Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

CONTADO NINGUÉM ACREDITA

O Gui já andava com febre desde sexta-feira, e um bocadinho aborrecido, mesmo assim a festa de Aniversário tinha corrido bem... No domingo, bem no início da tarde, começou a chorar muito e a queixar-se do ouvido direito, levamo-lo ao médico e foi-lhe diagnosticado duas otites, uma em cada ouvido...

 

Entretanto, e à conta disto, comecei a ter alguns sintomas de doença: dores de cabeça, comichão na garganta, tosse seca... Fui ao médico na terça-feira, diagnosticaram-me uma virose, e medicaram-me... Pensei que ficaria por aqui, mas estava enganada...

 

Esta noite às 5h da manhã acordei com a garganta seca e uma dor terrível no ouvido esquerdo... A primeira coisa que pensei foi que tinha uma otite (algo que nem sei se alguma vez tive na vida...)... Liguei para a médica de família para saber se me podia atender, hoje ou amanhã, mas a resposta foi negativa. Como estava em casa com o Gui, esperei que o R. chegasse a casa para ir às urgências, sozinha, do hospital aqui ao lado de casa... Cheguei às urgências por volta das 19h15, fui atendida por volta das 20h e lá confirmei o que calculava: uma otite no ouvido esquerdo! O pior estava para vir...

 

Tinha uma receita médica para comprar um antibiótico em gotas para colocar nos ouvidos... Como saí às 20h e pouco do hospital, as farmácias estavam todas fechadas (é verdade, aqui as farmácias fecham quase todas entre as 19h30 e as 20h), lembrei-me que havia uma farmácia num centro comercial, a uns 10 km daqui, que fechava às 21h, por isso dirigi-me de imediato para lá... O cúmulo, e para o meu azar, os horários de encerramento da tal farmácia tinham mudado para as 20h30, e eu cheguei às 20h32, 3 minutos mais cedo e tinha apanhado a farmácia aberta! 

 

Só me restava a última solução: dirigir-me à Polícia para saber qual era a farmácia que estava de serviço (é verdade, aqui na França quando as farmácias estão fechadas somos obrigados a dirigirmo- nos a uma Esquadra da Polícia com a receita médica e um cartão de identificação para que esta nos informe qual a farmácia que está de serviço, ao mesmo tempo, a polícia avisa o farmacêutico para que este tenha conhecimento). Nem queria acreditar quando coloquei a morada no GPS: 18km para lá chegar (uns 25 minutos de carro), que é como quem diz 36Km no total e 50 minutos para chegar a casa!!! 

 

Confesso que roguei pragas o caminho todo a quem teve a brilhante ideia de fazer esta gestão de farmácias, deve ter sido feita por alguém que nunca precisou de uma a meio da noite porque se pudessem ver o trajeto que eu tive que fazer para lá chegar... Campos e mais campos, que só rezei para o meu carro não avariar ou me furar um pneu, de tal sozinha que me senti naquele maldito percurso. 

 

Cheguei à farmácia eram quase 21h30, não se via uma alma na ruam apenas o farmacêutico estava à minha espera, só com uns 20 cm da porta aberta (pois não podia abrir mais a porta dizia ele que eram as normas por estar sozinho), olhou para a receita e disse-me que não percebia metade do que estava lá escrito e perguntou-me se a médica me tinha explicado a posologia... Disse-lhe que não, e pensei até que ele fosse ligar para o hospital...  Dirigiu-se ao balcão, trouxe a medicação e disse-me que apenas sabia que tinha que deitar 4 a 5 gotas de antibiótico em cada ouvido, e que o resto teria que confirmar com a médica que me atendeu no Serviço de Urgências! Fiquei incrédula a olhar para ele, estava sem paciência para barafustar, por isso peguei no antibiótico, cheguei ao carro, li o folheto do medicamento, e vim directa para casa! Ainda tinha outros longos 25 minutos de estrada pela frente...

 

Só de pensar que perdi mais tempo à procura de uma farmácia que ir às Urgências... E ainda dizem que na "França é que é"... Nota-se...

IMG_8643.JPG

MUDANÇA DE BANCO EM FRANÇA

Depois que mudamos de casa, e de cidade, decidimos mudar também de Banco, por uma questão de distância... Ora o que não imaginávamos era que essa mudança fosse tão longa...

