Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

COISAS DE MÃE

Há uns dias para cá o Gui parece que decidiu querer imitar-me nas tarefas domésticas, e se sempre foi muito preocupado em deitar o lixo no caixote de lixo, agora quando vê qualquer coisa suja vai a correr buscar o "paninho azul" para limpar...

IMG_8963.JPG

A primeira vez que o vi fazer isso pensei que fosse um acto isolado, mas pelos visto não... Vamos rezar para que este gesto não fique um dia esquecido!

O SEGUNDO ANIVERSÁRIO DO GUI

IMG_8613.JPG

O segundo Aniversário do Gui foi ainda mais surpreendente e emocionante que o primeiro... A data foi festejada no passado sábado, dia 9 de Junho, exactamente no mesmo local que o ano passado: no Domaine de Chamarande.

 

Este ano escolhemos o Mickey para o tema da festa, uma das figuras favoritas do Gui. O dia não podia ter sido mais perfeito: sol, calor, família e amigos que são mais que família... Vieram tantas pessoas queridas de longe que acho que o Gui nem teve tempo de assimilar tanta informação...

 

Para além dos convidados presentes no ano passado (incluindo os meus pais e a minha irmã mais nova), vieram o namorado da minha irmã, os meus sogros, a Ama do Gui e 4 CONVIDADOS SURPRESA: os padrinhos do Gui e os 2 filhotes (que é como quem diz: os nossos Super Amigos, a Família do Coração)! Digo convidados surpresa porque, juntamente com os nossos amigos e familiares, fizeram-nos uma verdadeira surpresa ao aparecerem os 4 no local da festa quando nos preparávamos para almoçar...

 

Imaginem o que é estar longe do vosso país, planearem uma festa num Parque público, e de repente começarem a ouvir vozes familiares a chamarem por vós... Foi exactamente assim que fomos surpreendidos... Nem queríamos acreditar quando vimos os Padrinhos do Gui, o P. e a I. a correrem na nossa direcção... Foi mesmo muito, muito, muito, BOM! Escusado será dizer que houve "baba e ranho" da minha parte, não fosse eu uma "chorona" (eu juro que não consigo ser diferente, é mais forte do que eu...)... 

 

Mais uma vez, houveram camisolas iguais para todos os presentes (ideia da minha irmã mais nova que andou a organizar essa parte) e houve um super bolo do Mickey feito pelos nosso Amigos (tal como aconteceu o ano passado). Eram 20h quando viemos embora, de coração cheio....

 

Um dia perfeito repleto de emoções maravilhosas que ficará para sempre guardado na nossa memória e nos nossos corações! ❤️

IMG_8638.JPG 

O GUI FEZ 2 ANOS

Dá para acreditar que o Gui já tem dois ano?! Pois é, fez 2 anos no passado dia 6 de Junho, e hoje partilho aqui com vocês as mudanças ocorridas durante estes últimos 6 meses (já que o último post foi escrito quando fez 18 meses), já a verdadeira festa de Aniversário falarei dela no próximo post.

O Gui continua bastante crescido: mede 92cm, pesa 13Kg700gr e tem 18 dentinhos. Está numa das fases mais engraçadas mas, ao mesmo tempo, mais trabalhosa já que  as birras são o "prato principal do dia" pois quer demonstrar que já sabe o que quer e que pode mandar. 

 

Está cada vez mais confiante nas suas capacidades físicas, mas ainda não compreende bem os seus limites, por isso temos que estar sempre atrás dele  pois gosta de arriscar e aventurar-se.

 

Adora correr, e está cada vez mais rápido, e o mais engraçado é que ele tem noção disso, por isso desafia-nos imensas vezes correndo na direção oposta a nós. Descobriu que os escorregas são super divertidos, tem um fascínio por subir e trepar objetos (a imaginação dele é muito fértil daí que a nossa atenção tem que estar mais que redobrada), gosta de subir e descer móveis  (sofás, cadeiras…) sem ajuda, consegue subir e descer escadas agarrado ao corrimão, adora dançar, ver desenhos animados com música, pintar, construir legos e castelos. 

