Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

AUTOTESTE COVID-19

Ao fim de quase 2 semanas em casa a classe do Gui volta a abrir, normalmente, amanhã, mas como o Gui na sexta-feira foi à escola e um colega testou positivo, a professora exigiu um auto-teste Covid hoje.

O teste foi fornecido na farmácia e confesso que desconhecia este autoteste COVID que além de ser fácil de utilizar é super prático. 

Mas antes de falar desse autoteste, achei útil partilhar com vocês algumas informações sobre este tema...

 

1. Afinal, porque é que um autoteste é mais fácil de realizar?

A facilidade do uso deve-se à forma como é feita a colheita, que neste caso é realizada na parte frontal do nariz e não na nasofaringe, o que o torna muito menos invasivo e, simultaneamente, mais simples e confortável.

 

2. Quais as vantagens deste tipo de teste?

O resultado está disponível de forma rápida, permitindo identificar de forma quase imediata os casos positivos, o que resulta numa proteção acrescida, diminuindo o risco de contágio.

De uma maneira geral, os estudos dizem que em pessoas sintomáticas o autoteste pode ter uma validade de 92% e em assintomáticos 78%.

 

3. Como fazer a leitura correcta? 

Efetue a leitura do resultado do teste passados 15 a 30 minutos.

resultado é positivo se aparecerem duas bandas coloridas ao nível da zona C e T. 

O resultado é negativo se apenas aparece uma banda colorida na zona de controle C.

Se a linha C não aparecer o teste é inválido e deve ser repetido.

 

4. O que fazer se o resultado é positivo?

Se o resultado fôr positivo, a pessoa deve isolar-se e fazer um teste antigénio ou PCR para confirmar o resultado.

 

5. E se o resultado fôr negativo?Um resultado negativo sugere ausência de infeção, contudo devemos manter todas as medidas de prevenção recomendadas e se necessário repetir o teste uns dias depois.

 

6. Como devemos realizar o autoteste?

De uma forma geral, cada autoteste dispõe de um manual de instruções e o mais indicado será sempre seguir o que está lá escrito pois os testes variam de laboratório para laboratório.

 

 

No caso do Gui...

O autoteste fornecido era realmente dos mais simples que vi até hoje, dos laboratórios AAZ, na qual a própria criança pode fazer.

O teste faz-se apenas seguindo 2 etapas e a eficácia, segundo eles, é de 97.5%.

Começamos por lavar as mãos, com água e sabão, abrimos o invólucro onde saiu uma espécie de caneta e tiramos a tampa. De seguida, o Gui colocou a parte esponjosa na narina, rodando umas 5-6 vezes, durante cerca de 15 segundos, repetindo com a mesma zaragatoa o mesmo procedimento na outra narina.

A seguir, foi só voltar a colocar a tampa, deixando a "caneta" na vertical e esperar que os tracinhos aparecessem!

20220120_160449

E por aí, também conheciam este autoteste?

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.