Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

A ÚLTIMA DO GUI

IMG_7821.JPG

Se há coisa que o Gui adora é tudo o que não lhe pertence, mais concretamente tudo o que é dos adultos e ele sabe que não deve ter. Mas este "objectos proibidos" muitas vezes são dados, como forma de o deixar explorar ou de evitar uma grande birra, por isso lá vamos cedendo e dar-lhe alguns objectos... Hoje foram as chaves de casa...

 

O meu marido chegou a casa com o Gui, e mais uma vez, como tantas outras vezes, o Gui "cismou" que tinha que ter as chaves... Numa tentativa de o deixar contente, o meu marido lá lhe deu as chaves... Dirigiu-se à varanda para abrir os estores da porta da varanda, e mal o estores se começaram a levantar, o Gui fez uma birra para ir brincar até à varanda... E mais uma vez, lá conseguiu o que queria... Enquanto que o Gui brincava na varanda, o meu marido foi à cozinha pousar uns sacos... Foi o tempo suficiente para o Gui aparecer à beira dele, com cara de espanto, a tentar transmitir uma mensagem: "a, a, a-a?!"... Hum... Não tinha feito "coisa boa"... Rapidamente se fez um "clique" sobre o paradeiro das chaves... Vai até à varanda e não escontra as chaves em lado nenhum, olha para o jardim (sim, porque moramos no segundo andar) e lá estavam as chaves de casa no meio dos arbustos!

 

Felizmente a porta de casa não estava fechada à chaves, porque se fosse preciso sair à rua, teriam que esperar que eu chegasse a casa, uma vez que eu estava a trabalhar! Fartei-me de rir com a situação pois ainda estava a trabalhar quando o meu marido me enviou uma mensagem a contar esta peripécia! 

 

Tão pequenino e já tão safadinho....

 

E por aí, tenho a certeza que existem muitas peripécias como esta... Contem, contem... 

O PODER DO SUMO DE MAÇÃ

IMG_7814.JPG

O Gui foi ao Pediatra na sexta-feira para uma consulta de rotina, mas foi o suficiente para sair de lá doente... Quatro horas depois estava ele com febre, mas sem qualquer outro sintoma. Passou o fim-de-semana sem grande apetite, com vómitos, alguma diarreia e uma febre constante que só cedia com o paracetamol a horas regulares...

 

Hoje era dia de eu ir trabalhar, o Gui continuava com 39 graus, era o terceiro dia de febre, o Gui teria que ficar na Ama (mas esta também não aceita bebés/crianças com febre), levei-o às Urgências de Pediatra para ser observado e disseram o que andávamos a suspeitar: provável gastroenterite

 

Falamos do tratamento, mas como o Gui desta vez não está nada receptivo à solução de re-hidratação oral (SRO) a Pediatra falou-me em substituir a solução por sumo de maçã diluída (uma alternativa adequada às soluções eletrolíticas para as crianças com gastroenterite e desidratação ligeira). Confesso que desconhecia esta alternativa, mas fazendo uma pesquisa sobre o tema, o facto deve-se a uma substância adstringente que a maçã tem, chamada pectina, que é mais eficaz quanto mais oxidada está a polpa. Assim, quanto mais escura estiver a maçã, mais eficaz será como antidiarreico, esta “oxidação” da polpa da maçã manifesta-se quando esta entra em contacto com o ar. Os sumos comerciais podem ser mais práticos porque já vêm preparados, mas muitos deles têm uma concentração demasiado alta de açúcares, daí que o melhor será fazer um sumo de maçã feito em casa!

 

Uma excelente dica não acham?! 

 

 

Receita de Sumo de Maçã Caseiro

Ingredientes:

- Duas ou três maçãs

- Açúcar (opcional)

- Água q.b.


Preparação:

1. Lavar as maçãs, descascá-las, tirar-lhes os caroços e cortá-las em quatro.

2. Passar pela liquidificadora.

3. Diluir com água (pode juntar açúcar)

4. Deixar repousar até que adquira uma coloração mais escura (o sumo não fica tão vistoso mas a maçã escurecida está oxidada e, dessa forma, é mais eficaz como antidiarreico. 