 

Nestes 6 meses, o vocabulário sofreu bastantes alterações: sabe identificar uma série de objectos e imagens quando os nomeamos, conhece os nomes das pessoas mais familiares (amigos e familiares) e é capaz de reter o nome das pessoas quando as vê pela primeira vez, conhece todos as partes do corpo, cumpre instruções simples, aponta para as imagens de um livro, e diz uma série de palavras... Ainda não é capaz de construir frases e reconheço que o número de palavras que o Gui utiliza não é imenso, mesmo assim acho perfeitamente natural já que está a aprender duas línguas em simultâneo (português e francês), e é em português que ele se exprime sempre.

 

O Gui continua a ter uma adoração por animais, principalmente por gatos, patos e pintaínhos (o seu animal favorito continua a ser o gato); adora passear ao ar livre; gosta de andar à chuva; adora estar rodeado de pessoas; receber amigos e família em casa; adora que brinquem, dancem e sorriam para ele; continua a ter um fascínio por comandos e chaves, adora carros de brincar e "carros a sério", e gosta imenso de ir passar férias a Portugal (sempre que vamos a Portugal lembra-se de muitas coisas e das pessoas que lá estão...).

 

E agora o que o Gui não gosta?! Não gosta de adormecer (é quase sempre uma grande luta), não gosta de dormir muito, não gosta que o contrariem, não gosta de estar em espaços fechados, não gosta de ser o centro das atenções, não gosta de dar beijos (só dá mesmo quando quer, por isso nem adianta pedir muito) e não gosta nada de estar doente.

 

Quanto à alimentação, confesso que pouco se alterou já que o Gui não gosta muito de inovar nem de experimentar novidades, por isso, a introdução de alimentos diferentes e texturas diferentes tem que ser feita muito lentamente para ele se poder adaptar. O leitinho, esse continua a ser o seu amigo durante a noite: um biberão por volta da 1hora da manhã e um segundo perto da hora de acordar.

 

E é desta forma que o nosso Principezinho vaí crescendo... Só queria que o tempo não passasse tão rápido, quem me dera que o tempo pudesse passar mais devagar... É tão bom chegar a casa do trabalho, abrir a porta de casa e ver o Gui correr na minha direcção a chamar por mim, "Mamã, mamã", só para me dar um grande abraço de saudade... 💙

IMG_8607.JPG

COISAS DE MÃE

Há uns meses para cá, o Gui tem o vício de fazer xixi no chao sempre que o despimos para ir para o banho... Até já tínhamos comprado o "pote" todo "XPTO" para ver se ele começava a ter interesse em fazer xixi lá, mas de nada serviu... De nada servia dizer-lhe que estava errado... A alegria dele era fazer xixi no chão...

 

Hoje foi um bocadinho diferente... O Gui já estava todo entusiasmado para fazer xixi, tal como de costume, tentamos que ele não o fizesse no chão... DIssemos-lhe que seria mais giro fazer xixi no pote... Sem contarmos, o Gui lá aceita, faz um esforço, e ao fim de uns 30 segundos, lá fez ele, pela primeira vez, xixi no pote! 

 

Escusado será dizer que ficamos ambos entusiasmados, e aproveitei até para registar esse momento! É caso para se dizer... O Orgulho de Mãe não tem mesmo limites!!! ❤️

IMG_8612.JPG

DOIS ANOS DE GUI ❤️

IMG_8607.JPG

"Você pode fazer mestrado, doutorado e até pós doutoramento.

Dar a volta ao mundo,

conhecer os 7 mares,

ir para a Lua e até para Marte.

Você pode ser incrivelmente bem sucedida

e falar todas as línguas inclusive a dos anjos.

Pode ter amigos incríveis e pais magníficos.

Pode saltar de asa-delta e nadar com golfinhos.

Sim, você pode até ter o apartamento dos sonhos

e a tão sonhada casa na praia pé na areia.

Pode ter o carro mais luxuoso do planeta

e conhecer as melhores pessoas do mundo...


Mas a experiência de ter alguém para chamar de filho,

de se doar para deixar de herança para o planeta

um ser humano bacana

é ao mesmo tempo uma das coisas mais comuns desde que o mundo é mundo,

mas é também a mais incrivelmente transformadora!


É, ainda não inventaram nada mais extraordinário do que ter filhos."