 

Marcamos então com o Banco para fazer o pedido da transferência da nossa conta e, no dia, lá fomos, munidos dos papéis que o banco nos tinha previamente pedido (factura da electricidade, folha de impostos, uma folha de rendimento de cada um de nós e os nossos Cartões de Cidadão)... Mais um dia para assinar todos os papéis... E mais um "bom mesinho", avisou-nos o funcionário do Banco, para que o nosso antigo Banco proceda à transferência para o nosso novo Banco! Nem queria creditar quando ele nos disse isso! O verdadeiro cúmulo da lentidão, diria eu... Não acham?!

 

Se bem me lembro, em Portugal, tudo se faz bem mais rápido, certo?!

IMG_8598.JPG

 

SAUDADE

Amanhã faz uma semana que viemos de umas mini-férias de Portugal... Foram 7 dias tão curtos que mal tive tempo para "repousar" e passar por aqui...  Foi a última viagem que o Gui viajou gratuitamente de avião (já que em Junho completa já 2 anos!Nem me acredito... O tempo voa!), e foi a primeira viagem em que viajamos apenas os dois (pois o R. não tinha mais férias)... Foram 7 dias intensos, 7 dias que me fizeram reflectir ainda mais sobre esta nossa vida longe do nosso país... 

 

Sempre pensei que com o tempo, as saudades do nosso país, se fossem atenuando... Imaginei até que um dia iria dizer, como ouvimos muitos emigrantes, "na França é que é...  Na França não há nada disto, nem nada daquilo...". Mas não...

 

Mais o tempo passa, mais eu vejo que a saudade aumenta... Mais eu vou a Portugal e eu me apercebo que fica mais difícil regressar aqui... Mais eu vejo o Gui crescer, mais eu acredito que ele teria uma infância mais feliz e saudável em Portugal... 

 

Perguntam-me muitas vezes se tenho saudades do meus país, se penso um dia voltar... Como não ter saudades do cheiro e do sol das nossas praias, do campo e das montanhas? Como não ter saudades de passear tranquilamente na minha cidade? Como não ter saudades da nossa comida, das esplanadas dos nossos cafés, das nossas Igrejas, dos nossos Mercados, das nossas Feiras? Como não ter saudades da nossa Família e dos nossos Amigos? Como não ter saudades das jantaradas, das saídas à noite, das festas em família e/ou entre amigos? 

 

É preciso estar longe e sair do nosso cantinho para percebermos a dimensão da palavra saudade! É preciso acreditar que esta é apenas uma fase das nossas vidas, e que um dia, não muito longe do amanhã, iremos regressar sem arrependimentos e aproveitar melhor tudo o que até aqui não dávamos o devido valor... Só quem está longe é que irá perceber, e só quem está longe é que sabe como fica mais difícil cada abraço de despedida...

 

Nunca me arrependi de ter saído de Portugal e, se o tempo voltasse atrás, voltaria a fazê-lo... O facto de sairmos do nosso país dá-nos uma visão melhor do Mundo, dá-nos uma melhor visão do que realmente queremos, e do que é mais importante para nós...

IMG_8594.JPG

A FOIRE DU TRÔNE

IMG_8575.JPG 

A Festa já começou em Março, mas nós só fomos na passada terça-feira (feriado 8 de Maio) à Foire du Trône, e o dia esteve simplesmente sensacional... 

IMG_8570.JPG

IMG_8571.JPG

IMG_8572.JPG

IMG_8573.JPG

Para quem estiver por estes lados, pode ainda aproveitar e dar um pulinho até lá, já que a festa só termina a 27 de Maio! No caso de dúvidas, vejam o site oficial...

INSÓLITO... OU TALVEZ NÃO!

IMG_8564.JPG

Em França existem supermercados low-cost que vendem apenas produtos cuja data de validade está ultrapassada. Sim, é mesmo verdade! A ideia surgiu como forma de combater os centenas de quilos de comida que todos os anos são desperdiçados e podiam ser consumidos.

 

Na realidade, existos uma grande diferença entre "consumir de preferência até..." (em francês, date limite d'utilisation optimale - DLUO) e "consumir até..."( em francês, date limite de consommation - DLC), e muitas pessoas não fazem essa distinção, o que faz com que sigam à risca a data de validade que vem marcada na embalagem sem terem noção que afinal o produto até podia ser consumido.

