Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

SALADA DE FEIJÃO FRADE COM BACALHAU

IMG_7462.JPG

Hoje decidi partilhar com vocês uma receita bem simples mas que sabe mesmo bem nestes dias de calor: salada de feijão frade com bacalhau! 

 

Ingredientes (4 pessoas)

1 Lata de feijão-frade grande

1 Lata de milho 

1 Posta média de Bacalhau

4 ovos

Azeite q.b. 

Vinagre branco q.b.

1 cebola grande

1 ramo de salsa

Pimenta-preta (moída na hora)

 

1. Comece por cozer o bacalhau e os ovos.

2. Assim que o bacalhau estiver cozido, desfie o bacalhau e reserve.

3. Descasque os ovos.

4. Abra a lata de feijão, escoe e passe o feijão por água fria. Deixe escoar novamente. Repita este processo com a lata de milho.

5. Numa travessa coloque o feijão, o milho, o bacalhau desfiado e os ovos previamente picados, e misture tudo muito bem.

6. Numa tigela pique a cebola e a salsa. Junte o azeite e o vinagre, tempere com a pimenta, e misture todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea (a este molho, no Norte de Portugal, chamamos "molho verde").

7. Regue com este molho a salda de feijão fradinho e coloque no frigorífico, no mínimo uns 30 minutos, antes de servir.

 

Nota: Se preferir, pode substituir o bacalhau por atum.

 

E, se não fôr pedir muito, experimentem, partilhem e digam se gostaram :)

Bom Apetite!

PATANISCAS DE BACALHAU

DSC07918.JPG

Ontem fiz umas pataniscas de Bacalhau que ficaram tão deliciosas que decidi partilhar com vocês a minha receita...

 

Ingredientes (2 a 3 pessoas)

9 colheres de sopa de farinha trigo com fermento

Água q.b.

2 Ovos

1 Posta grande de Bacalhau

Salsa fresca q.b.

1 Cebola média

Pimenta q.b.

Sal q.b.

Óleo (para fritar)

 

1. Coloque a farinha num recipiente e adicione algumas colheres de água, misturando bem até obter uma massa cremosa.

2. Junte os ovos previamente batidos.

3. De seguida, acresente o bacalhau cru às lascas (limpo de peles e espinhas). 

4. Junte a salsa e a cebola bem picadas, e tempere a gosto com sal e pimenta, mexendo tudo muito bem. 

5. Coloque o óleo numa frigideira e deixe aquecer bem.

6. Frite a mistura às colheradas. Quando estiverem bem fritas coloque-as numa superfície absorvente alguns minutos.

7. De seguida, transfira-as para uma travessa e sirva de imediato acompanhado com arroz de feijão ou arroz branco. 

DSC07919.JPG

 

 

Eu optei por acompanhar com arroz de feijão, para isso fiz utilizei todos os mesmo ingredientes que utilizo no arroz de tomate com excepção dos tomates maduros que simplesmente não coloco na confeção deste arroz. É claro que juntei ao arroz uma lata de feijão (neste caso vermelho) 5 minutos depois de ter acrescentado o arroz na panela... Fiz também uma salada de alface, tomate e cebola... E o resultado foi um belo jantar tipicamente português!

 

DSC07922.JPG

Bom Apetite!

PUNHETA DE BACALHAU

DSC07220.JPG

O nome até pode parecer estranho, mas é mesmo assim que se chama este prato de bacalhau, bem típico do Minho. Para quem desconhecia esta iguaria, aqui fica a receita, super simples e deliciosa. Vale a pena experimentar!

 

Ingredientes (2 pessoas)

1 posta de bacalhau cru demolhado

1 Cebola pequena

1 Dente de alho

Azeite q.b.

Vinagre q.b.

Pimenta branca q.b.

Salsa q.b.

 

1. Comece por desfiar a posta de bacalhau, retirando as peles e as espinhas.

2. Depois do bacalhau desfiado, envolva-o num pano limpo e esfregue bem para retirar o excesso de água do bacalhau (o bacalhau deverá ficar o mais seco possível).