❤️

(Testo @maeforadacaixa)

COM AMOR ❤️

Nunca mais me lembrei de contar um dos episódios mais doces das nossas vidas... Lembram-se de vos falar que o Gui tinha um doudou inseparável e raro? Pois é, tanto que procuramos que acabamos por encontrá-lo na internet, num site alemão, um doudou gémeo. Ficamos tão entusiasmados que a minha irmã decidiu oferecer-lhe (já que a original tinha também sido oferecido por ela)...

 

Estávamos ansiosos por ver a reacção do Gui, até que esse dia aconteceu, exactamente quando os meus pais e a minha irmã vieram cá, para festejarmos juntos o aniversário do meu Pai... 

 

Foi a reacção mais eufórica e emotiva que o Gui alguma vez tinha feito ao abrir uma prenda, tão incrível, que mal viu a foca, a preocupação dele foi procurar pela foca original, para ver se tinha mesmo duas focas agora! Hei-de lembrar-me, para sempre daquele dia, nunca imaginei que a reacção do Gui fosse tão ternurenta...  Apenas consegui filmar uns minutinhos, os suficientes para que ficassem registados no nosso álbum de memórias...

IMG_8542.JPG

Mas apesar desta alegria toda, o Gui nunca se deixou enganar pela nova foca doudou, a antiga continua a ser a sua predilecta e insubstituível para dormir e levá-la a todo o lado! Sempre pensei que o iríamos conseguir enganar com uma segunda foquinha, mas não há quem consiga enganar o coração dele!

A PRIMEIRA IDA AO DENTISTA

O Gui sempre nos acompanhou nas nossas consultas ao dentista, sempre muito curioso e à vontade, o que nunca tinha acontecido era ele passar para o papel de paciente e sentar-se na dita cadeira...

 

Há uns dias atrás, é sem programarmos, o tal dia chegou, depois do R. e eu termos feito a nossa consulta, e do Gui mostrar bastante interesse em sentar-se na cadeira da dentista, a dentista aproveitou o momento para o Gui fazer a sua primeira consulta...

 

Pensamos que iria achar piada ao facto de estar também sentado na cadeira da dentista, mas mal percebeu que ía fazer o mesmo que os papás, ficou com receio e mostrou de imediato o seu desagrado. Escusado será dizer que ninguém o forçou a nada, procuramos que fosse algo natural, até porque a primeira ida ao dentista deve ser um momento tranquilo e de confiança. O importante é que ele se vá habituando e perceba que a ida ao dentista não é nenhum "bicho de sete cabeças"!

IMG_8518.JPG

DOUDOU INSEPARÁVEL

IMG_8079.JPG

Para quem não sabe, um doudou é um peluche para bebés, geralmente de forma plana, com uma textura muito suave, que tem por objetivo acompanhar o bebé, tanto de dia como de noite, de forma a que a criança se sinta segura, possa descansar e acalmar-se em situações que lhe provocam mais "stress". O facto do peluche ter o cheiro da casa, da mãe e do pai, faz com que este se torne muitas vezes inseparável do bebé.

 

Quando o Gui nasceu, nunca pensei que isto fosse funcionar com ele, até porque ele tinha uma meia dúzia de "doudous" e não havia nenhuma ligação especial com nenhum deles... O Gui foi crescendo, o tempo foi passando, mais doudous lhe iam oferecendo... Pouco depois de ter completado 1 aninho, as coisas começaram a mudar, o Gui já começava a ter preferência por um doudou, e fazia questão de o levar para todo o lado... Não sei como isto aconteceu e como ele o escolheu, mas o que é certo é que foi logo escolher o doudou mais difícil de encontrar: um doudou que a minha irmã mais nova lhe deu quando ele tinha 9 meses. O problema é que este doudou foi comprado na Alemanha e, por sinal, tratava-se de uma edição limitada! Agora imaginem o que é ter um doudou que é uma foca branca e que parecer ser quase única no mundo! O Gui é tão louco por esta foca que um dia se tivermos o azar de a perder não sei o que vamos fazer. 

 

Já tentei que ele trocasse de doudou, já lhe comprei outros, já lhe ofereceram outros ainda mais interessantes e fofinhos, mas não há nenhum que o consiga convencer... A Foca será sempre o seu doudou de eleição!

