Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

"DÉJÀ VU"

"Déjà vu" é um termo da língua francesa, que significa “já visto”... E hoje foi exactamente isso que eu senti quando vesti o fato de Carnaval, do ano passado, ao Gui... Eu super animada e contente a tentar passar-lhe o meu entusiasmo, e o Gui a não achar graça nenhuma àquela situação... Enfim, tal como aconteceu o ano passado, 5 minutos depois de estar vestido de Mocho desatou a chorar todo enervado por estar com aquele fato! 

 

Valeram os 5 minutos em que ele se manteve calmo para eu poder registar aquele momento, que podia ter sido bem mais alegre... ❤️

IMG_8169.JPG

GRATIDÃO

"Celebrar cada momento.

Celebrar o que se conquistou e o que não se conquistou.

CELEBRAR O QUE SE TEM e o que se quer.

Celebrar quem somos.

Celebrar a vida. Celebrar!"

 

Hoje eu quero celebrar o carinho que recebi 

de cada um de vocês, que das mais diversas formas, 

tornaram o meu Aniversário ainda mais Especial!

 

Quanto mais vivo, eu acredito que

a VIDA, a FAMÍLIA e os AMIGOS

são o maior presente que recebemos!

IMG_8149.JPG

DOUDOU INSEPARÁVEL

IMG_8079.JPG

Para quem não sabe, um doudou é um peluche para bebés, geralmente de forma plana, com uma textura muito suave, que tem por objetivo acompanhar o bebé, tanto de dia como de noite, de forma a que a criança se sinta segura, possa descansar e acalmar-se em situações que lhe provocam mais "stress". O facto do peluche ter o cheiro da casa, da mãe e do pai, faz com que este se torne muitas vezes inseparável do bebé.

 

Quando o Gui nasceu, nunca pensei que isto fosse funcionar com ele, até porque ele tinha uma meia dúzia de "doudous" e não havia nenhuma ligação especial com nenhum deles... O Gui foi crescendo, o tempo foi passando, mais doudous lhe iam oferecendo... Pouco depois de ter completado 1 aninho, as coisas começaram a mudar, o Gui já começava a ter preferência por um doudou, e fazia questão de o levar para todo o lado... Não sei como isto aconteceu e como ele o escolheu, mas o que é certo é que foi logo escolher o doudou mais difícil de encontrar: um doudou que a minha irmã mais nova lhe deu quando ele tinha 9 meses. O problema é que este doudou foi comprado na Alemanha e, por sinal, tratava-se de uma edição limitada! Agora imaginem o que é ter um doudou que é uma foca branca e que parecer ser quase única no mundo! O Gui é tão louco por esta foca que um dia se tivermos o azar de a perder não sei o que vamos fazer. 

 

Já tentei que ele trocasse de doudou, já lhe comprei outros, já lhe ofereceram outros ainda mais interessantes e fofinhos, mas não há nenhum que o consiga convencer... A Foca será sempre o seu doudou de eleição!

 

Estes dias, uma amiga que está na Alemanha encontrou um doudou semelhante, da mesma marca e com o mesmo material... Não é uma foca, mas mesmo assim vamos arriscar e ver se conseguimos que o Gui consiga ficar inseparável desde doudou também... Se assim fôr, vou ter que comprar mais dois exemplares para evitar que isto me torne a acontecer. Agora só faltam os meus pais virem cá em meados de Fevereiro e trazerem o novo doudou do Gui, confesso que estou ansiosa por ver a reação do Gui... Se realmente funcionar a nossa amiga V. salvou-nos de um futuro problema...

IMG_8081.JPG

E por aí, tiveram algum problema semelhante? 

COISAS DE MÃE

Ontem o Gui, no final do dia, estava tão eufórico que só queria correr de um lado para o outro... Às tantas, ouvimos um estrondo... Tinha tropeçado e batido em cheio na perna da mesa da sala! Felizmente, não bateu em nenhuma aresta, fez um "galito" que desapareceu rapidamente porque colocamos a pomada a tempo  (a famosa pomada para evitar as "pisaduras" / equimoses)... 