 

Quando um produto diz “consumir até...” significa que o produto deve ser consumido no maximo até aquela data pois corre o risco de se estragar rapidamente. Esta data está relacionada com a segurança alimentar. De uma forma geral, é utilizada em produtos frescos, como carne embalada, peixe e lacticínios. 

 

Em contrapartida, quando o produto diz “consumir de preferência até…” significa que o produto pode ser consumido depois do prazo indicado, sem risco de intoxicação alimentar. A data indica apenas o prazo que a marca garante a qualidade máxima do seu produto. Normalmente, aplica-se a produtos que podem ser armazenados por muito tempo, como conservas, especiarias, produtos de higiene, entre outros.

 

São estes últimos produtos que a França comercializa pois a lei existe para que os comerciantes possam vender estes produtos. Só para terem uma ideia, os comerciantes afirmam que as latas de conserva podem ser consumidas 5 anos depois da data, as bebidas 2 anos depois, as bolachas e os chocolates 3 anos depois! Dizem eles que não existe nenhum perigo para a saúde, apenas poderá haver uma alteração na qualidade nutricional e gustativa! Uma  alternativa para quem quer poupar na carteira e, sobretudo, ajuda a evitar o desperdício e poupa o ambiente.

 

Pessoalmente, nunca fui a nenhum supermercado destes, e confesso até que me faz uma certa confusão, principalmente quando penso que também são comercializamos produtos para bebés e crianças!

 

Por isso, se vierem até aqui não fiquem espantados se encontrarem uma loja destas!

A PLANTA DA FELICIDADE

Ofercer um Muguet, no dia 1 de Maio, significa que desejamos felicidade e sorte à pessoa, durante todo o ano. 

 

Hoje é dia disso mesmo, é dia de oferecer aos amigos e familiares um Ramo de Muguet! 

 

Eu recebi este hoje, no meu local de trabalho, e estou aqui para partilhar com vocês! 💙

IMG_8552.JPG

CONQUISTAMOS A NOSSA VIZINHA

Hoje o Gui acordou cedinho, como está calorzinho, abrimos a porta da sala e fomos até ao jardim... No mesmo instante, apareceu a Gata do vizinho... Como sempre, manteve-se de longe, sempre com receio do Gui... Uns minutos depois decidiu ir embora...


Estávamos a tomar o pequeno-almoço e a Gata apareceu na porta da sala, mas mal o Gui a viu correu em direcção desta e ela correu assustada... Levantei-me, chamei por ela, mas ela hesitou (como sempre o fez)... Mas no mesmo segundo mudou de ideias, olhou para mim, aproximou-se da vedação e deixou acariciar-se por mim e pelo Gui!  Pensei que ficasse por ali, mas não... Assim que dei dois passos para trás, para acabar o pequeno-almoço, saltou para dentro do nosso jardim e juntou-se a nós, num gesto de amizade e como que a dizer "confio em vocês"! 

 

Nunca pensei que a Gata fosse conquistar a nossa confiança tão rápido! Corri para o quarto, peguei no telemóvel e vim registrar este doce momento. Nem imaginam como foi bom, o Gui transbordava tanto de ALEGRIA que nem sabia como reagir!

 

Que bom que foi fazermos amizade com a nossa "Melhor Vizinha", agora só falta saber se o "proprietário" não se importa desta nossa amizade...


Mais um momento simples que nos deixou de coração cheio!

 

(P.S. - Afinal a Maria tinha razão quando comentou o post...)

IMG_8516.JPG 

AMESTERDÃO EM 2 DIAS

IMG_8484.JPG

Hoje partilho com vocês um bocadinho da viagem que fizemos em Dezembro, a Amsterdão, a capital dos Países Baixos, mais conhecido por Holanda.

 

Andavamos curiosos por visitar esta cidade, por isso programamos a viagem e partimos de carro num fim-de-semana de Inverno, onde apanhamos  muito frio e muita neve... 

IMG_8465.JPG 

Inscrita na lista do Património da Unesco, Amesterdão é uma pequena jóia que brilha entre canais. Quem é que nunca viu um postal desta cidade? A cidade possui mais de 100 km de canais, cerca de 90 ilhas e 1500 pontes, por isso fica fácil tirar uma foto ao pé de uma ponte! Para quem quiser conhecer a cidade de barco, existem vários tours organizados pelos canais da capital. Além disto, Amesterdão possui cerca de 700 edifícios do século XVIII e é conhecida por uma das cidades mais bem conservadas da Europa. 

