Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

CANTINA ESCOLAR EM TEMPO DE CONFINAMENTO

Coisas que ninguém fala...

Tal como relatei no post de ontem, o governo francês estabeleceu quais os profissionais que podem deixar os filhos em escolas/tempos livres durante o período de emergência (entre os quais serviços de saúde, apoio social e forças de segurança), mas o que o governo francês não se preocupou foi em assegurar que a cantina desses estabelecimentos funcionasse. Com isto, cabe aos pais assegurar que os filhos levem para a escola o almoço, que deve ser frio de forma a comerem em "piquenique". 

Ora, o Gui que não gosta nada saladas nem de comidas frias nem imaginam o quanto fica difícil tentar variar a alimentação dele. Acho inadmissível que crianças tão pequeninas tenham que ser privadas de uma refeição dita "normal", não basta os nossos filhos terem que ser privados da nossa presença em tempos de confinamento?!

O que vale é que nestas 3 semanas de confinamento o Gui irá, em média, 2 dias por semana, caso contrário ficaria complicado ter que gerir tudo isto...

E é desta forma que o governo francês se preocupa com quem não pode reclamar...  

IMG_1747.JPG

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.