 

Estes dias, uma amiga que está na Alemanha encontrou um doudou semelhante, da mesma marca e com o mesmo material... Não é uma foca, mas mesmo assim vamos arriscar e ver se conseguimos que o Gui consiga ficar inseparável desde doudou também... Se assim fôr, vou ter que comprar mais dois exemplares para evitar que isto me torne a acontecer. Agora só faltam os meus pais virem cá em meados de Fevereiro e trazerem o novo doudou do Gui, confesso que estou ansiosa por ver a reação do Gui... Se realmente funcionar a nossa amiga V. salvou-nos de um futuro problema...

IMG_8081.JPG

E por aí, tiveram algum problema semelhante? 

O GUI FEZ 18 MESES

O Gui fez 18 meses na passada quarta-feira... É verdade, 1 ano e meio!!! Dá para acreditar? 

 

Entrou na fase de aperfeiçoar tudo o que aprendeu até aqui... Começou a andar rápido e a correr, tem tanto orgulho nisso que fá-lo sempre com o maior sorriso (é claro que nem sempre corre bem, pois ainda tropeça com facilidade)! Volta e meia lá está ele a fazer uma nova habilidade com o seu corpo, é mesmo impressionante como ele descobre sozinho formas de mover o corpo.

 

Continua a adorar pendurar-se nos móveis, começou a dar pontapés na bola (mas é ainda é uma tarefa que exige muita destreza), adora abrir e fechar gavetas/portas, adora desenhos animados com música, gosta imenso de dançar e que cantem para ele. Tem um fascínio por todo o tipo de botões e interruptores que estejam ao seu alcance, gosta cada vez mais de brincar com os seus bonecos dando-lhes vida: dá-lhes abracinhos e de comer. Adora canetas e lápis, e já sabe fazer riscos num papel, por isso sempre que vê uma caneta ou um lápis, não descansa enquanto não lhe dermos.

 

Neste último mês, o vocabulário não sofreu grandes alterações, a diferença é que o Gui palrea cada vez mais e mais alto. Gosta que lhe expliquem as coisas, e lhe digam como se chama cada objecto. Está atento às conversas dos outros e, por vezes, tenta repetir algumas palavras que ouve. Compreende uma série de indicações simples e cumpre-as. O mais engraçado é que reconhece uma série de pessoas pelo seu nome.

 

Acho que não vai faltar muito para ele começar a fazer "xixi" na sanita... Pelo menos já descobriu que consegue fazer xixi se fizer um bocadinho de esforço... Na hora do banho, quando vai entrar na banheira, faz questão de fazer xixi no chão... Nem imaginam o quanto ele fica orgulhoso ao fazer isto! (E a cara que ele faz só para se concentrar a fazê-lo?! De mais... Eh... Eh... Eh...)

 

É verdade, o Gui continua bastante crescido: pesa agora cerca de 12.600 g, mede 85cm e já tem 16 dentinhos (tem sofrido bastante com eles)! Está um verdadeiro homenzinho... (Eh... Eh... Eh...) E é desta forma que o nosso Principezinho continua a crescer... 💙

IMG_7959.JPG 

COISAS DE MÃE

IMG_7884.JPG

Ultimamente o Gui tem nos surpreendidos com imensas palavras novas, e várias tentativas de frases em "chinês" (Eh... Eh... Eh...)... A maior parte das vezes fica difícil saber o que ele realmente quer, pois existem inúmeras palavras que se assemelham!

 

Tendo em conta a imagem, devem ter ficado a pensar que lhe falamos em francês... Mas nada disso, apenas coloquei esta imagem pois achei que se identificava imenso com esta fase. Seria simplesmente artificial se lhe falássemos em "francês", já que somos portugueses e sempre falamos português... Confesso que, às vezes, ainda gozamos com a situação, e falamos umas frases em francês entre nós...

 

O Gui compreende perfeitamente o português, e embora cá em casa não façamos nenhum esforço para ele aprender o francês, sabemos que isto nunca será nenhum obstáculo para a sua aprendizagem já que acabará por aprender esta segunda língua com a ama e com os seus amiguinhos. Queremos que ele aprenda a língua francesa, mas queremos também que ele domine a língua portuguesa para que possa comunicar facilmente com a nossa família!

O PODER DA VIDEOCHAMADA

Nunca pensei que as videochamadas fossem ter um papel tão importante nas nossas vidas... Começou quando emigramos para cá e ganhou ainda mais impacto assim que o Gui nasceu... É impressionante como um simples "clique" nos aproxima das pessoas que estão longe de nós, e nos faz parecer que estamos "lado a lado"... E essa aproximação até o Gui a sente.

