Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

CONTADO NINGUÉM ACREDITA

IMG_9925.JPG

Faltava mais ou menos um mês para o meu cartão de cidadão caducar, caducava exactamente no dia 19 de Maio, por isso fui ao site do Consulado de Portugal em Paris e já só consegui uma marcação para o dia 22 de Maio às 15h30min... Tinha decidido ir de carro pois sabia que nos transportes públicos iria ser necessário uma série de trocas, e com a minha super barriga de grávida não me estava a ver nessas aventuras...

 

Só para terem uma ideia, o Consulado fica a cerca de 30km da minha casa, mas como costuma haver trânsito, saí de casa às 14h para me certificar que chegava a tempo e horas. E assim foi, cheguei 30 minutos mais cedo, mesmo assim demorei 1 hora para chegar... Dirigi-me ao balcão e mesmo tendo marcação foi-me dada uma senha... Sentei-me na sala de espera, e 10 minutos depois da hora marcada lá fui atendida... O cúmulo aconteceu a partir do momento que me sentei em frente daquela funcionária para renovar então o meu cartão de cidadão...

 

Expliquei-lhe o que estava ali a fazer, e enquanto que ela esperava que a máquina lê-se o meu cartão de cidadão, aproveitei para lhe perguntar se me podia exclarecer umas dúvidas que tinha... Rapidamente, a senhora com os seus 60anos, começa por me dizer que faço bem em lhe perguntar porque "em Portugal ninguém sabe informar sobre nada".... Confesso que fiquei incrédula por ela ter dito aquilo sem mais nem menos, mas fiz de conta que nem tinha ouvido tamanha estupidez... Foi então que lhe perguntei se era possível renovar o cartão de cidadão em Portugal, apesar de termos morada aqui em França, e fazer o levantamento do mesmo também lá... Com um ar de sabichona e um tom irónico, olha para mim e diz-me que não percebe porque motivo as pessoas gostam de complicar quando é bem mais fácil fazer e levantar o cartão de cidadão no Consulado... Tornei a repetir que precisava desta informação pois o cartão do cidadão do meu marido iria caducar durante as férias de Verão do próximo ano e queria estar certa que poderia ser feito desta forma, caso contrário o meu marido seria obrigado a faltar ao trabalho um dia para renovar este documento em Paris... Sem perceber porquê, a senhora responde-me num tom meio enervado que o melhor seria fazer no Consulado, mas se quisesse fazer dessa forma também daria, só tinha que avisar a morada para onde queria que enviassem os códigos do cartão para levantar o cartão... Engoli em seco e fiz que acreditei naquela informação, mas a forma como ela disse aquilo não me convenceu...

 

Lembrei-me então de lhe perguntar também se ainda se fazia o Título de Viagem Única ou um outro documento, uma vez que estava grávida e a data prevista do parto era em meados de Julho, e o meu filho iria precisar de um documento oficial para poder viajar, e sabia que o cartão de cidadão não iria estar pronto no início de Agosto... Mal acabo de lhe perguntar isto, a senhora responde-me que esse documento nunca existiu e se eu alguma vez tive acesso a ele não sabia como era possível pois apenas era emitido para pessoas com residência em Portugal que estivessem cá de férias e por um motivo ou outro tivessem perdido o cartão de cidadão... Farta de tanta burrice, e mantendo aparentemente toda a minha calma, explico à senhora como é que o Consulado fez em 2016, quando o meu primeiro filho nasceu, para que ele pudesse então viajar de avião... Nem queria acreditar que a funcionária continuava a ignorar o que lhe estava a dizer, e a afirmar que a lei não era nada assim... Segundo ela, tinha que fazer o Registo Civil do Bebé, esperar 10 dias para depois poder fazer o cartão de cidadão, cartão este que só chegaria no espaço de 3 semanas!!!! Foi então que decidi ser irónica e lhe perguntar se fazia sentido só poder viajar passado 2 meses com o bebé porque o Consulado de Portugal em Paris tinha decidido assim, como era possível não haver uma alternativa para emitir um documento, e se ela achava lógico o que me estava a dizer... Estupidamente respondeu-me que era assim e que comigo não seria diferente, que tinha que ter paciência e esperar para poder ir de férias mais tarde... Olhei para ela já sem conseguir esconder toda a minha indignação e disse-lhe para esquecer o assunto que eu iria informar-me de outra forma, e que passássemos então ao meu cartão de cidadão...

 

De imediato, tirou-me a fotografia, com o meu ar mais enervado, e disse-me para assinar... Daqui passamos para as impressões digitais... Tentámos uma vez, duas... E foi então que me lembrei que, já em Portugal, quando renovei o meu cartão de cidadão os meus dedos indicadores não eram reconhecidos pela máquina... Informei a senhora e mais uma vez ela ignorou a minha informação dizendo que o problema era do software dela... Teimosa, lá repetimos o processo 1, 2, 3 e 4 vezes... E só ao fim da quarta vez, e sem nunca reconhecer que eu estava certa, disse-me para colocar outros dedos...

 

Levantei-me para pagar o documento, num balcão no fundo da sala, e tornei a dirigir-me à funcionária que me devolveu o meu cartão de cidadão caducado e o comprovativo de como tinha feito a renovação... Agora, e segundo ela, tinha que esperar 3 semanas para receber os códigos em casa e poder levantar o novo cartão de cidadão... Mas isto, segundo ela...

 

E eu a pensar que a senhora tinha muita experiência no que estava a fazer, mas pelos vistos não tinha experiência era nenhuma!!!

 

(Não percam o segundo post que dará continuação a esta palhaçada toda....)

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.