 

O cúmulo foi que hoje saímos os dois de casa, de manhã, e nunca mais me lembrei que o Gui tinha caído ontem... Por volta da hora do almoço reparei que ele tinha uma marca na testa... Fiquei um bocadinho incrédula sem perceber porque é que só hoje é que ele tinha aquela marca... Estava convencida que era da queda de ontem... Voltei para casa... Falei com a minha mãe por vídeo chamada, contei-lhe que o Gui tinha caído mas que só hoje é que tinha reparado que afinal tinha ficado com uma pequena "marca na testa", almoçamos os dois, tornamos a sair de casa...

 

Nisto de tornar a sair, o Gui acaba por adormecer a meio do caminho, coloco-o no carrinho dele, e num instinto maternal dou-lhe um beijo no nariz... Faço o que tenho a fazer, com o Gui sempre a dormir, e ao voltar para o carro quando vou a colocá-lo na cadeira do carro reparo que existia uma mancha, semelhante à da testa, no nariz! Numa fracção de segundos lembrei-me que aquelas marcas que o Gui tinha eram simplesmente as marcas dos meus beijos, mais precisamente, do meu batom cor de rosa!!! Isto é o que faz não colocar (quase nunca) um batom nos lábios!!! Escusado será dizer que fartei-me de rir sozinha no carro, durante toda a viagem do nosso regresso a casa!

IMG_8075.JPG

SOBRE O DIA DE HOJE

E esse amor que comeceu mal eles se encontraram, tem vindo a crescer de dia para dia... Que bom que é termos amigos assim! ❤️

IMG_8054.JPG

O GUI FEZ 18 MESES

O Gui fez 18 meses na passada quarta-feira... É verdade, 1 ano e meio!!! Dá para acreditar? 

 

Entrou na fase de aperfeiçoar tudo o que aprendeu até aqui... Começou a andar rápido e a correr, tem tanto orgulho nisso que fá-lo sempre com o maior sorriso (é claro que nem sempre corre bem, pois ainda tropeça com facilidade)! Volta e meia lá está ele a fazer uma nova habilidade com o seu corpo, é mesmo impressionante como ele descobre sozinho formas de mover o corpo.

 

Continua a adorar pendurar-se nos móveis, começou a dar pontapés na bola (mas é ainda é uma tarefa que exige muita destreza), adora abrir e fechar gavetas/portas, adora desenhos animados com música, gosta imenso de dançar e que cantem para ele. Tem um fascínio por todo o tipo de botões e interruptores que estejam ao seu alcance, gosta cada vez mais de brincar com os seus bonecos dando-lhes vida: dá-lhes abracinhos e de comer. Adora canetas e lápis, e já sabe fazer riscos num papel, por isso sempre que vê uma caneta ou um lápis, não descansa enquanto não lhe dermos.

 

Neste último mês, o vocabulário não sofreu grandes alterações, a diferença é que o Gui palrea cada vez mais e mais alto. Gosta que lhe expliquem as coisas, e lhe digam como se chama cada objecto. Está atento às conversas dos outros e, por vezes, tenta repetir algumas palavras que ouve. Compreende uma série de indicações simples e cumpre-as. O mais engraçado é que reconhece uma série de pessoas pelo seu nome.

 

Acho que não vai faltar muito para ele começar a fazer "xixi" na sanita... Pelo menos já descobriu que consegue fazer xixi se fizer um bocadinho de esforço... Na hora do banho, quando vai entrar na banheira, faz questão de fazer xixi no chão... Nem imaginam o quanto ele fica orgulhoso ao fazer isto! (E a cara que ele faz só para se concentrar a fazê-lo?! De mais... Eh... Eh... Eh...)

 

É verdade, o Gui continua bastante crescido: pesa agora cerca de 12.600 g, mede 85cm e já tem 16 dentinhos (tem sofrido bastante com eles)! Está um verdadeiro homenzinho... (Eh... Eh... Eh...) E é desta forma que o nosso Principezinho continua a crescer... 💙

IMG_7959.JPG 

HO... HO... HO...

...E de repente chegamos ao último mês do Ano...

E de repente, encontramo-nos, novamente,

em contagem descrescente para o dia 24...

Que sejas bem alegre e bem doce...

Bem-vindo meu querido mês de Dezembro! 

❤️

IMG_7933.JPG

NATAL EM PARIS

Tal como já tinha contado aqui num post, este ano não vai haver o famoso "Marché de Noel" nos Champs Élysées apenas será montada a iluminação nas ruas, por isso ontem optámos por ir até La Defense para mostrar ao Gui um bocadinho do "ambiente Natalício" que se vive por cá nesta altura...   