 

Hoje o Gui conhece perfeitamente todas as pessoas que comunicamos regularmente, através da internet por videochamada. Nunca pensei estar tão grata a este sistema pois graças a isto, e apesar de estarmos distantes a maior parte do tempo, de cada vez que voltamos a Portugal o Gui conhece perfeitamente todas as pessoas como se convivesse com elas pessoalmente todos os dias. 

 

E se um dos meus maiores receios quando o Gui nasceu era que ele não reconhecesse os avós e as pessoas que nos são mais próximas, hoje sei que posso contar com esta tecnologia para nos ajudar a reforçar estes laços!

 

Só para vos dar um exemplo, deste última vez que fomos à Portugal, ao chegarmos ao aeroporto do Porto, assim que o Gui viu a minha mãe, correu na direcção dela com um grande sorriso como se nunca se estivesse afastado dela! 💙

IMG_7870.JPG

O GUI FEZ 17 MESES

O Gui fez 17 meses no passado dia 6... Pesa agora cerca de 12.500 gr e mede 83cm.  

 

Neste último mês não houve nada verdadeiramente marcante, no fundo, mantém-se tudo o que tenho vindo a descrever nos últimos dois meses: muitas traquinices, muitas  travessuras e muitos desafios. A sua curiosidade está cada vez maior, tal como a capacidade de observação, por isso adora imitar tudo e todos.

 

Começou a aventurar-se a descer degraus sem ajuda (como é óbvio, nem sempre corre bem, mas não faz nenhum drama quando corre mal), começou a tentar colocar cubos uns em cima dos outros  de forma a construir "torres" (mas ainda é uma tarefa um pouco complicada), continua a adorar dançar e passear, e passa a vida a testar todos os seus limites. Tão pequenino e já quer fazer imensas coisas sem ajuda, é claro que muitas coisas não dá para deixarmos, mas outras permitimos que ele o faça, sempre connosco por perto, de forma a ajudá-lo a crescer.

 

Mamã, papá e gato são as suas palavras favoritas, e para além de "água" ("bábua"), diz também muito bem "titi" (tia), papar (diz mais "papa", pois o "r" ainda é muito complicado para dizer) e "papo" (esta última palavra dá para papo e sapo... Eh... Eh... Eh...)... Sem contar com todas as expressões e frases em "chinês" que passamos a vida a decifrar (Eh... Eh... Eh...)! 

 

Conhece todas as pessoas que mantemos  mais contacto (quer pessoalmente, quer via internet) e não fica muito incomodado com pessoas estranhas, bastam uns minutinhos para ele se sentir à vontade. E se em casa chega a ser uma "pestinha", fora de casa e com estranhos torna-se um verdadeiro anjinho!

 

E é desta forma que vai crescendo o nosso Amor Maior! 💙

IMG_7867.JPG 

A ÚLTIMA DO GUI

IMG_7821.JPG

Se há coisa que o Gui adora é tudo o que não lhe pertence, mais concretamente tudo o que é dos adultos e ele sabe que não deve ter. Mas este "objectos proibidos" muitas vezes são dados, como forma de o deixar explorar ou de evitar uma grande birra, por isso lá vamos cedendo e dar-lhe alguns objectos... Hoje foram as chaves de casa...

 

O meu marido chegou a casa com o Gui, e mais uma vez, como tantas outras vezes, o Gui "cismou" que tinha que ter as chaves... Numa tentativa de o deixar contente, o meu marido lá lhe deu as chaves... Dirigiu-se à varanda para abrir os estores da porta da varanda, e mal o estores se começaram a levantar, o Gui fez uma birra para ir brincar até à varanda... E mais uma vez, lá conseguiu o que queria... Enquanto que o Gui brincava na varanda, o meu marido foi à cozinha pousar uns sacos... Foi o tempo suficiente para o Gui aparecer à beira dele, com cara de espanto, a tentar transmitir uma mensagem: "a, a, a-a?!"... Hum... Não tinha feito "coisa boa"... Rapidamente se fez um "clique" sobre o paradeiro das chaves... Vai até à varanda e não escontra as chaves em lado nenhum, olha para o jardim (sim, porque moramos no segundo andar) e lá estavam as chaves de casa no meio dos arbustos!