O GUI FEZ 16 MESES

O Gui fez 16 meses no passado dia 6... Pesa 12.300 gr e mede 82cm... Uma continuação do que já tenho vindo a descrever nos últimos meses: cada dia mais traquina, cada dia mais atrevido (por incrível que possa parecer)!

 

A grande novidade é passar a vida a querer imitar-nos e a querer tudo o que é dos adultos e tudo o que não pode ter nas mãos... Descobriu que é super divertido abrir e fechar gavetas, abrir e fechar armários e retirar tudo o que está dentro das gavetas e dos armários... E se já passava a vida a subir para o sofá, agora aprendeu que é giro saltar em cima dele e descer pelas laterais! 

 

Tem muita mais agilidade a subir e descer escadas de pé, com a mão dada, adora brincar com cubos, virar páginas de livros e ouvir histórias, é mesmo engraçado ver o interesse dele nas figuras dos livros quando apontamos e dizemos os nomes delas.

 

Passa o tempo a testar os seus limites, por isso tenta trepar para cima de tudo, arrasta as cadeiras e sobe para cima delas para chegar à mesa, tenta caminhar carregando objectos mais pesados (adora carregar garrafas de água e arrastar garrafões de água!) enfim, um verdadeiro aventureiro!

 

Está cada vez mais confiante, mas quando as coisas não correm como ele quer, enerva-se, resmunga e é capaz de atirar os objectos/brinquedos ao ar, e chorar para mostrar o seu desagrado. Já percebe bem quais são os comportamentos que não gostamos (por serem perigosos ou errados), mas mesmo assim passa o tempo a desafiar-nos e a desobedecer-nos, e quando se apercebe, pela na nossa cara, que já chegamos ao "limite", lança o seu maior sorriso e a sua melhor gargalhada para nos desarmar por completo! 

 

Começou a lançar beijinhos, a dizer mamã e papá com mais frequência, e aprendeu a dizer água ("bábua"), é impressionante como ele percebe e capta tudo ao seu redor! 

 

Interage muito mais com as pessoas e até com os animais, adora passear na rua, é doido por gatos, adora que lhe façam cócegas, o lancem ao ar, dancem e cantem com ele! E o mais giro é vê-lo a tentar cantar também quando nós cantamos! 

 

Quanto ao dormir e à alimentação pouco ou nada se alterou, dorme cerca de umas 10 horas por noite (bebé dois biberões enquanto dorme, um à 1h e outro às 6h) e dorme entre 1 a 2 horas durante o dia... Já quanto aos alimentos continua a não gostar de peixe e de carne, por isso continua a comê-los juntamente com os legumes, numa espécie de puré. É verdade... Tem mais dentes que nunca e tem sofrido imenso à conta disso! 

 

Confesso que esta fase exige uma grande atenção da nossa parte e uma enorme energia, mas é (talvez) uma das fases mais engraçadas por ser tão rica em descobertas e aprendizagens!  O resto já devem imaginar... Continuamos cada vez mais apaixonados por este Principezinho... 

IMG_7813.JPG

PARA VER MELHOR...

IMG_7810.JPG

Este fim-de-semana fui trabalhar, por isso o Gui ficou com o meu marido em casa... A dada altura recebo uma fotografia enviada pelo meu marido: o Gui sentado em cima do móvel da televisão a ver desenhos animados!

 

A fotografia não tem muita qualidade, pois como devem imaginar, o meu marido quis registar o momento assegurando-se que o Gui não caía ao chão! Basta uma distracção de segundos para o Gui se aventurar a escalar qualquer coisa cá em casa, um verdadeiro destemido! E pensar que ainda tem 16 Mesinhos... Nem imaginam a quantidade de vezes que ele nos desafia ao longo do dia quando estamos em casa! Acho que qualquer dia o meu coração vai dar-lhe "qualquer coisinha má"...

