Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

DOUDOU INSEPARÁVEL

IMG_8079.JPG

Para quem não sabe, um doudou é um peluche para bebés, geralmente de forma plana, com uma textura muito suave, que tem por objetivo acompanhar o bebé, tanto de dia como de noite, de forma a que a criança se sinta segura, possa descansar e acalmar-se em situações que lhe provocam mais "stress". O facto do peluche ter o cheiro da casa, da mãe e do pai, faz com que este se torne muitas vezes inseparável do bebé.

 

Quando o Gui nasceu, nunca pensei que isto fosse funcionar com ele, até porque ele tinha uma meia dúzia de "doudous" e não havia nenhuma ligação especial com nenhum deles... O Gui foi crescendo, o tempo foi passando, mais doudous lhe iam oferecendo... Pouco depois de ter completado 1 aninho, as coisas começaram a mudar, o Gui já começava a ter preferência por um doudou, e fazia questão de o levar para todo o lado... Não sei como isto aconteceu e como ele o escolheu, mas o que é certo é que foi logo escolher o doudou mais difícil de encontrar: um doudou que a minha irmã mais nova lhe deu quando ele tinha 9 meses. O problema é que este doudou foi comprado na Alemanha e, por sinal, tratava-se de uma edição limitada! Agora imaginem o que é ter um doudou que é uma foca branca e que parecer ser quase única no mundo! O Gui é tão louco por esta foca que um dia se tivermos o azar de a perder não sei o que vamos fazer. 

 

Já tentei que ele trocasse de doudou, já lhe comprei outros, já lhe ofereceram outros ainda mais interessantes e fofinhos, mas não há nenhum que o consiga convencer... A Foca será sempre o seu doudou de eleição!

 

Estes dias, uma amiga que está na Alemanha encontrou um doudou semelhante, da mesma marca e com o mesmo material... Não é uma foca, mas mesmo assim vamos arriscar e ver se conseguimos que o Gui consiga ficar inseparável desde doudou também... Se assim fôr, vou ter que comprar mais dois exemplares para evitar que isto me torne a acontecer. Agora só faltam os meus pais virem cá em meados de Fevereiro e trazerem o novo doudou do Gui, confesso que estou ansiosa por ver a reação do Gui... Se realmente funcionar a nossa amiga V. salvou-nos de um futuro problema...

IMG_8081.JPG

E por aí, tiveram algum problema semelhante? 

COISAS DE MÃE

Ontem o Gui, no final do dia, estava tão eufórico que só queria correr de um lado para o outro... Às tantas, ouvimos um estrondo... Tinha tropeçado e batido em cheio na perna da mesa da sala! Felizmente, não bateu em nenhuma aresta, fez um "galito" que desapareceu rapidamente porque colocamos a pomada a tempo  (a famosa pomada para evitar as "pisaduras" / equimoses)... 

 

O cúmulo foi que hoje saímos os dois de casa, de manhã, e nunca mais me lembrei que o Gui tinha caído ontem... Por volta da hora do almoço reparei que ele tinha uma marca na testa... Fiquei um bocadinho incrédula sem perceber porque é que só hoje é que ele tinha aquela marca... Estava convencida que era da queda de ontem... Voltei para casa... Falei com a minha mãe por vídeo chamada, contei-lhe que o Gui tinha caído mas que só hoje é que tinha reparado que afinal tinha ficado com uma pequena "marca na testa", almoçamos os dois, tornamos a sair de casa...

 

Nisto de tornar a sair, o Gui acaba por adormecer a meio do caminho, coloco-o no carrinho dele, e num instinto maternal dou-lhe um beijo no nariz... Faço o que tenho a fazer, com o Gui sempre a dormir, e ao voltar para o carro quando vou a colocá-lo na cadeira do carro reparo que existia uma mancha, semelhante à da testa, no nariz! Numa fracção de segundos lembrei-me que aquelas marcas que o Gui tinha eram simplesmente as marcas dos meus beijos, mais precisamente, do meu batom cor de rosa!!! Isto é o que faz não colocar (quase nunca) um batom nos lábios!!! Escusado será dizer que fartei-me de rir sozinha no carro, durante toda a viagem do nosso regresso a casa!

IMG_8075.JPG

SOBRE O DIA DE HOJE

E esse amor que comeceu mal eles se encontraram, tem vindo a crescer de dia para dia... Que bom que é termos amigos assim! ❤️

IMG_8054.JPG

COINCIDÊNCIAS

IMG_8040.JPG

Não sei se alguma vez repararam nos calendários franceses, mas estes têm por norma em cada dia do ano um ou vários nomes próprios, cada um desses nomes corresponde ao nome de um Santo da Igreja Católica. Tal é a importância, que existem pessoas que escolhem o nome dos filhos de acordo com o dia em que a criança nasceu, ou seja, se nasceu no dia 7 de Fevereiro, e no caso de ser menina, terá o nome de Eugénia. Existem outras que festejam antes o nome próprio, é ao que os franceses chamam aqui de "fête du prénom", ou seja, é o caso do dia de hoje, dia 10 de Janeiro, dia do Saint Guillaume (em português, "Santo Guilherme"), dia este que é dedicado a todas as pessoas que têm esse nome próprio, tal como o Gui!