 

Felizmente a porta de casa não estava fechada à chaves, porque se fosse preciso sair à rua, teriam que esperar que eu chegasse a casa, uma vez que eu estava a trabalhar! Fartei-me de rir com a situação pois ainda estava a trabalhar quando o meu marido me enviou uma mensagem a contar esta peripécia! 

 

Tão pequenino e já tão safadinho....

 

E por aí, tenho a certeza que existem muitas peripécias como esta... Contem, contem... 

O GUI FEZ 16 MESES

O Gui fez 16 meses no passado dia 6... Pesa 12.300 gr e mede 82cm... Uma continuação do que já tenho vindo a descrever nos últimos meses: cada dia mais traquina, cada dia mais atrevido (por incrível que possa parecer)!

 

A grande novidade é passar a vida a querer imitar-nos e a querer tudo o que é dos adultos e tudo o que não pode ter nas mãos... Descobriu que é super divertido abrir e fechar gavetas, abrir e fechar armários e retirar tudo o que está dentro das gavetas e dos armários... E se já passava a vida a subir para o sofá, agora aprendeu que é giro saltar em cima dele e descer pelas laterais! 

 

Tem muita mais agilidade a subir e descer escadas de pé, com a mão dada, adora brincar com cubos, virar páginas de livros e ouvir histórias, é mesmo engraçado ver o interesse dele nas figuras dos livros quando apontamos e dizemos os nomes delas.

 

Passa o tempo a testar os seus limites, por isso tenta trepar para cima de tudo, arrasta as cadeiras e sobe para cima delas para chegar à mesa, tenta caminhar carregando objectos mais pesados (adora carregar garrafas de água e arrastar garrafões de água!) enfim, um verdadeiro aventureiro!

 

Está cada vez mais confiante, mas quando as coisas não correm como ele quer, enerva-se, resmunga e é capaz de atirar os objectos/brinquedos ao ar, e chorar para mostrar o seu desagrado. Já percebe bem quais são os comportamentos que não gostamos (por serem perigosos ou errados), mas mesmo assim passa o tempo a desafiar-nos e a desobedecer-nos, e quando se apercebe, pela na nossa cara, que já chegamos ao "limite", lança o seu maior sorriso e a sua melhor gargalhada para nos desarmar por completo! 

 

Começou a lançar beijinhos, a dizer mamã e papá com mais frequência, e aprendeu a dizer água ("bábua"), é impressionante como ele percebe e capta tudo ao seu redor! 

 

Interage muito mais com as pessoas e até com os animais, adora passear na rua, é doido por gatos, adora que lhe façam cócegas, o lancem ao ar, dancem e cantem com ele! E o mais giro é vê-lo a tentar cantar também quando nós cantamos! 

 

Quanto ao dormir e à alimentação pouco ou nada se alterou, dorme cerca de umas 10 horas por noite (bebé dois biberões enquanto dorme, um à 1h e outro às 6h) e dorme entre 1 a 2 horas durante o dia... Já quanto aos alimentos continua a não gostar de peixe e de carne, por isso continua a comê-los juntamente com os legumes, numa espécie de puré. É verdade... Tem mais dentes que nunca e tem sofrido imenso à conta disso! 

 

Confesso que esta fase exige uma grande atenção da nossa parte e uma enorme energia, mas é (talvez) uma das fases mais engraçadas por ser tão rica em descobertas e aprendizagens!  O resto já devem imaginar... Continuamos cada vez mais apaixonados por este Principezinho... 

IMG_7813.JPG

PARA VER MELHOR...

IMG_7810.JPG

Este fim-de-semana fui trabalhar, por isso o Gui ficou com o meu marido em casa... A dada altura recebo uma fotografia enviada pelo meu marido: o Gui sentado em cima do móvel da televisão a ver desenhos animados!

 

A fotografia não tem muita qualidade, pois como devem imaginar, o meu marido quis registar o momento assegurando-se que o Gui não caía ao chão! Basta uma distracção de segundos para o Gui se aventurar a escalar qualquer coisa cá em casa, um verdadeiro destemido! E pensar que ainda tem 16 Mesinhos... Nem imaginam a quantidade de vezes que ele nos desafia ao longo do dia quando estamos em casa! Acho que qualquer dia o meu coração vai dar-lhe "qualquer coisinha má"...