Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

AI TAP, TAP... O QUE ANDAS A FAZER?!

tap.jpg

Nunca imaginei que os pilotos da TAP fossem chegar a fazer os 10 de greve, como estavam previstos, por isso estava confiante que a minha irmã e o meu cunhado (que vivem também cá) não correriam riscos nenhuns em viajar este sábado pela TAP...

 

A viagem estava comprada há algum tempo, o objectivo deles era estarem presentes na primeira comunhão do afilhado no domingo (amanhã)... E apesar de todas as nossas expectativas, quase tudo saiu furado...

 

Felizmente, ou não, o meu cunhado decidiu que seria melhor ir directamente ao aeroporto para saber quais os riscos que corriam em viajar no sábado às 6h, para o Porto... Por isso, foi até ao Aeroporto de Orly, na quinta-feira, e de lá foi-lhe proposto antecipar a viagem, neste caso seria para sexta às 14h. Tudo parecia correr às mil maravilhas: a TAP tinha antecipado a viajem um dia, sem quaisquer custos.

 

A partir daqui foram só aventuras...

 

greve TAP.jpg 

 

Tal como estava combinado, no dia (ontem às 12h), levámo-los ao aeroporto mas antes de sairmos de casa as notícias já não eram animadoras: o voo tinha sido cancelado! Restava agora aguardar na fila para resolver outra vez o problema... Uma fila com mais de 100 pessoas, horas intermináveis a aguardar pela vez e vales de comida para comerem sandes na cafeteria ao lado do guichet de embarque... Foram horas infinitas para quem queria uma solução... Enquanto isso íamos trocando mensagens e telefonemas para saber o que iria acontecer...

 

As soluções eram poucas: devolução do dinheiro, viajarem amanhã (sabendo que podia acontecer exactamente a mesma coisa) ou esperarem pelo voo das 19h50min para saber se tinham lugar para eles... E embora a última hipótese parecesse surreal, eles entenderam que seria a melhor para eles, afinal tinham antecipado a viagem por algum motivo e como o dia já estava perdido agora estavam dispostos a esperar.

 

A hora do embarque do tal voo tinha chegado, mas para desespero de quem esperava, as notícias não eram mais uma vez boas: o voo estava completo, por isso haviam 24 pessoas que teriam que ficar, entre eles a minha irmã e o meu cunhado!

 

Novas opções propostas: viajarem amanhã, serem reembolsados ou irem de autocarro para o aeroporto de Charles de Gaulle, daqui seguirem num voo da TAP, às 00:10min, para o Aeroporto de Lisboa e de Lisboa seguirem de autocarro para o Aeroporto do Porto... Dá para imaginar a opção que eles escolheram?! A última, pois claro!

 

O cúmulo: um avião gigante da TAP apenas para 24 pessoas! Como é que isto é possível?! Porque é que a TAP não propôs a outros clientes viajar neste voo? Não seria muito mais rentável ligar para o clientes com antecedência e dar-lhes esta opção, do que partir um avião de Paris praticamente vazio?! Que política de gestão é esta?! Enquanto a minha irmã me contava isto só conseguia pensar no dinheiro que se estava a gastar com este tipo de "brincadeiras"!!!

 

Assim que chegaram ao aeroporto de Lisboa novas dores de cabeça começarem: não havia nenhum autocarro para os levar ao Aeroporto do Porto, tinham antes uma reserva num hotel e um bilhete de avião para o Porto, às 11h... Das 24 pessoas apenas 4 aceitaram a proposta, as restantes (incluíndo a minha irmã e o meu cunhado) recusaram pois estavam fartas de mentiras e queriam chegar ao destino... No final, a TAP conseguiu disponibilizar uns taxis que os levou para o Aeroporto do Porto! Eram 7 horas quando chegaram ao destino... E com esta confusão toda, perderam 20 horas só para chegar a casa! 

 

Ai TAP, TAP... Não seria mais inteligente da vossa parte reencaminhar os clientes para voos de outras companhias? Já imaginaram o dinheiro que estão a gastar com estes trocadilhos todos? Autocarros, taxis, vouchers para comer, hotéis e afins.... Incomprensível a meu ver!

 

6 comentários

Comentar post