Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

BRUXELAS EM 2 DIAS

Antes de partirmos ouvi e li muita gente dizer que Bruxelas não tem nada que preste, é uma cidade pequena e não vale a pena visitar... Mas sabem que mais?! Nós adorámos e lamentámos não termos explorado mais esta cidade!

 

Por isso, se quiser conhecer a cidade, prepare-se para perder alguns minutos e ler este post, tenho a certeza que vai adorar conhecer a famosa Capital da Bégica e da União Europeia

 

Aqui fala-se oficialmente duas línguas: o frânces e o neerlandês (uma língua que deriva do holandês), por isso a maior parte das coisas está escrita nas duas línguas, mas o inglês é falado por praticamente toda a gente.

 

A cidade tem realmente muita personalidade e é bastante agradável, repleta de arte, história e com muitas atracções turísticas, é conhecida mundialmente como a cidade das histórias em quadrinhos: a terra do Tintin, do Luke Luke e dos Smurfs. Basta passear pelas ruas para admirar várias paredes e muros pintados com estas personagens! É tão giro que torna o passeio pela cidade ainda mais agradável e encontrá-los é sempre uma boa surpresa.

received_10200659265881386.jpeg

received_10200659266681406.jpeg

received_10200659264961363.jpegreceived_10200659326162893.jpeg

Por isso, e para quem gosta de andar, a melhor forma de conhecer Bruxelas é ter um mapa e sair andando pelas ruas... Mas prepare as sapatilhas para andar alguns kilómetros a pé... Foi exactamente isso que nós fizemos! (tem sempre o metro como alternativa)

 

Tendo em conta o que vimos, deixo aqui os melhores locais a conhecer durante uma visita a esta magnífica cidade.

 

 

 

Grand Place

Este foi um dos primeiros locais que visitámos, a principal atracção turística de Bruxelas, que aparece em vários postais. A praça é realmente imponente e possui um dos mais belos conjuntos de edificações da Europa. Um local bastante movimentado e cheio de encanto que conquista toda a gente.

Neste espaço, desde o século 11, fazem-se os chamados mercados ao ar livre, se bem que hoje em dia o mercado é mais direccionado para as flores (no período de Março a Outubro), acontecendo também concertos de música.

Já dá para adivinhar que, só neste local, tirei dezenas de fotografias! 

DSC04979.JPG

DSC05005.JPG

DSC05006.JPG

received_10200659265921387.jpeg

DSC05109.JPGreceived_10200659266921412.jpegreceived_10200659268801459.jpeg

received_10200659268761458.jpeg

received_10200659267001414.jpeg

Experimente ir à noite também e presencie um ambiente de luzes, completamemte diferente... 

received_10200659318962713.jpeg

 

Rue des Bouchers

Se quiser experimentar a verdadeira gastronomia belga, é obrigatório passar nesta rua. É aqui que se concentram alguns dos melhores restaurantes da cidade. Impossível ir a Bruxelas e não experimentar os tradicionais "moules" com "frites" (que é como quem diz: mexilhão com batatas fritas). Praticamente todos os restaurantes daqui servem isto como prato principal: podem ser gratinadas, servidas em molho de tomate ou, simplesmente, cozidas com ervas, mas sempre acompanhados de batatas fritas (não fosse a Bélgica o maior consumidor de batatas fritas!). 

received_10200659276761658.jpeg

 

Manneken Pis

O símbolo da cidade, a famosa escultura de bronze, com cerca de 61 cm, é nada mais que um menino nu fazendo xixi. Existem várias lendas acerca da sua origem, mas não se sabe muito bem qual é a verdadeira história... A estátua original foi construída em 1618, e está bem guardada na Maison du Roi.

O monumento fica numa esquina na Rue de L'Etuve, perto da Grand Place, e geralmente está rodeada de pessoas que passam e tiram fotografias.

 

O mais interessante é que esta estátua está muitas vezes vestida, com roupas de temas diversos, existindo mesmo um museu com o "guarda-roupa", com mais de 600 peças, do Mannekin Pis, na Grand Place (Musée de La Ville).