COISAS DE MÃE

IMG_7804.JPG

Por incrível que possa acontecer, já me aconteceu isto uma série de vezes! E nem falo das vezes quando o Gui era bebezinho... Falo nos últimos 2 meses!

 

A última vez foi há uns dias quando um casal passeava com a sua filha, com uns 4-5 aninhos, de repente a senhora vira-se para o Gui e diz: 

"- Que linda menina!"

O marido todo atrapalhado com a situação vira-se para a esposa e diz:

"- Não vês que não é uma menina, é um menino! Eu vi logo pelas sapatilhas!"

(Lol... Só viu pelas sapatilhas, porque se fosse descalço não dava para saber! )

 

Acho que o facto do Gui ser loiro, com cabelos aos caracóis e andar quase sempre sorridente leva a que muitas pessoas digam isso sem olhar minimamente para ele. E eu nem o visto de cor de rosa, nem nada que se pareça, caso contrário estaria bem tramada...

BATIZADO DO PRINCIPEZINHO GUI

Hoje faz exactamente 1 mês que o nosso Principezinho foi Batizado e, como não podia deixar de ser, escolhemos o tema do "Pequeno Príncipe" como tema da festa.

 

Tudo foi escolhido e pensado ao pormenor, e a Madrinha do Gui foi, sem dúvida, uma ajuda muito preciosa para tudo, incluindo a decoração da festa que foi feita toda por ela (mais uma vez, MUITO OBRIGADA minha Amiga)!

 

O papá do Gui (o meu maridão) também comemorou mais uma década, por isso juntamos os amigos e a família mais próximos e festejamos tudo no mesmo dia! Estava tudo tão lindo e perfeito, que bom que foi partilhar beijos, abraços e sorrisos... Escusado será dizer que aproveitamos também para "matar as saudades" que tínhamos...

 

Aqui ficam algumas imagens da magia desse dia...

 IMG_7800.JPG

IMG_7801.JPG

IMG_7802.JPG

Um dia simples mas muito Especial! 💙

DIA MUNDIAL DO SORRISO

No dia Mundial do Sorriso partilho com vocês o melhor sorriso do Mundo, o sorriso mais genuíno, aquele que nos faz sorrir todos os dias mesmo nos dias que parecem mais cinzentos: o sorriso do nosso Principezinho Gui!

IMG_7752.JPG

Confesso que não me lembro se foi o seu primeiro sorriso, apenas sei que foi o primeiro que ficou registado para sempre... E hoje, cá estou a partilhar com vocês esse "primeiro sorriso" do Gui, que com apenas 4 dias de vida já tinha derretido muitos corações! Impossível ficar indiferente, não acham?! 💙

 

Curiosidade...

Sabia que o Dia Mundial Oficial do Sorriso, conhecido como World Smile Day, foi criado em 1999, sendo celebrado desde então todos os anos na primeira sexta-feira do mês de Outubro? A sua criação deve-se a Harvey Ball, um artista de Worcester, Massachussets, que criou a imagem do smiley, reconhecida internacionalmente.

CHEGOU O INVERNO...

Hoje o dia amanheceu bem fresquinho, tão fresquinho que fomos obrigados a usar um casaquinho mais quente, com direito a gorro e tudo! Só de pensar que em Portugal esta semana estiveram 33 graus... Enfim... Vamos lá ver se a chuva não aparece também se não lá teremos que hibernar em casa! Acho que o Gui (também) não vai gostar nadinha desta ideia!

 

Já agora, bom feriado aí para Portugal!

IMG_7745.JPG

A ILHA DE RÉ

Em seguimento do post anterior, hoje venho desvendar mais um bocadinho daquilo que conhecemos nessas mini-férias de Maio/Junho, falo da belíssima Ilha de Ré (em francês, Île de Ré).

DSC02729.JPG

A Île de Ré situa-se no Atlântico, no Departamento de Charente-Maritime, na região de Poitou-Charentes, exactamente em frente à La Rochelle, e encontra-se ligada a ela desde 1988 por uma grande ponte de 3 km: a Ponte de l'Île de Ré.