IMG_8489.JPG

Colorida, peculiar e cheia de charme, está alinhada com os edifícios, com os canais e a visão constante de bicicletas a passar. Aqui o som dos carros desaparece e é substituído pelo som das bicicletas a passar e as campainhas a tocar... 

IMG_8495.JPG

Mas Amesterdão também tem as características de uma metrópole... A cidade das bicicletas também é conhecida pela droga, pelas prostitutas do Red District, pelas suas coffee shops, pelo letreiro I AMsterdam, e pela sua enorme riqueza cultural (a casa de Anne Frank, o Museu Van Gogh, entre outros).

IMG_8500.JPG 

Apesar de ter muitas atrações, a cidade é pequena, e a maior parte delas estão concentradas, por isso pode-se conhecer a cidade a pé ou de bicicleta.

 

Nós conhecemos a cidade a pé até porque com as tralhas do Gui não ía ser fácil fazermos a visita de bicicleta, e apesar do frio que apanhamos, gostamos muito pois conseguimos explorar os cantinhos mais importantes.

 

Vimos várias lojas peculiares, cabeleireiros que ao mesmo tempo eram cafés, sapateiros, lojas com manequins antigos desmembrados, cafés antigos todos em madeira, cafés recentes, lojas de velharias atulhadas, galerias minúsculas, e tantas outras coisas...

IMG_8499.JPG

  

 A CASA DE ANNE FRANCK

Um local que nos faz reviver o passado e nos faz pensar no presente... Aqui visitamos a casa e o "anexo secreto" onde Anne Frank e a sua família se esconderam durante dois anos no holocausto. Um espaço escuro e quase sem ar, onde a família viveu num tremendo silêncio, antes de serem presos pelos nazistas e enviados para os Campos de Concentração. Apenas Otto Frank, o pai de Anne, sobreviveu! O local atrai anualmente mais de um milhão de visitantes, por isso o melhor é comprar o bilhete com antecedência no site oficial, pois as filas costumam ser imensas. 

IMG_8483.JPG

  

O PALÁCIO REAL

IMG_8487.JPG

Inicialmente era a Câmara Municipal de Amesterdão, hoje em dia é um dos palácios reais, usado para vários eventos estaduais. O edifício demonstra uma grande riqueza exterior e, para quem tiver oportunidade, pode fazer uma visita ao seu interior.

  

RED LIGHT DISTRICT 

O lado mais selvagem de Amesterdão, o famoso Bairro da Luz Vermelha. No passado, esta era uma das ruas mais perigosas da cidade, onde os marinheiros encontravam a diversão local. Hoje em dia, em vez de bares sombrios, encontram-se animados e acolhedores bares e pubs holandeses, bem como as famosas "montras ao vivo"... Vale a pena a passagem!

IMG_8470.JPG

 

I AMsterdam

A famosa estrutura de letras gigantes está situada junto ao museu Rijksmuseum, é claro que a passagem por este local é obrigatório, é o ícone da cidade, onde todos fotografam e são fotografados!

IMG_8467.JPG

IMG_8466.JPG

IMG_8498.JPG

 

Confesso que dois dias foram muito curtos para tudo o que a cidade tinha para oferecer, mas mesmo assim foi o suficiente para descobrir o encanto que a cidade oferece!

IMG_8501.JPG 

PRIMAVERA COM CHEIRO A VERÃO

IMG_8451.JPG

Parece que também vamos ter direito a um cheirinho de Verão antecipado... Pois é, a partir de amanhã, e até ao final da semana, os meteorologistas confirmaram a chegada do bom tempo, com temperaturas acima do normal para a época do ano em questão  (prevêem-se 27 graus aqui na Île de France).

 

Vamos lá ver se as previsões não falham já que esta semana só não vou trabalhar na quinta e na sexta, e sempre que estou em casa o sol teima em se esconder!

 

Em contrapartida, e para quem sofre de problemas respiratórios, as notícias não são as mais favoráveis, já que este calor repentino faz aumentar exponencialmente os níveis de pólen no ar a níveis catastróficos! A pensar nisso, e de forma a diminuir as reacções alérgicas, a direcção geral de saúde aconselha a:

- lavar os cabelos no final do dia;

- abrir as janelas de casa antes e depois do pôr do sol;

- não secar a roupa no exterior;

- fazer uma lavagem nasal com água do mar uma vez por dia;

- e, se necessário, consultar o médico para este prescrever anti-histamínicos.

