Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

BENS ESSENCIAIS...

Desde que a França declarou a quarentena obrigatória passamos a fazer todas as nossas compras online... Escolhemos os produtos, compramos e no dia indicado pelo site vamos ao Drive do supermercado levantar as compras. Isto até pode parece simples, mas não é...

A primeira dificuldade é sempre entrar no site. Somos colocados numa fila de espera virtual, e no final, na maior parte das vezes, não há disponibilidade no site para efectuarmos as compra, dado a afluência de pessoas... Resultado, começamos a tentar fazer compras num dia, mas só ao quinto ou sexto dia, e depois de várias tentativas em cada dia, lá conseguimos entrar.

O segundo problema é que ao efectuarmos as compras, na grande maioria das vezes, os produtos não são garantidos. Resumindo: fazemos as compras, pagamos, e no dia ficamos a ter conhecimento que metade dos produtos estavam esgotados. E isto acontece sempre nos produtos frescos, como o pão, os legumes e as frutas.

O terceiro problema é que as compras são feitas num dia e, muitas vezes, o levantamento acontece só passados 3 ou 4 dias. Por isso, é necessário prever com antecedência os produtos que nos vão faltar.

O quarto é que quando queremos um produto, existe um número limitado a comprar, o que implica fazer compras todas as semanas. Por exemplo:  se quisermos comprar quatro packs de leite, cada um com seis embalagens, o site só nos permite comprar três.

Com tantos "se nãos", hoje decidimos ir ao supermercado antes de passar no drive para levantar as compras (desta vez decidi ir eu, estava a precisar sair um bocadinho de casa), assim podia comprar mais alguns produtos e podia ver se compensava correr o risco de ir ao supermercado... Mas pelos vistos o fisco não compensa nadinha...

Primeiro, cheguei ao supermercado e havia uma fila enorme para entrar no supermercado. Sim, porque com as medidas de isolamento, só pode estar um certo número de pessoas dentro do supermercado (e eu contra isso nada). Felizmente, até chegar à minha vez esperei uns 10-15 minutos. 

Segundo, deparei-me com o pior cenário possível: todos os produtos considerados essenciais estavam completamente em ruptura de stock, com exceção dos legumes e das frutas! Peguei no telemóvel e decidi registar o que aqui se vive por este dias... Corredores e corredores vazios... Sem arroz, sem massas, sem pão de forma e afins, sem ovos, sem carne, sem queijo, sem farinha para fazer um pãozinho ou um bolinho... Fiquei incrédula com aquele panorama...

IMG_20200330_181044.jpg

IMG_20200330_181052.jpg

IMG_20200330_181751.jpg

IMG_20200330_182147.jpg

IMG_20200330_182331.jpg

E apesar dos inconvenientes todos de comprar online, cheguei à conclusão que mesmo assim compensa continuar a fazê-lo porque quando saí do supermercado levantei a encomenda no drive e tinha alguns produtos que na superfície comercial não havia... Mesmo assim, houveram muitos artigos que me ficaram a faltar!

 

E por aí, também se vivem momentos parecidos a este?!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.