Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

PLANO ALIMENTAR PARA GRÁVIDAS COM DIABETES GESTACIONAL

image.jpeg

Pois é, ontem fui pela primeira vez à consulta de endocrinologia para começar a controlar mais de perto a minha diabetes gestacional... Entrei no consultório, e antes de começar qualquer explicação e qualquer ensino, o médico quis saber a minha profissão. Ora, sendo eu enfermeira estava claro que ele não me ía fazer nenhum ensino aprofundado, nem eu sentia necessidade disso pelo que se limitou a dizer-me o básico e que o importantes era seguir o plano alimentar que ele me iria dar, bem como avaliar as glicemias antes e duas horas depois das refeições, devendo os meus valores de açúcar estarem abaixo de 85mg/dl em jejujm e inferior a 120mg/dl, duas horas após as refeições. Entregou-me a prescrição médica para ir à farmácia levantar a máquina para avaliar o meu açúcar no sangue (as famosas glicemias), não entrando em pormenores com o plano alimentar (apenas salientou que não precisava de pesar o carboidratos - como a massa, o arroz e a batata), nem eu achei que fosse necessário (como devem calcular, sei perfeitamente o que um diabético deve ou não comer).

 

Só olhei para o plano alimentar quando cheguei ao carro... Fiquei petrificada quando me apercebi que tinha direito a apenas quatro refeições por dia!

 

Se há coisa que me "chocou" quando comecei a trabalhar aqui foi isso mesmo, ver que nos hospitais os doentes diabéticos (e os não diabéticos) têm direito apenas a 4 refeições por dia... Agora também comprovo que até as grávidas têem o mesmo regime! Onde é que isto já se viu?! Confesso que não concordo com isto... Acho que toda a gente (pelo menos em Portugal) tem conhecimento que o ideal é fazer 5 a 6 refeições diárias, de forma a não ficar mais do que 3 horas em jejum, para evitar flutuações excessivas nos valores de açúcar. Aqui em França não é o que acontece, eles tem a teoria das 4 refeições/dia, pois acham que é mais que suficiente.

 

Ver o meu plano alimentar composto por 4 refeições foi como me ditarem uma sentença de emagrecimento imediato! Acho que sou incapaz de comer apenas ao pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar...  E a meio da manhã, não se come nadinha? E se me deitar tarde, não tenho direito a um "mini-lanche"?! Pelos vistos não! 

 

Basicamente o plano que o meu endocrinologista me deu, passa por comer:

 

  • Pequeno-almoço: 150ml de leite com café (sem açúcar, pode-se usar adoçante) + 60gr de pão com manteiga

 

  • Almoço: 100 gr de carne ou peixe + 200gr de arroz, massa ou batata (já cozinhados) ou 80gr de pão + legumes (sem limite) + 30 gr de queijo pasteurizado ou 150ml de leite meio-gordo ou 1 iogurte natural + 1 fruta

 

  • Lanche: 30 gr de queijo pasteurizado ou 150ml de leite meio-gordo ou 1 iogurte natural + 1 fruta

 

  • Jantar: igual ao almoço

 

Já fizeram as contas das horas que devemos comer se se fizerem 4 refeições por dia, de forma a estarmos no máximo 3 horas sem comer?! Com este plano os horários para comer deviam ser algo como: 9h, 12h, 15h e 18h; sendo que das 18horas às 9 horas a pessoa ficaria 15horas sem comer!

 

Vou aproveitar a experiência profissional que tenho, de Portugal, de forma a manter as 5 ou 6 refeições por dia a que estou habituada, pois se antes tinha necessidade de comer desta forma, hoje sinto muito mais pois não concordo que uma grávida esteja mais de 3 horas sem comer (excepto no período noturno)! 

 

E perante os valores que tive, ontem e hoje, sinto-me perfeitamente à vontade para ajustar o meu plano alimentar, tal como um diabético como em Portugal: vou acresentar um lanchinho a meio da manhã, ao lanche vou juntar 1 pão ou meia dúzia de "bolachas maria" e antes de ir dormir vou cear qualquer coisa, caso os valores do açúcar estejam baixos... 

 

O ideal da dieta, para grávidas com diabetes gestacional, é que esta seja diversificada, evitando-se ao máximo os alimentos ricos em açúcar e em gordura (como bolos, açúcar, compotas, bebidas açucaradas, doces, bolachas recheadas, gelados, enchidos, queijos, comidas pré-preparadas congeladase produtos pré-cozinhados). E de forma a reduzir o índice de glicemia (os níveis de açúcar), os alimentos ricos em carboidratos (como o arroz, a massa e o pão) devem ser consumidos preferencialmente na forma integral, e em quantidades moderadas! Fundamental, é também uma boa ingestão hídrica diária, 2 litros de água, entre as refeições e pratica diária de uma actividade física!

 

Confesso que o que mais me custa a mim são aqueles momentos em que tenho um ataque de comer uma série de doces e chocolates... 

image.jpeg

 

Mas fico-me só pela vontade... Ou se abuso mais um bocadinho, sei que tenho que fazer uma caminhada a seguir, de forma a desgastar o excesso de glicose!

 

Claro que estes momentos de loucura, felizmente, são esporádicos, e tenho conseguido controlá-los, porque sei que mais importante que a minha gula é, sem dúvida, o bem-estar do meu Principezinho!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    As Nossas Voltas 20.03.2016 16:04

    Para já até não tem sido difícil, e aos poucos vou começando a perceber melhor de que forma a minha alimentação influencia nos meus valores de glicemia... Descobri que sempre que como "alimentos proibidos" tenho que fazer uma caminhada básica... Nada de especial, só espero que seja sempre assim até ao final da gravidez!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.