IMG_7921.JPG

E o mais giro, é que o Gui teve a oportunidade de ver o famoso Pai Natal. Foi mesmo engraçado ver a reacção dele pois como tínhamos decorado a casa uns dias antes, ficou super curioso e admirado por ver o Pai Natal ao vivo! ❤️

OFICIALMENTE NATAL ❤️

A um mês do Natal, decidimos que hoje seria o dia indicado para decorarmos a casa, tal como manda esta quadra festiva... Fizemos tudo com o Gui a dormir, por isso quando acordou o espanto foi grande... Pensávamos que ele assim que visse o pinheirinho iria a correr em direcção deste para tentar apanhar todos os enfeites... Mas não, foi exatamente o contrário, ficou com medo a ponto de não conseguir aproximar-se da árvore e da figura do Pai Natal... Aos poucos, fomos tentando que ele se aproximasse e tentasse tocar em tudo... Muito devagarinho, lá foi cedendo, deixando-se guiar pela sua curiosidade nata...

IMG_7897.JPGVamos lá ver se a árvore se consegue conservar intacta a partir de agora...

COISAS DE MÃE

IMG_7884.JPG

Ultimamente o Gui tem nos surpreendidos com imensas palavras novas, e várias tentativas de frases em "chinês" (Eh... Eh... Eh...)... A maior parte das vezes fica difícil saber o que ele realmente quer, pois existem inúmeras palavras que se assemelham!

 

Tendo em conta a imagem, devem ter ficado a pensar que lhe falamos em francês... Mas nada disso, apenas coloquei esta imagem pois achei que se identificava imenso com esta fase. Seria simplesmente artificial se lhe falássemos em "francês", já que somos portugueses e sempre falamos português... Confesso que, às vezes, ainda gozamos com a situação, e falamos umas frases em francês entre nós...

 

O Gui compreende perfeitamente o português, e embora cá em casa não façamos nenhum esforço para ele aprender o francês, sabemos que isto nunca será nenhum obstáculo para a sua aprendizagem já que acabará por aprender esta segunda língua com a ama e com os seus amiguinhos. Queremos que ele aprenda a língua francesa, mas queremos também que ele domine a língua portuguesa para que possa comunicar facilmente com a nossa família!

TENTEI NÃO RIR MAS NÃO DEU

Ontem, eu, duas amigas, e o Gui, fomos visitar uma amiga que foi mamã recentemente, da pequena Leonor... Assim que o Gui viu que a minha amiga tinha um gato, a atenção dele focou-se completamente nele... O problema é que o gato morria de medo dele, por isso passava a vida a esconder-se na esperança de não ser apanhado... Numa dessas procuras, e como não encontrava o gato, o Gui vem à nossa beira, com o maior sorriso e com o braço levantado mostrando o que tinha acabado de "encontrar": um tampão! Lá estava o Gui a fazer asneiras e a mexer onde não devia. Como devem calcular, nem tive oportunidade para ficar zangada pois a gargalhada foi geral!!! 

IMG_7874.JPG

O PODER DA VIDEOCHAMADA

Nunca pensei que as videochamadas fossem ter um papel tão importante nas nossas vidas... Começou quando emigramos para cá e ganhou ainda mais impacto assim que o Gui nasceu... É impressionante como um simples "clique" nos aproxima das pessoas que estão longe de nós, e nos faz parecer que estamos "lado a lado"... E essa aproximação até o Gui a sente.

 

Hoje o Gui conhece perfeitamente todas as pessoas que comunicamos regularmente, através da internet por videochamada. Nunca pensei estar tão grata a este sistema pois graças a isto, e apesar de estarmos distantes a maior parte do tempo, de cada vez que voltamos a Portugal o Gui conhece perfeitamente todas as pessoas como se convivesse com elas pessoalmente todos os dias. 

 

E se um dos meus maiores receios quando o Gui nasceu era que ele não reconhecesse os avós e as pessoas que nos são mais próximas, hoje sei que posso contar com esta tecnologia para nos ajudar a reforçar estes laços!