 

Aqui ficam estas dicas para quem estiver por estes lados e quiser aproveitar o calor da melhor forma! 

A MINHA MELHOR VIZINHA

Quase dois meses depois de nos mudarmos de cidade, já consegui eleger a nossa melhor melhor vizinha...

IMG_8421.JPG

... A gata do meu vizinho da frente! De vez enquando lá vem ela toda charmosa fazer-nos uma visita ao nosso jardim ou à janela da sala... Mas assim que vê o Gui todo eufórico a correr na sua direcção, fica assustada e desiste da ideia de se aproximar mais um bocado! Vamos ter paciência e acreditar que aos poucos ela irá perder o medo do Gui e começar a passar umas horitas mais no nosso jardim.

 

Já agora, e a título de curiosidade, sabiam que aqui as pessoas não chamam os gatos da mesma forma que nós fazemos em Portugal?! O tão famoso "piss-piss-piss" (é complicado explicar por letras) não existe aqui, basicamente o gato é chamado da mesma maneira que nós chamamos um cão! Da primeira vez que vi a gata a aproximar-se da janela, comecei a chamá-la, com o mesmo som que fazia em Portugal, e ela ignorou-me completamente... Foi aí que o R. me explicou que aqui esse som dificilmente "funcionava" já que os gatos não estão habituados! É caso para dizer, que até a linguagem dos humanos para os gatos não é universal!

SOBRE O FIM-DE-SEMANA DE PÁSCOA...

Pelo quinto ano consecutivo passamos a Páscoa na Alemanha...

Mas desta vez foi diferente...

Foi tão bom ver a ALEGRIA do Gui...

Como ele adora estar rodeado de pessoas queridas...

Foram 3 dias que mais pareceram 3 semanas de desenvolvimento...

Foi impressionante como o Gui cresceu...

O lado menos bom disto tudo, foi a hora da partida...

Foi de partir o coração...

Tão pequenino, mas já percebeu que a hora da despedida dói,

e dói muito...

A partir de agora vai ficar ainda mais difícil

a hora de dizer "vamos até ali mas voltamos já"...

IMG_8394.JPG

CONTADO NINGUÉM ACREDITA

IMG_8357.JPG

Finalmente chegaram por aqui os oregãos em folhas e o alecrim (em francês, romarin)! Pode parecer mentira, mas estas especiarias não existiam simplesmente nos supermercados daqui.

 

Ora nós, consumidores de oregãos, víamo-nos obrigados a trazer sempre uns 2 ou 3 fresquinhos connosco, cada vez que íamos a Portugal. Nem consigo compreender como é que eles não tinham estas ervas aromáticas, de qualquer forma agora já sabemos que, pelo menos, no Lidl vamos encontrar o que tanto procurámos quando chegámos aqui! 

 

"Novidades"... Dizem eles por aqui! (até me deu vontade de rir quando vi esta placa!!!)

O MEU SUPER PAI

Somente os Melhores Pais se transformam em Super-Avôs,

como TU!

E é por seres assim,

tão genuíno e tão generoso,

 que és o meu Ídolo Favorito!

 

FELIZ DIA A TODOS OS SUPER PAIS

(não esquecendo o R., o Super Pai do Gui 💙)

IMG_8289.JPG

ALTERAR A MORADA NO CARTÃO DE CIDADÃO - PARTE 2

IMG_8272.JPG

Lembram-se do post que fiz sobre a "alteração da morada no Cartão de Cidadão"? Pois é, depois de descobrir que podia comprar o bendito leitor de cartões, pedi à minha mãe para comprar um e trazer-nos quando viesse cá em Fevereiro, pois teríamos que mudar novamente as nossas moradas... E assim foi, a minha mãe lá me comprou o aparelho, por cerca de 20 euros, e eu estava toda entusiasmada pois ía mudar não só as nossas moradas, como a morada do Gui (uma vez que da última vez não tinha encontrado os códigos do cartão de cidadão dele).

