Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

COMO SOBREVIVER AO CALOR

vaga de calor em Paris.jpg

Em Portugal até pode ser normal, mas aqui esta temperatura é demasiado alta... Esta onda de calor ainda só vai no segundo dia mas já colocou quase metade do país em estado de alerta. Nesta altura, estão 37ºC aqui em Paris, mas prevê-se que os termómetros possam chegar aos 40°C à sombra, batendo o recorde registado em 1947. 

 

O alerta para a vaga de calor é accionado sempre que as temperaturas durante o dia ultrapassem os 30°C e durante a noite não desçam dos 20ºC, durante pelo menos três dias consecutivos, é ao que eles chamam Perído Canicule. 

 

Lembre-se que o governo accionou um plano (o chamado Plano Canicule) desde que ocorreu a tragédia no Verão de 2003, quando 15 mil pessoas morreram durante um período excepcional de temperaturas que rondaram os 40°C.

 

Por isso, e como o calor ainda não derrete gorduras localizadas, lembre-se o que a Direccção Geral de Saúde preconiza para estes dias:

  1. Beba água regularmente (entre 1 a 2 litros de água por dia);
  2. Procure molhar o seu corpo e "ventilar-se" (com o auxílio de ventoínhas);
  3. Não consuma alcool;
  4. Mantenha a casa arejada, feche as persianas das janelas de dia e abra somente quando o sol baixar;
  5. Evite atividades fisicas intensas;
  6. Coma em quantidade suficiente;
  7. Ligue aos seus familiares mais vulneráveis (pessoas idosas, pessoas doente), para saber se estão bem;
  8. E em caso de mal-estar lembre-se de ter estes números de telefone sempre "à mão":
  • Centro de urgências União Européia: 112
  • Ministério da Saúde da França (Canicule Info Service): 0 800 06 66 66
  • SAMU: 15 (o equivalente ao INEM, em Portugal)
  • Bombeiros: 18

Medidas simples que nos ajudam a sobreviver a este calor insuportável!

5 comentários

Comentar post