 

Só para vos dar um exemplo, deste última vez que fomos à Portugal, ao chegarmos ao aeroporto do Porto, assim que o Gui viu a minha mãe, correu na direcção dela com um grande sorriso como se nunca se estivesse afastado dela! 💙

IMG_7870.JPG

O GUI FEZ 17 MESES

O Gui fez 17 meses no passado dia 6... Pesa agora cerca de 12.500 gr e mede 83cm.  

 

Neste último mês não houve nada verdadeiramente marcante, no fundo, mantém-se tudo o que tenho vindo a descrever nos últimos dois meses: muitas traquinices, muitas  travessuras e muitos desafios. A sua curiosidade está cada vez maior, tal como a capacidade de observação, por isso adora imitar tudo e todos.

 

Começou a aventurar-se a descer degraus sem ajuda (como é óbvio, nem sempre corre bem, mas não faz nenhum drama quando corre mal), começou a tentar colocar cubos uns em cima dos outros  de forma a construir "torres" (mas ainda é uma tarefa um pouco complicada), continua a adorar dançar e passear, e passa a vida a testar todos os seus limites. Tão pequenino e já quer fazer imensas coisas sem ajuda, é claro que muitas coisas não dá para deixarmos, mas outras permitimos que ele o faça, sempre connosco por perto, de forma a ajudá-lo a crescer.

 

Mamã, papá e gato são as suas palavras favoritas, e para além de "água" ("bábua"), diz também muito bem "titi" (tia), papar (diz mais "papa", pois o "r" ainda é muito complicado para dizer) e "papo" (esta última palavra dá para papo e sapo... Eh... Eh... Eh...)... Sem contar com todas as expressões e frases em "chinês" que passamos a vida a decifrar (Eh... Eh... Eh...)! 

 

Conhece todas as pessoas que mantemos  mais contacto (quer pessoalmente, quer via internet) e não fica muito incomodado com pessoas estranhas, bastam uns minutinhos para ele se sentir à vontade. E se em casa chega a ser uma "pestinha", fora de casa e com estranhos torna-se um verdadeiro anjinho!

 

E é desta forma que vai crescendo o nosso Amor Maior! 💙

IMG_7867.JPG 

COISAS DE MÃE

IMG_7824.JPG

Claro que ainda falta o tempo perdido a abrir/fechar gavetas, a abrir/fechar portas, a desarrumar e a tirar tudo de dentro das gavetas, a carregar garrafas de água e tantas outras coisas... Por este motivo é que nunca levo quase nenhum brinquedo para o Gui brincar quando vamos algum lado, e quando levo arrependo-me sempre! 

 

E por aí, também vos acontece o mesmo?

A ÚLTIMA DO GUI

IMG_7821.JPG

Se há coisa que o Gui adora é tudo o que não lhe pertence, mais concretamente tudo o que é dos adultos e ele sabe que não deve ter. Mas este "objectos proibidos" muitas vezes são dados, como forma de o deixar explorar ou de evitar uma grande birra, por isso lá vamos cedendo e dar-lhe alguns objectos... Hoje foram as chaves de casa...

 

O meu marido chegou a casa com o Gui, e mais uma vez, como tantas outras vezes, o Gui "cismou" que tinha que ter as chaves... Numa tentativa de o deixar contente, o meu marido lá lhe deu as chaves... Dirigiu-se à varanda para abrir os estores da porta da varanda, e mal o estores se começaram a levantar, o Gui fez uma birra para ir brincar até à varanda... E mais uma vez, lá conseguiu o que queria... Enquanto que o Gui brincava na varanda, o meu marido foi à cozinha pousar uns sacos... Foi o tempo suficiente para o Gui aparecer à beira dele, com cara de espanto, a tentar transmitir uma mensagem: "a, a, a-a?!"... Hum... Não tinha feito "coisa boa"... Rapidamente se fez um "clique" sobre o paradeiro das chaves... Vai até à varanda e não escontra as chaves em lado nenhum, olha para o jardim (sim, porque moramos no segundo andar) e lá estavam as chaves de casa no meio dos arbustos!

 

Felizmente a porta de casa não estava fechada à chaves, porque se fosse preciso sair à rua, teriam que esperar que eu chegasse a casa, uma vez que eu estava a trabalhar! Fartei-me de rir com a situação pois ainda estava a trabalhar quando o meu marido me enviou uma mensagem a contar esta peripécia! 

 

Tão pequenino e já tão safadinho....

 

E por aí, tenho a certeza que existem muitas peripécias como esta... Contem, contem...