quando regressassemos nas próximas férias, com mais calor, mas na sua inocência dos dois anos respondia-me sempre que "ali já era o calor"... E claro que para ele estava suficientemente calor, para trás tínhamos deixado os gorros e os casacos de Inverno a que estávamos habituados... Lá acabou por perceber que ir para a água seria complicado, mas mesmo assim delirou com o simples facto da podermos brincar na areia junto à água...

 

As idas ao parque também eram mais interactivas, depressa o Gui percebeu que todas as crianças falavam a mesma língua que ele, e não aquela língua estranha que ele percebe mas teima em não falar... 

 

Aproveitamos ainda para comprar algumas roupinhas super fofinhas para o Principezinho 2, e é claro que o Gui acabou por ganhar alguns presentinhos também...

 

No final, regressamos cansados mas com o coração cheio e uma mala cheia de boas recordações.... Como foi bom podermos recarregar baterias... Agora é aproveitar os dias da melhor forma, pois muitas coisas boas se avizinham antes das próximas férias de Verão! ❤️

339F2B76-8877-4A6A-98FA-020305393278.jpg

BABY BOY OR BABY GIRL?

IMG_9599.JPG

Ontem foi dia de fazermos a ecografia do segundo trimestre, e ficamos a saber o sexo do nosso Baby 2... Depois de tantos palpites, desta vez o nosso feeling estava certo...

 

A ecografia estava marcada para as 15h30min, e nós tínhamos explicado ao Gui que íamos então ver o bebé numa "televisão" e descobrir se ele ía ter um mano ou uma mana para brincar... A hora não era das melhores para ele, por isso, tal como na primeira ecografia, o Gui adormeceu antes de sermos atendidos e só acordou quando estávamos a chegar a casa. 

 

Contamos-lhe então o que iria ser, mas sinceramente não sei até que ponto ele realizou o que lhe dissemos... Faltava agora fazer uma surpresinha gira à família: desvendar finalmente o sexo do nosso Baby 2 de uma maneira original!

 

É óbvio que a surpresa já estava todo ela planeada na minha cabeça, não gostasse eu de fazer surpresas... Há muito que tinha encomendado um balão preto para anunciar a novidade, por isso faltava só saber exactamente como iríamos fazer a surpresa, de forma a que o Gui estivesse 100% de acordo... Tudo dependia do seu estado de espírito...

 

Colocamos um balão da cor do sexo do BABY 2 dentro do balão preto, enchemo-lo e demos um nós, de seguida colocamos uns confetis, e enchemos o balão preto... No início pensei que seria melhor o R. rebentar o balão com a ajuda do Gui, pois ele não seria capaz, mas na hora achei que seria bem mais giro se fosse o Gui a rebentar o balão... Depois de explicarmos ao Gui o que tinha que fazer, ele ficou todo entusiasmado para fazer o que estávamos a pedir... Depois disso, foram preciso apenas uns segundinhos de forma a fazermos uma introdução ao vídeo e o Gui poder finalmente rebentar o balão no berço do BABY 2...

IMG_9606.JPG

Pois é, sempre vem aí um segundo menininho! O nosso feeling esteve sempre certo, e o Gui acabou por ver o seu desejo concretizado, pois dizia que queria um bebé menino... Nós também ficamos com a "vida facilitada" pois desde o início que já tínhamos escolhido o nome do nosso Principezinho 2! 💙

PANQUECAS DE BANANA E AVEIA - PARTE 1

O Gui gosta imenso de panquecas, e eu já andava há alguns dias para experimentar uma receita mais saudável: Panquecas de Banana e Aveia. Decidi então experimentar a receita da minha irmã e, como era de prever, o Gui adorou!

 

E vocês, também gostam de panquecas? Qual a receita que costumam utilizar mais? Vá lá, partilhem aqui comigo para eu poder experimentar também...

 

Os ingredientes destas panquecas partilharei com vocês amanhã!

IMG_9566.JPG

TAL E QUAL

Andámos há cerca de um mês a tentar que o Gui comece aos poucos a deixar as fraldas durante o dia, sem pressões e da forma mais calma pois sentimos que a curiosidade já começa a despertar nele, embora ainda não consiga controlar completamente...

 

Para tornar esta prática mais divertida, até comprámos o pote da Fisher Price, aquele que dá umas músicas sempre que é utilizado... Confesso que pensei que ele ía achar imensa graça e ter mais curiosidade em utilizar o pote, mas na verdade acho que este treino vai demorar... E se às vezes dá "o alerta" que tem a fralda suja, a maior parte das vezes é este o cenário que nos deparámos quando lhe perguntámos se fez chichi ou cocó...

IMG_9546.JPG

E por aí, também acontece o mesmo? Quais os truques que adoptaram para agilizar esta fase? 

COISAS DE MÃE

E ao fim de 33 mesinhos de vida, o Gui começa a ter iniciativa para lavar os dentinhos... É óbvio que primeiro somos nós que o guiamos e depois deixamos que ele fique sozinho mais uns minutinhos só para que ele comece, aos poucos, a ganhar alguma destreza... E são esses minutinhos do dia-a-dia, minutinhos esses simples, que derretem o meu coração de mãe! 💙

IMG_9480.JPG