Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

A SAGA DOS APELIDOS

pourquoi.jpg

Hoje venho falar de um assunto que nos acompanha desde o primeiro dia que aqui chegámos: os nossos apelidos! Vocês até devem pensar que temos apelidos estranhos como "Pão de Trigo"ou "Mosca", mas não é o caso! Falo do simples facto de termos que explicar a qualquer lado que vamos porquê é que temos 2 apelidos cada um! Estranho não?! 

 

Vou passar a explicar "porquê"...

 

Tudo começa no nascimento.... Aqui quando uma criança nasce, normalmente, adopta apenas o apelido do pai, isto porque antigamente todas as crianças apenas podiam ter o apelido do pai, e embora a lei tenha mudado em 2005, e se possa colocar a uma criança o apelido da mãe e do pai, os franceses não o fazem, nem se quer conseguem perceber o motivo de alguém ter dois apelidos! Dá para acreditar nisto?! Daí que cada pessoa tenha apenas com um nome próprio e um apelido! 

 

Quando se tenta explicar que em Portugal coloca-se o apelido do pai e o apelido da mãe, as caras que eles fazem são de indignação! Vai se lá perceber porquê... Afinal, a lei também existe para eles, mas nem eles a conhecem!

 

Na minha opinião, acho que faz muito mais sentido uma pessoa ter os dois apelidos! Mas ainda há mais... Eu sendo casada, na opinião deles, sou quase obrigada a ter o apelido do meu marido! Até fiz uma pesquisa na internet para ver se era obrigatório, mas apesar de não o ser, parece que fizeram disto uma tradição a seguir à risca. Nesta altura devem estar a pensar: "mas as mulheres depois ficam com dois apelidos!" Resposta errada, porque a partir do momento que as mulheres se casam, o apelido que tinham do pai desaparece e passam a utilizar o apelido do marido. Por isso, cada vez que vamos preencher um papel onde tempos que colocar o nosso nome completo, aparecem sempre dois locais onde temos que colocar o apelido de solteira (em francês, nom de naissance ou nom jeune fille) e o apelido de casada (em francês, nom d'époux (se)). 

 

apelidos em frança.jpg

Agora imaginem o que é ser casada, como é o meu caso, ter dois apelidos e nenhum ser do meu marido!!! Grande confusão para eles... A qualquer lado que vamos sou automaticamente chamada pelo apelido dele, e tentar explicar que somos casados mas não mudei de apelido não vale a pena, porque no fim, continuam a duvidar se de facto somos casados um com o outro!!! A primeira vez que tentei explicar isto, disseram-me logo que só as pessoas dos países do leste é que não adoptam o apelido do marido... Se é verdade ou não, eu não sei, mas em Portugal aos anos que passou a ser mais vulgar as mulheres não adoptarem o apelido do marido... Eu pessoalmente acho que não faz sentido mudar de apelido... Mas isso já era tema para um outro post!

 

E eu até tenho apenas um nome próprio e 2 apelidos, que faria se eu fosse filha do Duque de Bragança... Nem quero imaginar!!!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    As Nossas Voltas 10.06.2015 18:45

    No início confesso que me fazia também confusão, porque embora tivesse isso presente, na hora de responder hesitava sempre
    Aqui em Paris normalmente chamam pelo último nome, mas também há quem pergunte qual o apelido a utilizar para chamar
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.