Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

ESCOLA E AMA EM TEMPOS DE PANDEMIA

Terceira vaga Covid-19 em França

Depois de tantas incertezas e confusões, na sexta-feira, ficamos a saber que afinal as amas íam poder continuar a trabalhar, por isso o Martin poderia continuar a ir para a Manu. Faltava agora ter certeza em relação ao Gui...

Na sexta-feira de manhã perguntei à directora se o Gui teria direito a ter acesso à escola/ tempos livres uma vez que eu era considerada "profissional prioritária no combate à Covid-19", embora o R. não fizesse parte dessa lista. Com a maior das convicções, a directora afirmou-me que o Gui não teria direito porque para isso os dois pais teriam que fazer parte dessa "lista de profissionais prioritários". 

Confesso que não fiquei convencida com aquela resposta e tentei obter informações noutras fontes... Perguntei às minhas colegas como estavam a fazer as outras escolas, e uma delas, que pertence à associação de pais, disse-me que tínhamos direito, e que bastava apenas um dos pais ter uma profissão considerada "prioritária". Aproveitei que nesse dia o Gui tinha ido aos tempos livres e coloquei a mesma questão, ao qual responderam com um "grande sim"...

Nesse mesmo dia, enviei os documentos necessários, para a Câmara Municipal, de forma a transmitir os dias que precisávamos que o Gui frequentasse a escola/tempos livres. Mas na segunda-feira à noite, a directora da outra escola informava-me que o Gui não fazia parte da lista de alunos inscritos, lista essa que tinha sido fornecida pela escola dele... Li duas ou três vezes aquele e-mail e naquele instante nem queria acreditar que a directora não tivesse colocado o Gui na lista... Enviei-lhe imediatamente um e-mail a pedir-lhe que fizesse a inscrição dele porque reuníamos todos os critérios necessários. Numa questão de minutos, sem qualquer pedido de desculpas por parte dela, a inscrição estava feita, alegando apenas que as directivas tinham apenas sido alteradas naquele dia à noite...

Fiquei impressionada com a falta de organização e informação por parte da directora da escola, mas cá para mim tudo isto deveu-se à conversa que tivemos na sexta-feira de manhã quando ela chamou por mim para me fazer um comunicado que me deixou estupefacta... Mas isto, deixarei para um outro post porque ainda hoje estou a digerir essa conversa... 

O importante é que o Gui e o Martin vão poder continuar a ficar na escolinha e na ama, de forma a que possamos trabalhar os dois sem sermos penalizado. 

Quantos aos riscos, sabemos que eles sempre vão existir, mas nunca serão superiores aqueles que eles estiveram sujeitos até então...

IMG_1745.JPG

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.