 

O melhor desta história toda é que, tratando-se de uma tradição francesa, nunca fazemos atenção a esses pormenores... Por isso, nem imaginava que hoje era o dia do Santo Guilherme, não fosse a Ama do Gui ter-nos lembrado disso ao enviar uma belíssima mensagem a desejar-lhe um dia feliz! 

 

Comecei então a pensar e dei por mim a descobrir que faz exactamente amanhã dois anos que descobrimos que iríamos ter um Principezinho, por pouco que não era no dia do Santo Guilherme! 💙

COISAS DE MÃE

IMG_8038.JPG

Quem tem filhos, sabe bem que a pior coisa do mundo é ver os filhos doentes... E é nessas alturas que perguntamos porque raio não somos nós que estamos doentes, em vez deles.

 

Desta vez, e para variar, eu e o Gui ficamos doentes na mesma altura, eu com um síndrome gripal, ele com uma bronquiolite, talvez o vírus tenha sido o mesmo mas o facto do Gui ainda não ser capaz de tossir eficazmente fez com que a evolução da doença não fosse propriamente a mesma...  Custa vê-lo assim todo "molinho" e custa ainda ter que lhe dar a medicação...  Parece fácil quando se sai da consulta médica com a receita para comprar os medicamentos, pensamos que é só ele tomar e dali a uns dois dias estará quase em forma.. O pior é aceitar tomar os medicamentos... O medicamento pode ser desconhecido ou simplesmente ter o melhor sabor do mundo, mas não sei porquê, o Gui capta logo que aquilo não é propriamente uma refeição, e por muita negociação que façamos, acaba sempre por ser um "grande circo" conseguir que ele tome o medicamento de forma tranquila...

 

Ontem a médica prescreveu-lhe um antibiótico, e confesso que tem sido uma aventura negociar com ele... Mal lhe digo que está na hora de tomar o antibiótico para "ficar bom", fica logo zangado... Faz birra, chora, cospe, tosse faz que vomita... Enfim... Uma verdadeira aventura! Para facilitar um bocadinho a tarefa, utilizo dois truques: dou-lhe o antibiótico imediatamente antes da refeição, assim ele está com mais fome e não corro o risco que ele vomite a refeição, e coloco a seringa pela parte lateral da bochecha e no fundo da boca, para ele quase não sentir o sabor e engolir mais rápido, mas mesmo assim ainda fica difícil... E desse lado, conhecem mais algum truque que possa utilizar?

COISAS DE MÃE

IMG_7986.JPG

Não sei se se lembram, mas em Julho tivemos uns problemas com a ama do Gui e tivemos que procurar outra... Confesso que estava com muito receio de encontrar alguém pois a primeira experiência tinha sido bastante negativa (um dia destes, contarei em concreto o que se passou)... Entre as minhas amigas, a minha mãe que veio até cá, as minhas folgas e as férias de Verão, conseguimos manter o Gui sem Ama até Setembro... Em Setembro, o Gui começava um novo ciclo... E que belo ciclo que se tem revelado... Hoje, cheguei a casa e tinha um presentinho dela para nós: uma bela bola de Natal personalizada! Com isto, o nosso Pinheirinho de Natal ficou ainda mais brilhante! Um presente simples mas repleto de afecto! ❤️

COISAS DE MÃE

IMG_7884.JPG

Ultimamente o Gui tem nos surpreendidos com imensas palavras novas, e várias tentativas de frases em "chinês" (Eh... Eh... Eh...)... A maior parte das vezes fica difícil saber o que ele realmente quer, pois existem inúmeras palavras que se assemelham!

 

Tendo em conta a imagem, devem ter ficado a pensar que lhe falamos em francês... Mas nada disso, apenas coloquei esta imagem pois achei que se identificava imenso com esta fase. Seria simplesmente artificial se lhe falássemos em "francês", já que somos portugueses e sempre falamos português... Confesso que, às vezes, ainda gozamos com a situação, e falamos umas frases em francês entre nós...

 

O Gui compreende perfeitamente o português, e embora cá em casa não façamos nenhum esforço para ele aprender o francês, sabemos que isto nunca será nenhum obstáculo para a sua aprendizagem já que acabará por aprender esta segunda língua com a ama e com os seus amiguinhos. Queremos que ele aprenda a língua francesa, mas queremos também que ele domine a língua portuguesa para que possa comunicar facilmente com a nossa família!