Nós tivemos a oportunidade de ver a inauguração de um desses trajes... Um verdadeiro cortejo com banda de música, discurso e uma espécie de "réplica" do Manneken Pis que passava por quem assistia e fazia questão de molhar as pessoas... 

received_10200659252761058.jpegreceived_10200659252921062.jpegreceived_10200659253561078.jpegreceived_10200659253441075.jpegDSC05064.JPGreceived_10200659261001264.jpegreceived_10200659262561303.jpegreceived_10200659261281271.jpeg

 

Église de Saint-Nicholas

A igreja gótica de São Nicolau é uma das mais antigas igrejas de Bruxelas. Está localizada no centro turístico de Bruxelas, perto da Grand Place, em frente à Bolsa de Valores. 

São Nicolau de Myra é o padroeiro dos comerciantes daí que no século XIV esta igrja era frequentada pelos comerciantes da Grand Place e arredores.

DSC05018.JPG

 

Bourse de Bruxelles

É nada mais que a Bolsa de Bruxelas (BSE), fundada em 1801 por Napoleão, quando a Bélgica ainda era uma colónia francesa. Um monumento que se assemelha a um templo grego, actualmente funciona como local de exposições temporárias.

DSC05016.JPG

received_10200659343083316.jpeg

 

Galeries Saint Hubert

A primeira galeria comercial da Europa, aberta em 1847 pelo Rei Leopoldo I para que a classe alta da Bélgica pudesse ir às compras. Possui cerca de 200 metros de comprimento, 8 metros de altura e é coberta por uma enorme cúpula de vidro.

Hoje, é uma rua movimentada da cidade onde pode encontrar produtos tradicionais e não só. Vale a pena passar por lá!

DSC04953.JPG

DSC04963.JPG

 

Loja do Tin Tin

Bem perto da Grand Place, na rue La Colline 13, existe a loja do Tin Tin, onde encontra tudo relacionado com este herói da banda desenhada... Desde bonecos, camisolas, até livros do herói já traduzidos em português.

received_10200659268201444.jpeg

received_10200659228600454.jpeg

DSC05126.JPG

 

Théâtre Royal de la Monnaie (Teatro Nacional)

É a principal casa de ópera da Bélgica e localiza-se na Place de la Monnaie.

received_10200659322562803.jpeg

 

Zinneke Pis

O Manneken Pis tem uma irmã, a Janeken Pis (estátua esta que nós não encontrámos), mas também tem um cão, o Zinneke Pis. Ao caminhar pelas ruas de Bruxelas encontrámos por acaso a estátua de bronze do cão a fazer xixi.

Zinneke, que basicamente significa "bastardo", simboliza o multiculturalismo, em Bruxelas.

Para quem quiser ir até lá, este encontra-se numa esquina entre a Rue des Chartreux e a Rue du Vieux-Marché-aux-Grãos.

DSC05423.JPG

 

Sainte-Catherine

Esta zona era uma região portuária da cidade, antes do rio ser aterrado em 1870. Actualmente, é uma praça bastante simpática com vários bares, cafés e restaurantes, onde se encontra a belíssima Igreja de Ste Catherine. Vale a pena visitar esta zona!

DSC05420.JPG

 

Halles Saint-Géry

Antigo mercado coberto do centro de Bruxelas. Entrámos e encontrámos uma exposição sobre os vários tipos de albinismo em África... Foi interessante encontrar uma fotografia de um menino albino que tinha vestido uma camisola do famoso Cristiano Ronaldo!

received_10200659343043315.jpeg

received_10200659343003314.jpeg

received_10200659338643205.jpeg

 

Bruparck

É um parque temático com várias atrações. Aqui encontra-se o famoso Atomium (Átomo), o Parque Mini-Europa, o Kinepolis e a Océade (cada um com bilhetes individuais para entrada). 