 

Assim que nos mudámos, fomos então ao site do Portal do Cidadão, que por sinal não é nada evidente e prático, criamos a dita Chave Móvel Digital (CMD) e, com os PIN's de autenticação do Cartão de Cidadão, fizemos os pedidos para alterarmos a nossa morada. O problema é que tudo isto correu bem para mim e para o R., já para o Gui, como tem menos de 16 anos, não foi possível fazer nenhuma alteração online pois simplesmente o sistema não deixa, a alteração tem que ser feita presencial num Balcão ou num Consulado, sendo que para isso é necessário:

- a apresentação do Cartão de Cidadão; 

- o acompanhamento de um maior (de preferência, pai ou mãe) identificado com Bilhete de Identidade, Cartão de Cidadão, Autorização/Título de Residência ou documento de inscrição no Consulado.

 

Ficamos parvos com esta situação! Como é possível não conseguirmos fazermos a alteração da morada do nosso filho, via online?! Não deveria o Cartão de Cidadão de uma criança estar conectado a pelo menos um dos Cartões de Cidadão (da mãe ou do pai) de forma a que possamos fazer também esta alteração simultaneamente?! 

 

Com isto, o Gui continua com uma morada totalmente diferente da nossa, com uma morada que já não faz parte das nossas vidas... Ir ao Consulado de Portugal a Paris está totalmente fora de questão... E com tantos entraves, lá teremos que continuar com a esta situação irregular, só vamos fazer esta alteração da próxima vez que formos a Portugal!

CONTADO NINGUÉM ACREDITA!!!

IMG_8250.JPG

Se há pessoa que atrai azar e problemas, essa pessoa sou eu... E quando tudo parece estar mais ou menos a ir normal, lá aparece mais um problema para resolver... Mais uma "dor de cabeça para tratar"...

 

Desta vez foi com o carro que legalizamos há cerca de um ano... O carro precisava de ir à inspecção (em francês, contrôle technique) antes do dia 20 de Fevereiro, como íamos mudar de casa, e o ano passado o centro de inspecções tinha registado uma pequena série de anomalias, marcámos uma revisão no mecânico com uma certa antecedência, mais precisamente no dia 2 de Fevereiro... No dia, o Mecânico disse que ele próprio podia levar o carro à Inspecção, e por uma questão de comodidade, acabamos por achar que a ideia até era boa... Até aqui tudo normal... 

 

No final do dia um dos funcionários da oficina liga a informar que o carro estava pronto mas a Inspecção não estava feita porque havia um erro no livrete do carro (a chamada "carte grise") que impedia de fazer a inspecção ao carro... O carro estava registado como sendo uma AUTOCARAVANA!!! O funcionário não quis adiantar mais nada, mas como eu tinha em casa umas fotocópias dos documentos do carro percebi rapidamente onde estava o erro... O erro estava basicamente na "categoria do veículo" que tinha sido registada, no documento emitido pela Peugeot a categoria referia "N1", e ao legalizarem o carro colocaram no livrete "M1"!!!! Quando chegamos à oficina dissemos ao funcionário que já sabíamos onde estava o problema, o qual confirmou e disse-nos para não nos preocuparmos pois bastava ir às Finanças para eles assumirem o erro que eles tinham cometido e emitirem um novo livrete. Tudo parecia simples...

 

O cúmulo é que a secção das Finanças responsável por fazer isto tinha deixado de funcionar definitivamente, e o pedido agora tinha que ser feito online... No dia seguinte, fui então ao site e fiz a reclamação, explicando que precisávamos do novo livrete do carro antes do dia 20 de Fevereiro para podermos fazer a inspecção ao carro... Os dias passaram e a resposta não aparecia, mudamos de casa, tornei a ir ao site reclamar pela demora na resposta, e aproveitei para informar que tínhamos alterado de morada... Liguei para os números telefónicos, que apareciam no site, mas até estes de nada serviam, ou estavam fora de serviço ou basicamente o atendedor de chamadas acabava por dizer que o problema só podia ser resolvido através do site.

 

Só um mês depois, exactamente no dia 3 de Março é que recebi um email a informar que tinham recepcionado o meu email e que iria ser tratado brevemente... Falta agora saber quantos dias mais vamos ter que esperar para vermos resolvido este "erro de visão"... Até lá é esperar que a polícia não nos mande parar e se lembre de nos multar!

 

É caso para dizer, que não é só em Portugal que os problemas existem! Por isso, se um dia forem legalizar um carro, não façam como nós, confirmem sempre todos os dados no novo livrete do carro, não vão ter o azar de encontrar uma "funcionária míope" como a nossa...