Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

A SAGA DOS APELIDOS

pourquoi.jpg

Hoje venho falar de um assunto que nos acompanha desde o primeiro dia que aqui chegámos: os nossos apelidos! Vocês até devem pensar que temos apelidos estranhos como "Pão de Trigo"ou "Mosca", mas não é o caso! Falo do simples facto de termos que explicar a qualquer lado que vamos porquê é que temos 2 apelidos cada um! Estranho não?! 

 

Vou passar a explicar "porquê"...

 

Tudo começa no nascimento.... Aqui quando uma criança nasce, normalmente, adopta apenas o apelido do pai, isto porque antigamente todas as crianças apenas podiam ter o apelido do pai, e embora a lei tenha mudado em 2005, e se possa colocar a uma criança o apelido da mãe e do pai, os franceses não o fazem, nem se quer conseguem perceber o motivo de alguém ter dois apelidos! Dá para acreditar nisto?! Daí que cada pessoa tenha apenas com um nome próprio e um apelido! 

 

Quando se tenta explicar que em Portugal coloca-se o apelido do pai e o apelido da mãe, as caras que eles fazem são de indignação! Vai se lá perceber porquê... Afinal, a lei também existe para eles, mas nem eles a conhecem!

 

Na minha opinião, acho que faz muito mais sentido uma pessoa ter os dois apelidos! Mas ainda há mais... Eu sendo casada, na opinião deles, sou quase obrigada a ter o apelido do meu marido! Até fiz uma pesquisa na internet para ver se era obrigatório, mas apesar de não o ser, parece que fizeram disto uma tradição a seguir à risca. Nesta altura devem estar a pensar: "mas as mulheres depois ficam com dois apelidos!" Resposta errada, porque a partir do momento que as mulheres se casam, o apelido que tinham do pai desaparece e passam a utilizar o apelido do marido. Por isso, cada vez que vamos preencher um papel onde tempos que colocar o nosso nome completo, aparecem sempre dois locais onde temos que colocar o apelido de solteira (em francês, nom de naissance ou nom jeune fille) e o apelido de casada (em francês, nom d'époux (se)). 

 

apelidos em frança.jpg

Agora imaginem o que é ser casada, como é o meu caso, ter dois apelidos e nenhum ser do meu marido!!! Grande confusão para eles... A qualquer lado que vamos sou automaticamente chamada pelo apelido dele, e tentar explicar que somos casados mas não mudei de apelido não vale a pena, porque no fim, continuam a duvidar se de facto somos casados um com o outro!!! A primeira vez que tentei explicar isto, disseram-me logo que só as pessoas dos países do leste é que não adoptam o apelido do marido... Se é verdade ou não, eu não sei, mas em Portugal aos anos que passou a ser mais vulgar as mulheres não adoptarem o apelido do marido... Eu pessoalmente acho que não faz sentido mudar de apelido... Mas isso já era tema para um outro post!

 

E eu até tenho apenas um nome próprio e 2 apelidos, que faria se eu fosse filha do Duque de Bragança... Nem quero imaginar!!!

7 comentários

Comentar post