Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

CONTADO NINGUÉM ACREDITA

O Gui já andava com febre desde sexta-feira, e um bocadinho aborrecido, mesmo assim a festa de Aniversário tinha corrido bem... No domingo, bem no início da tarde, começou a chorar muito e a queixar-se do ouvido direito, levamo-lo ao médico e foi-lhe diagnosticado duas otites, uma em cada ouvido...

 

Entretanto, e à conta disto, comecei a ter alguns sintomas de doença: dores de cabeça, comichão na garganta, tosse seca... Fui ao médico na terça-feira, diagnosticaram-me uma virose, e medicaram-me... Pensei que ficaria por aqui, mas estava enganada...

 

Esta noite às 5h da manhã acordei com a garganta seca e uma dor terrível no ouvido esquerdo... A primeira coisa que pensei foi que tinha uma otite (algo que nem sei se alguma vez tive na vida...)... Liguei para a médica de família para saber se me podia atender, hoje ou amanhã, mas a resposta foi negativa. Como estava em casa com o Gui, esperei que o R. chegasse a casa para ir às urgências, sozinha, do hospital aqui ao lado de casa... Cheguei às urgências por volta das 19h15, fui atendida por volta das 20h e lá confirmei o que calculava: uma otite no ouvido esquerdo! O pior estava para vir...

 

Tinha uma receita médica para comprar um antibiótico em gotas para colocar nos ouvidos... Como saí às 20h e pouco do hospital, as farmácias estavam todas fechadas (é verdade, aqui as farmácias fecham quase todas entre as 19h30 e as 20h), lembrei-me que havia uma farmácia num centro comercial, a uns 10 km daqui, que fechava às 21h, por isso dirigi-me de imediato para lá... O cúmulo, e para o meu azar, os horários de encerramento da tal farmácia tinham mudado para as 20h30, e eu cheguei às 20h32, 3 minutos mais cedo e tinha apanhado a farmácia aberta! 

 

Só me restava a última solução: dirigir-me à Polícia para saber qual era a farmácia que estava de serviço (é verdade, aqui na França quando as farmácias estão fechadas somos obrigados a dirigirmo- nos a uma Esquadra da Polícia com a receita médica e um cartão de identificação para que esta nos informe qual a farmácia que está de serviço, ao mesmo tempo, a polícia avisa o farmacêutico para que este tenha conhecimento). Nem queria acreditar quando coloquei a morada no GPS: 18km para lá chegar (uns 25 minutos de carro), que é como quem diz 36Km no total e 50 minutos para chegar a casa!!! 

 

Confesso que roguei pragas o caminho todo a quem teve a brilhante ideia de fazer esta gestão de farmácias, deve ter sido feita por alguém que nunca precisou de uma a meio da noite porque se pudessem ver o trajeto que eu tive que fazer para lá chegar... Campos e mais campos, que só rezei para o meu carro não avariar ou me furar um pneu, de tal sozinha que me senti naquele maldito percurso. 

 

Cheguei à farmácia eram quase 21h30, não se via uma alma na ruam apenas o farmacêutico estava à minha espera, só com uns 20 cm da porta aberta (pois não podia abrir mais a porta dizia ele que eram as normas por estar sozinho), olhou para a receita e disse-me que não percebia metade do que estava lá escrito e perguntou-me se a médica me tinha explicado a posologia... Disse-lhe que não, e pensei até que ele fosse ligar para o hospital...  Dirigiu-se ao balcão, trouxe a medicação e disse-me que apenas sabia que tinha que deitar 4 a 5 gotas de antibiótico em cada ouvido, e que o resto teria que confirmar com a médica que me atendeu no Serviço de Urgências! Fiquei incrédula a olhar para ele, estava sem paciência para barafustar, por isso peguei no antibiótico, cheguei ao carro, li o folheto do medicamento, e vim directa para casa! Ainda tinha outros longos 25 minutos de estrada pela frente...

 

Só de pensar que perdi mais tempo à procura de uma farmácia que ir às Urgências... E ainda dizem que na "França é que é"... Nota-se...

IMG_8643.JPG

1 comentário

Comentar post