Tem aproximadamente 85 Km2 de área e 26 Km de comprimento, e é a quarta maior ilha da França, ficando atrás da Córsega, Ile d’Oléron e Belle-Ile. Talvez nunca tenham ouvido falar desta ilha francesa, mas tal como a Córsega, ela é uma das ilhas francesas consideradas como destino privilegiado para as férias de verão, para prática de desportos marítimos e contato com a natureza.

IMG_7744.JPG

Possui 50 Km de praia, muitas delas longas e de areia fina e clara, e bastante ensolarada. Como a ilha é praticamente plana, é ideal também para quem adora andar de bicicleta pois tem mais de 100km de ciclovias em ótimo estado que ligam as 10 cidades da ilha: Rivedoux Plage, Sainte-Marie de Ré, La Flotte, Saint-Martin de Ré, Le Bois Plage en Ré, Loix, La Couarde sur Mer, Ars en Ré, Les Portes en Ré e Saint-Cément des Baleines.

IMG_7723.JPG

Para quem gosta de fazer caminhadas, conhecer a ilha a pé também é uma bela opção, existem mais de 14 circuitos que atravessam as cidades, passando pelas margens das praias, entrando nas florestas, e passando pelas salinas! A escolha é variada já que existem uns circuitos mais selvagens do que os outros.

 

Entre praias, portos (sobretudo os portos de Saint-Martin e La Flotte), cidades, ruelas, mercados, criações de ostras e salinas, a ilha é, sem dúvida um lugar único e mágico que marca qualquer pessoa pela sua beleza natural. Prova disso são os inúmeros artistas, pintores, escritores e músicos que se inspiraram nesta ilha!

DSC02699.JPG

IMG_7724.JPG

DSC02700.JPG

DSC02689.JPG

IMG_7728.JPG

DSC02685.JPG

DSC02707.JPG

DSC02709.JPG

DSC02691.JPG

IMG_7732.JPG

DSC02686.JPG

DSC02683.JPG

IMG_7742.JPG 

DSC02726.JPGDSC02727.JPG

IMG_7738.JPG

IMG_7739.JPG

IMG_7737.JPG 

Ficamos apenas um dia nesta ilha, por isso exploramos este lugar apenas de carro, mas mesmo assim conseguimos ter uma visão bastante abrangente sobre este lugar tão natural e preservado. Não sei se alguma vez iremos voltar, mas sei que independentemente disso, esta pequena ilha francesa ficará no nosso coração, foi aqui que o Gui foi pela primeira vez à Praia e foi aqui que a França nos conseguiu surpreender com este cantinho mágico! Arrisco-me até a dizer que este foi o lugar, em França, que mais nos marcou e nos apaixonou até hoje!

A CIDADE BRANCA

Talvez não se lembrem, mas no final do mês de Maio fomos explorar um bocadinho mais a França, e tal como tinha prometido, hoje decidi fazer um post sobre uma das cidades que fomos conhecer nessa altura: "La Rochelle". 

IMG_7702.JPG

La Rochelle, para quem nunca ouviu falar, é uma cidade de praia bastante conhecida dos franceses. É óbvio que a região da Riviera Francesa, no Mediterrâneo, é o destino mais conhecido de praia na França (seguido por Biarritz, no País Basco francês), mas há alguns lugares na costa atlântica que também são procurados pelos franceses, principalmente durante as férias de verão, e La Rochelle é um deles.

 

Localizada no sudoeste da França, no departamento Charente-Maritime, Região Poitou-Charentes, é conhecida pela beleza rara do seu Porto e pelo seu centro histórico. Hoje, por toda a sua história e estado de conservação, o seu Porto está inscrito na lista do Património Mundial da Unesco.

IMG_7719.JPG 

A cidade é também conhecida como "La Ville Blanche" (a Cidade Branca), por causa das fachadas de pedra calcária que ficam clarinhas com a luz do sol, foi um dos principais portos marítimos da França entre os séculos 14 e 17.