Situa-se um bocadinho afastado do centro da cidade, mas de metro facilmente se chega lá (Estação Heysel).

received_10200659277481676.jpeg

Vimos o Atomium e o Parque Mini-Europa. O primeiro é a chamada "Torre Eiffel" de Bruxelas, e tal como aconteceu com a Torre Eiffel de Paris, também esta foi pensada como um projecto temporário, mas acabou por converter-se numa atração turística. Trata-se de um conjunto de nove esferas metálicas (que fazem alusão às nove províncias belgas da época) construídas para a exibição universal de Bruxelas, em 1958. Possui cerca de 102 metros de altura e simboliza uma molécula de ferro ampliada 165 bilhões de vezes, representando a importância da Bélgica na produção do aço. Quase todas as esferas do Atomium são interligadas, e em cada uma delas há atrações e exposições audiovisuais. Da esfera mais alta, terá acesso a uma vista fantástica da cidade. Nós limitámos-nos a ver o Atomium de fora, já que o tempo era escasso para fazer a visita.

received_779673135463706.jpeg

Bem perto do Atomium está o Parque Mini-Europa, um dos principais parques de miniaturas do mundo e uma das principais atrações da cidade. Inaugurado em 1989, possui uma área de mais de 24 mil m², tem mais de 300 atrações de 80 cidades européias, numa escala de 1:25.

O bilhete é um bocadinho caro (14.9€), mas vale a pena a visita!

received_10200659277601679.jpegDSC05217.JPG

received_10200659278601704.jpegreceived_10200659278641705.jpegreceived_10200659278521702.jpeg

received_10200659278681706.jpeg

received_10200659278121692.jpeg

received_10200659278561703.jpeg

received_10200659278361698.jpegreceived_10200659276961663.jpeg

received_10200659278321697.jpeg

  

Monts des Arts

É nesta zona da cidade que estão os edifícios mais modernos. A praça foi construída para a Exposição Universal de 1910 e oferece uma incrível vista da cidade.

Aqui vai encontrar um jardim florido, cheio de pequenas fontes, a Biblioteca Real da Bélgica e o Centro de Convenções. No ponto mais alto do Mont des Arts vai encontrar os Museu de Instrumentos Musicais e o Museu Real de Belas Artes da Bélgica.

DSC05471.JPG

received_10200659368003939.jpegDSC05475.JPG

 DSC05472.JPGreceived_10200659366883911.jpeg

DSC05478.JPG

 

Igreja de Saint Jacques sur Coudenberg

Localizada na Praça Real, no centro de Bruxelas, encontra-se a imponente Igreja de St. Jacques-sur Coudenberg. Com uma arquitetura neoclássica, a sua construção data do final do século XVIII. Foi aqui que, em 1831, o Rei Leopoldo I tornou-se o primeiro rei dos belgas.

No centro da praça existe uma estátua de Godofredo de Bulhão, montado a cavalo, o primeiro governante do Reino de Jerusalém. 

received_10200659365683881.jpeg

 

Place du Grand Sablon

Na extremidade desta praça fica a Igreja Notre-Dame du Sablon, uma igreja bastante linda de arquitetura gótica, que foi construída entre os séculos 15 e 16 e, que se assemelha à Notre Dame de Paris.

received_10200659368363948.jpeg

Logo abaixo da praça, encontra uma rua cheia de restaurantes, foi lá que almoçamos.

DSC05503.JPG

received_10200659368403949.jpegreceived_10200659367803934.jpeg

 

Palais Royal e Place des Palais

É aqui, na Colina Coudenberg, que se encontra o Palácio Real da Bélgica, um dos mais belos edifícios oficiais da capital. Foi construído para ser a residência oficial da família real, mas actualmente já não é usado como residência real, já que o rei e a sua família vivem no Castelo Real de Laeken. Hoje o espaço funciona como sede do poder executivo belga, local onde o Rei Albert II administra o país.

Bem em frente ao Palácio Real fica o Parque de Bruxelas, um parque ideal para descansar. 

received_10200659367043915.jpeg

DSC05483.JPG

 

Edifício Berlaymont

É no Quartier Léopolda que se encontra este edifício que acolhe a sede da Comissão Europeia, o órgão executivo da União Europeia. O edifício foi construído durante a década de 1960.