TENTEI NÃO RIR MAS NÃO DEU

Ontem, eu, duas amigas, e o Gui, fomos visitar uma amiga que foi mamã recentemente, da pequena Leonor... Assim que o Gui viu que a minha amiga tinha um gato, a atenção dele focou-se completamente nele... O problema é que o gato morria de medo dele, por isso passava a vida a esconder-se na esperança de não ser apanhado... Numa dessas procuras, e como não encontrava o gato, o Gui vem à nossa beira, com o maior sorriso e com o braço levantado mostrando o que tinha acabado de "encontrar": um tampão! Lá estava o Gui a fazer asneiras e a mexer onde não devia. Como devem calcular, nem tive oportunidade para ficar zangada pois a gargalhada foi geral!!! 

IMG_7874.JPG

O PODER DA VIDEOCHAMADA

Nunca pensei que as videochamadas fossem ter um papel tão importante nas nossas vidas... Começou quando emigramos para cá e ganhou ainda mais impacto assim que o Gui nasceu... É impressionante como um simples "clique" nos aproxima das pessoas que estão longe de nós, e nos faz parecer que estamos "lado a lado"... E essa aproximação até o Gui a sente.

 

Hoje o Gui conhece perfeitamente todas as pessoas que comunicamos regularmente, através da internet por videochamada. Nunca pensei estar tão grata a este sistema pois graças a isto, e apesar de estarmos distantes a maior parte do tempo, de cada vez que voltamos a Portugal o Gui conhece perfeitamente todas as pessoas como se convivesse com elas pessoalmente todos os dias. 

 

E se um dos meus maiores receios quando o Gui nasceu era que ele não reconhecesse os avós e as pessoas que nos são mais próximas, hoje sei que posso contar com esta tecnologia para nos ajudar a reforçar estes laços!

 

Só para vos dar um exemplo, deste última vez que fomos à Portugal, ao chegarmos ao aeroporto do Porto, assim que o Gui viu a minha mãe, correu na direcção dela com um grande sorriso como se nunca se estivesse afastado dela! 💙

IMG_7870.JPG

QUEM CONCORDA?

IMG_4642.PNG

Há mais algum som?! (Eh... Eh... Eh...)

PROCURA-SE

IMG_7846.JPG

Há um mês para cá o Gui tem andado mesmo incomodado com os seus dentinhos... Incomodado até é uma palavra bem simpática, porque na verdade tem sofrido imenso com tantos dentinhos a nascer ao mesmo tempo! À conta disso, quem sofre são as chupetas que não duram tempo nenhum!

 

Tivemos que renovar todas as chupetas porque nenhuma estava intacta, compramos de diferentes marcas (Chicco, Nuk, Suavinex, Bébé Confort te Avent) para testar a resistência de forma a encontrar aquela que tem maior durabilidade... Para já, a marca Chicco e a marca Nuk foram as que duraram menos de 24horas na boca do Gui! Temo que as outras vão pelo mesmo caminho... Será que existe uma chupeta que resista mais um bocadinho a estes dentinhos todos?! 

 

Alguém tem experiência sobre este tema? 

COISAS DE MÃE

IMG_7824.JPG

Claro que ainda falta o tempo perdido a abrir/fechar gavetas, a abrir/fechar portas, a desarrumar e a tirar tudo de dentro das gavetas, a carregar garrafas de água e tantas outras coisas... Por este motivo é que nunca levo quase nenhum brinquedo para o Gui brincar quando vamos algum lado, e quando levo arrependo-me sempre! 

 

E por aí, também vos acontece o mesmo?

O PODER DO SUMO DE MAÇÃ

IMG_7814.JPG

O Gui foi ao Pediatra na sexta-feira para uma consulta de rotina, mas foi o suficiente para sair de lá doente... Quatro horas depois estava ele com febre, mas sem qualquer outro sintoma. Passou o fim-de-semana sem grande apetite, com vómitos, alguma diarreia e uma febre constante que só cedia com o paracetamol a horas regulares...

 

Hoje era dia de eu ir trabalhar, o Gui continuava com 39 graus, era o terceiro dia de febre, o Gui teria que ficar na Ama (mas esta também não aceita bebés/crianças com febre), levei-o às Urgências de Pediatra para ser observado e disseram o que andávamos a suspeitar: provável gastroenterite

 

Falamos do tratamento, mas como o Gui desta vez não está nada receptivo à solução de re-hidratação oral (SRO) a Pediatra falou-me em substituir a solução por sumo de maçã diluída (uma alternativa adequada às soluções eletrolíticas para as crianças com gastroenterite e desidratação ligeira). Confesso que desconhecia esta alternativa, mas fazendo uma pesquisa sobre o tema, o facto deve-se a uma substância adstringente que a maçã tem, chamada pectina, que é mais eficaz quanto mais oxidada está a polpa. Assim, quanto mais escura estiver a maçã, mais eficaz será como antidiarreico, esta “oxidação” da polpa da maçã manifesta-se quando esta entra em contacto com o ar. Os sumos comerciais podem ser mais práticos porque já vêm preparados, mas muitos deles têm uma concentração demasiado alta de açúcares, daí que o melhor será fazer um sumo de maçã feito em casa!