DSC02650.JPG

DSC02654.JPG

DSC02655.JPG

Entre as principais atrações estão o "Vieux Port" (ou Porto Velho) com as suas três torres de La Rochelle (la Lanterne, Saint-Nicolas e La Chaîne) que remetem ao passado e estão cercadas por cafés e restaurantes, a "Porte de la Grosse Horloge" (a Porta do Grande Relógio), o museu de história natural, o aquário e a catedral (estes três últimos não tivemos oportunidade de visitar).

DSC02591.JPG 

DSC02595.JPG

DSC02606.JPG

DSC02629.JPG

Com mais de mil anos de história, esta cidade é ainda cercada por edifícios históricos, dos séculos XV a XVIII, e se destaca por ser um grande centro de prática de desportos aquáticos, como vela, mergulho, natação, entre outros.

DSC02645.JPG

DSC02573.JPG

DSC02581.JPG

DSC02582.JPG

DSC02583.JPG

DSC02584.JPG

DSC02587.JPG

DSC02607.JPG

DSC02589.JPG

DSC02608.JPG

DSC02614.JPG

DSC02620.JPG

Tem praias tranquilas e um clima bom (tem mais de 300 dias de sol por ano), bons hotéis, restaurantes e bastantes atrações noturnas, e talvez por isso a cidade receba cerca de três milhões de pessoas todos os anos.

DSC02576.JPG

DSC02626.JPG

DSC02634.JPG

DSC02637.JPG

DSC02618.JPG

IMG_7701.JPG 

DSC02638.JPG

DSC02639.JPG

DSC02644.JPG

De entre as praias, destacam-se três:

-  a Praia de La Concurrance (muito próxima do Porto Velho, é muito pequena, mas bastante agradável)

DSC02576.JPG

DSC02580.JPG

DSC02579.JPG

 

- a Praia des Minimes (situa-se ao lado do Port des Minimes e Peres Park)

DSC02764.JPGDSC02765.JPGDSC02766.JPG

DSC02779.JPG

DSC02781.JPG

DSC02783.JPG

- e a Praia Chef de Baie (situa-se na parte superior da cidade, em direção do porto de pesca Pallice, é uma praia bastante rochosa)

DSC02760.JPG

DSC02761.JPG

DSC02763.JPG

Estivemos nesta cidade apenas dois dias, mas depressa constatamos que trata-se de uma cidade cheia de encanto, que nos conquistou completamente, pelo seu clima quente, pelos seus monumentos e pelas suas praias! Para quem pretende explorar a França, aqui fica a dica, dêem um saltinho até lá e comprovem vocês mesmos toda a beleza que por lá existe.

 

E vocês, conheciam esta cidade?

CRIANÇAS NOS HOSPITAIS?!

IMG_7715.JPG

Por incrível que possa parecer ainda existem muitas pessoas que têm o hábito de levar as crianças (e até mesmo bebés!) para os hospitais quando vão visitar alguém. Esquecem-se que as crianças não se comportam no hospital da mesma maneira que um adulto, colocam as mãos numa série de coisas que não estão propriamente "limpas" (embora possam parecer), mãos estas que muitas vezes vão levar à boca, vão sentar-se e gatinhar no chão, correr, saltar, e aborrecerem-se num espaço que em nada é interessante, expondo-se a uma série de riscos porque a família se esquece que são crianças e, por serem crianças, até a imunidade nada tem a ver com a imunidade de um adulto! 

 

Mas porque razão muitas pessoas teimam em não querer ver isto?! 

