Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

UMA QUESTÃO DE SEXO...

Comprei o meu primeiro carro quando fui trabalhar para o Porto, na altura tinha 23 anos, e desde essa altura comecei a ficar mais familiarizada com coisas de mecânica... Tinha o exemplo da minha mãe, que sempre resolveu tudo sozinha nessa área (dominada mais pelos homens), por isso para mim fazia todo o sentido eu também me saber desenrascar...

 

Sempre tratei do meu carro sozinha, desde revisões, seguros, alinhamento de direcção, troca de pneus, limpezas e inspecções, nunca senti nenhum obstáculo nem nenhuma diferença no tratamento... Até ontem...

 

Marquei pela primeira vez uma inspecção do nosso carro português aqui em França, porque vamos legalizar o carro para francês (farei mais tarde um post sobre os passos a dar para fazer a legalização de um carro português)... À hora marcada compareci no centro de inspecções, no local apenas estava um funcionário com cerca de 30 anos... Expliquei porque estava ali (uma vez que o pedido tinha sido feito online) e disse que o veículo era português... Pediu-me a documentação necessária e informou-me que seriam precisos 30 minutos para a inspecção ser feita... 

 

Trinta minutos depois, entra no escritório, eu pergunto se há algum problema e ele responde que está tudo ok e já podia ir, só faltava colar a vinheta no vidro... Devolve-me a documentação do carro que lhe tinha dado e um papel com o resultado da inspecção, dirigi-se ao carro para colar a vinheta e eu limito-me a segui-lo enquanto guardo rapidamente todos os papéis...

 

Vinha toda contente por saber que o carro não tinha nenhum problema... Afinal o meu marido tinha visto defeitos no carro que não existiam... O meu marido liga a perguntar se estava tudo certo, e eu confirmo que sim.... Ao chega a casa, é curioso com o resultado, decidi ver o papel da inspecção... Afinal não estava tudo assim tão "ok", havia uma pequena lista de problemas, que embora não comprometesse a passagem na inspecção, precisavam de ser avaliados por um mecânico. Fiquei incrédula a olhar para o papel e sem perceber o motivo do rapaz do centro de inspecções não me ter explicado que o carro afinal apresenta uma série de pequenas anomalias.

 

Confesso que tinha notado um certo "ar" de machismo na sua expressão quando me viu na oficina, mas fiquei com algumas dúvidas... A partir do momento que eu lhe pergunto se o carro tem algum problema e este não me alerta sobre nada do que escreve, só posso concluir que ainda existe por aqui muita mente machista!

IMG_6929.JPG

3 comentários

Comentar post