Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

COMO TRATAR DA ASSADURA DA FRALDA

O eritema da fralda, mais conhecido por assadura da fralda, é uma irritação da pele do bebé que surge na zona que se encontra coberta pela fralda, nádegas e órgãos genitais, causando muito incómodo ao bebé.

 

As causas para o aparecimento da assadura no bebé são inúmeras. A principal deve-se à humidade, causado pelo facto da pele não respirar convenientemente por causa da fralda, mas também pode dever-se a alguma alergia causada por algum creme, pelo gel de banho, algum amaciador da roupa ou às toalhitas (motivo pelo qual é fundamental a utilização de produtos adequados à idade e à pele do bebé).

 

A assadura também pode aparecer devido à alimentação do bebé, pois alguns alimentos podem tornar o cocó mais ácido. Além disso, existem ainda bebés que têm a pele mais propensa a este tipo de problema, por isso muitas vezes surge sem alguma causa óbvia, daí que, nestes casos, os pais não se devem sentir culpados.

 

Esta semana o Gui teve a sua primeira assadura, e ainda hoje não consigo perceber como isto foi acontecer.... Foi super rápido... Amanheceu com o rabinho um bocado vermelho e foi-se agravando ao longo do dia... Estava com a pele tão vermelha e sensível que trocar-lhe a fralda era uma missão quase impossível, era super desconfortável para o Gui, só chorava... À noite, depois do banho, a pele estava tão irritada e fragilizada que pouco faltava para sangrar. Durante o dia tinha tido o cuidado de aplicar o creme de protecção da Mustela, mas de nada tinha adiantado, por isso decidi aplicar o que o Pediatra tinha prescrito, na maternidade, se isto acontecesse: Eosina 2% (um produto utilizado para cicatrizar e secar feridas). 

 

Nesse dia, demos banho ao Gui, secamos bem a pele (como habitualmente), e na zona da assadura aplicamos a Eosina. Deixamos secar uns segundos, fechamos a fralda, e no dia seguinte parecia milagre: o Gui não tinha qualquer desconforto e a assadura estava completamente seca!

 

Já conhecia o produto, de utilizar no hospital, mas não tinha nenhuma experiência quando aplicado nas assaduras dos bebés, mas depois deste episódio posso garantir que funciona mesmo! Uma só aplicação e o problema ficou resolvido.

 

Ficamos tão contentes com o resultado deste produto que achei que seria útil partilhar com vocês a nossa experiência pessoal. Tenho a certeza que mais dia, menos dia, vou estar a ajudar alguém desse lado.

 

O único inconveniente da Eosina é o facto de deixar a pele pintada de cor de rosa, mas como a zona onde esta vai ser aplicada não fica exposta, é apenas um pormenor pequeno se tivermos em conta a eficácia deste produto. Sem falar que tem um preço bastante simbólico, quando comparado com outro tipo de produtos para bebés.

 

Vale a pena lembrar que se uma assadura comum não for tratada, esta pode transformar-se num problema mais sério, como uma micose ou uma infecção bacteriana e, já agora, tenha em atenção que se uma assadura persistir por mais que 3 dias, deve-se consultar um médico pois pode ser necessário associar um anti-micótico, um creme corticóide ou um antibiótico.

 

Por isso, se conhece alguém a quem este artigo possa ter interesse partilhe esta informação, os pais e os bebés agradecem!

IMG_7031.JPG 

2 comentários

Comentar post