 

Ontem, estava no hospital e fiquei alarmada com a falta de consciência... O cúmulo é que se tratava de alguém que trabalha no hospital que decidiu levar a filha de 9 meses ao hospital para que as colegas de trabalho a conhecessem... A senhora não estava propriamente num serviço de internamento, estava na zona da administração do hospital, mas não deixava de ser uma zona mais limpa porque os profissionais de saúde fartam-se de passar lá (tal como eu passei nesse dia)...  Andava aquele bebezinho a gatinhar pelos corredores, e a mãe toda orgulhosa a mostrar as habilidades da filha... Fiquei incrédula a olhar para aquele cenário... Uma das colegas ainda lhe disse delicadamente que talvez ali não fosse a zona mais indicada para a filha gatinhar... O cúmulo veio a seguir, quando a mãe do bebé responde que não tem problema pois a seguir vai desinfectar as mãos da criança! Sim, desinfectar as mãos com aquela solução que utilizamos nos hospitais!!! Mas onde raio está a consciência desta mãe, que até trabalha num hospital e, supostamente, sabe dos riscos desta atitude?!

 

Sejamos mais conscientes e mais exemplos para a sociedade, e já agora aqui fica a mensagem: não levem bebés/crianças para os hospitais, a não ser quando estão doentes! 

O PRIMEIRO CORTE DE CABELO

Não queria cortar o cabelo tão cedo ao Gui, porque adoro os caracóis que ele tem, o problema é que já começava a ficar bastante comprido, principalmente dos lados... E ele tinha tendência a puxar o cabelo de lado, ía para a frente dos olhos e ficava demasiado despenteado...

 

Hoje decidi cortar-lhe pela primeira vez umas pontinhas, peguei na tesoura e lá fiz um "cortesinho" quase mínimo, tão mínimo que se não dissesse o meu marido nem tinha dado conta (e tenho a certeza que as outras pessoas também!)... 

 

Coloquei uma foto de hoje e outra tirada há uns 3 ou 4 dias, e não é que afinal até se vê a diferença?! Acho que agora ficou ainda mais "Gato", não acham? 💙

20170926_224816.jpg

MAIS PARECE ANEDOTA...

IMG_7695.JPG

Aconteceu antes de ir de férias... Num dia em que eu estava a trabalhar...

De repente, diz uma colega no trabalho:

-  "Este ano vou de férias a Portugal, pela primeira vez!" 

- " A sério?! Que bom! Vais ver que vais adorar... O país, as pessoas, a gastronomia, o clima... Mas, para onde vais exactamente?" _ respondi eu toda entusiasmada

- Vou conhecer a Capital, o Porto. A Capital de Portugal, certo?! 

Fiquei incrédula com aquela afirmação, e ainda mais parva fiquei quando ela me disse que ía de férias com o filho, de 27 anos... Será que o filho dela também achava que ía visitar a "Capital"?!

Lá lhe expliquei que a Capital era Lisboa, e que o Porto era a segunda maior cidade do país, mas que não se preocupasse, porque independentemente da zona, iria adorar visitar o nosso País! 

ORGULHO PORTUGUÊS

IMG_7690.JPG

Confesso que nunca vi um único episódio desta novela portuguesa, até porque desde que o Gui nasceu nunca mais vi novelas, nem nenhum programa de televisão em condições... Mas sabe mesmo bem ligar a televisão e descobrir que por aqui também vamos sendo reconhecidos pelo trabalho que fazemos em Portugal! Podemos ser um país pequenino, com poucas pessoas, mas não tenho dúvidas que somos GRANDES como pessoas! ❤️

COISAS DE FRANCESES

IMG_7688.JPG

Para quem já cá esteve ou para quem já viu algum filme francês, não sei se alguma vez repararam nas iluminação que existe dentro das casas e dos apartamentos (principalmente os mais antigos)... Na maior parte divisões não existem pontos de luz no tecto, ou seja candeeiros, existem apenas os famosos "abajures" em cima das mesinhas de cabeceira ou das cómodas, ou então "candeeiros de pé alto" para criar um ambiente mais acolhedor (dizem os franceses....)! Dá para imaginar uma casa assim? Por acaso, nunca vivemos num apartamento assim, mas a minha irma, por exemplo, já chegou a viver num apartamento onde apenas existia um único candeeiro de tecto, em toda a casa, na cozinha.