Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

GASTRONOMIA FRANCESA: BOUDIN NOIRE

A primeira vez que experimentei este prato foi na cantina do hospital onde trabalho, quando ouvi o nome pela primeira vez, desconhecia completamente do que se tratava, mas assim que o funcionário da cantina me explicou do que realmente se tratava, quis experimentar, não fosse eu uma adepta de experimentar pratos tradicionais!

 

Basicamente o boudin noire é um enchido típico da culinária francesa feito com sangue e gordura de porco, várias especiarias e condimentos, e é esse sangue que lhe dá aquela cor preta. A mistura é depois introduzida numa parte do tubo digestivo do porco (tripa ou estômago). Depois pode ser frito lentamente numa frigideira, com pouquíssimo azeite, ou colocado no forno, servido acompanhado com puré de maçãs e/ou batatas assadas, e é este puré de maçã que serve para equilibrar o tempero do enchido.

 

Assim que soube que era uma espécie de chouriço com sangue de porco, quis experimentar para saber se haveria alguma semelhança com as tradicionais chouriças de porco que se comem com o arroz de sarabulho, no Norte de Portugal... A minha colega (que por sinal originária de uma ilha francesa) olhou para mim com ar de reprovação quando me viu escolher esse menu, pois ela nunca teve coragem de experimentar por ter sangue de porco.

 

Naquele dia comi e gostei tanto que fiquei fã daquela especialidade, mas também não era muito difícil não gostar pois o sabor é bem semelhante às tais chouriças que se comem com o arroz de sarabulho e que eu tanto adoro!

 

Hoje apeteceu-me fazer para o almoço o famoso boudin noire aux pomes e achei que seria interessante partilhar com vocês esta especialidade francesa...

EF2F18CA-07B0-4490-A15B-F457347F4119.jpg

Para quem estiver por estes lados e queira também fazer, fica aqui a minha receita, super simples e rápida (às quantidades são para uma pessoa).

 

1 Boidin Noire (eu gosto de comprar no Picard)

2 Maçãs 

Azeite q.b.

1.  Embrulhe as maçãs em papel alumínio e coloque-as numa bandeja. Leve ao forno, pré-aquecido a 180graus, durante cerca de 30 minutos (se preferir, pode cozer as maçãs no fogão, numa panela, com um bocadinho de água).

2. Quando estiverem cozidas, retire do forno, tire a pele e o caroço, e com a ajuda de um garfo faça um puré. Reserve.

3. À parte, forre uma bandeja, com papel de ir ao forno, coloque algumas gotas de azeite e coloque o boudin noire previamente picado com a ajuda de uma agulha ou de um palito ( se não corre o risco deste rebentar). Leve ao forno, pré-aquecido a 180graus, durante cerca de 20 minutos, tendo o cuidado de o virar uma vez a meio da cozedura.

4. Retire o boudin do forno e sirva acompanhado do puré de maçãs.

 

Como vêem, trata-se de uma refeição super simples e tradicional! Há quem faça um puré de maçã mais elaborado, mas eu pessoalmente prefiro as maçãs assim ao natural.

 

E por aí, alguém ficou com vontade de experimentar?