Por este motivo, Bruxelas é considerada a capital Europeia.

received_10200659368563953.jpeg

 

Parc du Cinquantenaire

A leste do Royal Quartier encontra-se o Parc du Cinquantenaire (O Cinquentenário) com os Arcos do Triunfo e um vasto complexo de museus. A maioria dos edifícios do complexo em forma de U foram construídos para a para a Exposição Nacional de 1880, em comemoração dos 50 anos de independência do país.

O arco do triunfo (Les Arcades du Cinquantenaire) foi construído em 1905.

DSC05511.JPG

DSC05514.JPG

Como o tempo estava a esgotar-se, entrámos apenas no Museu Real do Exército e da História Militar, um museu gratuito e gigantesco! Nem queríamos acreditar quando soubemos que não se pagava, tendo em conta o que se encontra exposto parece impossível... E o melhor, daqui podemos subir ao Arco do Triunfo e apreciar a vista sobre a cidade, a custo zero!

received_10200659368643955.jpegreceived_10200659368683956.jpeg

received_10200659368923962.jpeg

received_10200659368763958.jpeg

received_10200659369363973.jpegreceived_10200659369243970.jpegreceived_10200659369323972.jpeg

 

received_10200659369083966.jpeg

received_10200659369283971.jpeg

received_10200659369203969.jpeg

Foi aqui que finalizámos a nossa visita, da melhor forma possível, mas antes de partir, e em jeito de despedida comemos o tradicional Waffle!

received_10200659369403974.jpeg

 

Onde ficar?

Nós ficámos perto da Grand Place e adorámos! Acho que é o local ideal para quem pretende aproveitar a cidade, de dia e de noite. Nas imediações da Praça, existem as principais atrações: catedrais, torres, museus, cafés, restaurantes, bares e bastantes lojas.

Além disso, pode sempre ficar alojado como nós ficámos... Com vista para os monumentos da Grand Place!

received_10200659329402974.jpeg

DSC05397.JPG

 

Gastronomia

Já deu para perceber que são as "moules" e as "frites" que reinam nesta cidade! E para os mais gulosos, como eu, existem os famosos chocolates belgas bem como os tradicionais waffles (e o cheirinho destes na rua é uma verdadeira loucura!). Não deixe de experimentar estas iguarias! 

E, claro, para quem gosta de cerveja, que não é o nosso caso, existe uma variedade imensa de cervejas que pode experimentar, são cerca de 500 tipos de cerveja produzidos no país!

DSC05084.JPG

DSC05132.JPG

received_10200659292682056.jpeg

 

 

O que nos impressionou...

Uma cidade cheia de turistas, ruas movimentadas, imensas actividades nas ruas, pessoas que se preocupam em saber de que nacionalidade erámos... Nunca imaginamos que Bruxelas tivesse tanta "vida"!

received_10200659364403849.jpeg

received_10200659365123867.jpeg

received_10200659366323897.jpeg

received_10200659366403899.jpeg

received_10200659365083866.jpeg

DSC04978.JPG

received_10200659281801784.jpeg

DSC05377.JPG

Bruxelas foi sem dúvida uma caixinha de surpresas para nós! Adorámos conhecer esta cidade e depois disto ficámos com vontade de explorar mais cidades Belgas... 

 

Confesso que algumas ruas do centro da cidade são um bocado sujas, e há sitios onde o Manneken Pis deve estar sempre a fazer xixi (Lol... ao cheiro que se sente em algumas ruas...), mas no geral a cidade é limpa. Não podemos esquecer nas imensas ruas onde se sente o cheirinho dos Waffle... A verdadeira tentação!

 

Pensei que Bruxelas fosse mais pequena, mas enganei-me! Há tanto para visitar e para conhecer que é preciso escolher o que mais nos agrada!

 

Quer um conselho?! Se estiver a pensar em visitar esta cidade não hexite!

 

E já agora, visite a minha página do facebook e veja o video que também publiquei... <3

 

 

Informações Turísticas

Hôtel de Ville

Grand Place

 

11 comentários

Comentar post