 

Uma excelente dica não acham?! 

 

 

Receita de Sumo de Maçã Caseiro

Ingredientes:

- Duas ou três maçãs

- Açúcar (opcional)

- Água q.b.


Preparação:

1. Lavar as maçãs, descascá-las, tirar-lhes os caroços e cortá-las em quatro.

2. Passar pela liquidificadora.

3. Diluir com água (pode juntar açúcar)

4. Deixar repousar até que adquira uma coloração mais escura (o sumo não fica tão vistoso mas a maçã escurecida está oxidada e, dessa forma, é mais eficaz como antidiarreico. 

O GUI FEZ 16 MESES

O Gui fez 16 meses no passado dia 6... Pesa 12.300 gr e mede 82cm... Uma continuação do que já tenho vindo a descrever nos últimos meses: cada dia mais traquina, cada dia mais atrevido (por incrível que possa parecer)!

 

A grande novidade é passar a vida a querer imitar-nos e a querer tudo o que é dos adultos e tudo o que não pode ter nas mãos... Descobriu que é super divertido abrir e fechar gavetas, abrir e fechar armários e retirar tudo o que está dentro das gavetas e dos armários... E se já passava a vida a subir para o sofá, agora aprendeu que é giro saltar em cima dele e descer pelas laterais! 

 

Tem muita mais agilidade a subir e descer escadas de pé, com a mão dada, adora brincar com cubos, virar páginas de livros e ouvir histórias, é mesmo engraçado ver o interesse dele nas figuras dos livros quando apontamos e dizemos os nomes delas.

 

Passa o tempo a testar os seus limites, por isso tenta trepar para cima de tudo, arrasta as cadeiras e sobe para cima delas para chegar à mesa, tenta caminhar carregando objectos mais pesados (adora carregar garrafas de água e arrastar garrafões de água!) enfim, um verdadeiro aventureiro!

 

Está cada vez mais confiante, mas quando as coisas não correm como ele quer, enerva-se, resmunga e é capaz de atirar os objectos/brinquedos ao ar, e chorar para mostrar o seu desagrado. Já percebe bem quais são os comportamentos que não gostamos (por serem perigosos ou errados), mas mesmo assim passa o tempo a desafiar-nos e a desobedecer-nos, e quando se apercebe, pela na nossa cara, que já chegamos ao "limite", lança o seu maior sorriso e a sua melhor gargalhada para nos desarmar por completo! 

 

Começou a lançar beijinhos, a dizer mamã e papá com mais frequência, e aprendeu a dizer água ("bábua"), é impressionante como ele percebe e capta tudo ao seu redor! 

 

Interage muito mais com as pessoas e até com os animais, adora passear na rua, é doido por gatos, adora que lhe façam cócegas, o lancem ao ar, dancem e cantem com ele! E o mais giro é vê-lo a tentar cantar também quando nós cantamos! 

 

Quanto ao dormir e à alimentação pouco ou nada se alterou, dorme cerca de umas 10 horas por noite (bebé dois biberões enquanto dorme, um à 1h e outro às 6h) e dorme entre 1 a 2 horas durante o dia... Já quanto aos alimentos continua a não gostar de peixe e de carne, por isso continua a comê-los juntamente com os legumes, numa espécie de puré. É verdade... Tem mais dentes que nunca e tem sofrido imenso à conta disso! 

 

Confesso que esta fase exige uma grande atenção da nossa parte e uma enorme energia, mas é (talvez) uma das fases mais engraçadas por ser tão rica em descobertas e aprendizagens!  O resto já devem imaginar... Continuamos cada vez mais apaixonados por este Principezinho... 

IMG_7813.JPG

PARA VER MELHOR...

IMG_7810.JPG

Este fim-de-semana fui trabalhar, por isso o Gui ficou com o meu marido em casa... A dada altura recebo uma fotografia enviada pelo meu marido: o Gui sentado em cima do móvel da televisão a ver desenhos animados!

 

A fotografia não tem muita qualidade, pois como devem imaginar, o meu marido quis registar o momento assegurando-se que o Gui não caía ao chão! Basta uma distracção de segundos para o Gui se aventurar a escalar qualquer coisa cá em casa, um verdadeiro destemido! E pensar que ainda tem 16 Mesinhos... Nem imaginam a quantidade de vezes que ele nos desafia ao longo do dia quando estamos em casa! Acho que qualquer dia o meu coração vai dar-lhe "qualquer coisinha má"...