3. Disponha o bacalhau na travessa que vai servir.

4. Pique o alho e a cebola e coloque sobre o bacalhau.

5. Tempere a gosto com pimenta, vinagre, salsa picada, e muito azeite, para no fim molhar uns pedacinhos de pão ou broa.

6. Acompanhe com uma salada a gosto (no meu caso foi de feijão verde) ou umas batatas cozidas. 

DSC07222.JPGBom Apetite!

 

BACALHAU ÀS NOSSAS VOLTAS :)

DSC03942.JPG

Para quem é fã de um bom bacalhau, como nós, nada melhor que partilhar uma receita deliciosa que eu adaptei do famoso Bacalhau à Gomes de Sá, como personalizei a receita achei que deveria mudar o nome da receita para Bacalhau Às Nossas Voltas.

 

E assim nasceu uma receita em homenagem ao meu blog :)

 

Ingredientes

2 postas de bacalhau demolhado

4 Batatas grandes 

2 cebolas cortadas às rodelas

2 dentes de alho

Pimentos frescos (a gosto) 

1 Folha de louro

Azeite a gosto

3 ovos cozidos (cortados às rodelas)

Pimenta q.b. (de preferência moída na hora)

DSC03934.JPG

 

BACALHAU À ZÉ DO PIPO

Esta semana decidi fazer Bacalhau à Zé do Pipo... Depois de uma pesquisa na internet, li várias receitas e tirei uma ideia de cada uma... O resultado foi tão bom que decidi partilhar com vocês :)

 

Ingredientes

2 lombos de Bacalhau
Leite q.b.
1 Cebola
4 colheres sopa Azeite
1 folha de Louro
Pimenta branca q.b.
Sal q.b
Maionese q.b.
Pimento
Puré de Batata 

 

1. Leve o bacalhau a cozer em leite.

2. Entretanto, coloque numa frigideira o azeite, a cebola picada, o louro, a pimenta, o sal e um pouco de leite de cozer o bacalhau. Deixe refogar um pouco, deixando a cebola branca e macia (não deixe que esta fique estalaladiça).

4. Depois de cozido, escorra o bacalhau e coloque-o numa travessa de ir ao forno.

5. Coloque o refogado de cebola sobre as postas de bacalha e deite por cima a maionese de modo a que tudo fique coberto. No final, enfeite com pimentos laminados.

bacalhau à zé do pipo 2.jpg

6. Na mesma travessa, coloque o puré de batata e leve ao forno a gratinar durante 30 min. Cubra a travessa com papel alumínio nos primeiros 20 min.

bacalhau à zé do pipo 3.jpg

7. Sirva acompanhado de salada mista.

bacalhau à zé do pipo 4.jpg

Bom Apetite!

PORQUE COMEMOS BACALHAU NA CEIA DE NATAL?

bacalhau.jpg

Na Ceia de Natal manda a tradição portuguesa que se coma bacalhau com batatas e couves cozidas, regado com um bom azeite extra-virgem.

 

Algumas famílias optam por cozinhar o bacalhau de outras formas ou então optam pelo polvo ou perú assado... Mas não há tradição mais portuguesa que comer bacalhau cozido na noite do dia 24 de Dezembro (noite de consoada).

 

A tradição do bacalhau no Natal, surgiu na Idade Média, com o calendário cristão, onde as pessoas faziam jejum, na altura das principais festas católicas: o Natal e a Páscoa. Como não se podia comer carne nestas alturas, e o bacalhau era o peixe mais barato, começou por se comer bacalhau. A carne estava apenas reservada para o almoço de Natal, no dia 25 de Dezembro.

 

Com o tempo, o jejum na altura do Natal foi desaparecendo, mas a tradição de comer bacalhau persiste até aos dias de hoje...  

 

Na minha casa é sagrado: Ceia de Natal é sinónimo de Bacalhau!

morue 1.jpg

 

 

Curiosidade...

Sabia que o "Bacalhau" não é um peixe mas sim um método de conservação do peixe no sal? Existem 5 espécies de peixe marinho que são pescadas (Cod Gadus Morhua, Cod Macrocéfalo, Ling, Saythe e Zarbo) e, depois de passarem pelos processos de salgação e secagem, são classificados como bacalhau.