Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

11° ANIVERSÁRIO

image.jpegMais uma data que tem bastante significado para mim...

Faz hoje exactamente 11 Anos que

terminei a minha licenciatura em Enfermagem...

11 Anos de experiências, 

de lutas e desafios...

A mim, e a todos aqueles que comemoram esta data,

o meu desejo é que o futuro seja bem mais risonho!

 

SER MÃE É...

image.jpegNunca mais se sentir só...

Até mesmo na casa-de-banho!

Acreditem que é bem verdade! 

(Eh... Eh... Eh...)

 

VIAJE COM A TAP

image.jpeg

Depois das promoções de -15% para vários destinos, a TAP PORTUGAL volta com novas promoções para vários destinos:

Faro

Paris

Genebra

Luxemburgo

Bruxelas

 

Ao seleccionar um dos destinos acima verá que na primeira imagem, de cada post, existe uma mensagem alusiva à TAP Portugal (como se pode ver na imagem acima), é só clicar e poderá saber quanto custa uma viagem para esse destino ou se existe alguma promoção do seu interesse.

 

Visite hoje mesmo estas páginas e divulgue esta informação nas suas redes sociais, quem sabe se não existe alguém que esteja à procura destas promoções!

 

Mas não se preocupe se os destinos acima não fazem parte dos seus planos, a TAP tem muitos outros destinos em promoção...

"LA FÊTE FORAINE DES TUILERIES"

image.jpeg

Achei que seria útil divulgar mais um evento que se encontra a decorrer em Paris nos famosos Jardins de Tuileries: a Fête Foraine des Tuileries! Um ambiente de festa em pleno coração da capital onde não falta diversão para todas as idades!

 

Fundada há quase 20 anos, esta é a segunda maior festa tradicional parisiense, depois da "Foire du Trône", se bem que esta pretende ser mais tradicional e familiar. Para além dos inúmeros "carrocéis", existem concertos e vários festivais de jazz, bem como inúmeras iguarias: gaufres, churros, algodão doce e maçãs de amor.

 

Este ano, para que se possa aproveitar ao máximo a serenidade dos Jardins de Tuileries, a festa é desprovida de qualquer sistema de som. O local ideal para ir em família!

 

 

Informações Úteis

Termina a 22 de Agosto

Entrada gratuita

SUMMERTIME EM LA DÉFENSE

Este mês em La Défense decorre um evento muito agradável chamado Summertime (em francês, chamado "Les Estivales de la Défense"), são 14 restaurantes e 60 stands que se uniram para oferecer uma pequeno "cheirinho" mundial de sabores e cores. A juntar a isto, existem várias animações, espectáculos e concertos para completar todo este ambiente de festa! 

image.jpeg

Para quem quiser aproveitar esta oportunidade, saiba que este evento decorre todos os dia entre as 11h e as 22h, e termina no próximo dia 29 de Julho. A entrada é livre!

O PRIMEIRO PIQUENIQUE DO GUI

No domingo passado decidimos fazer o primeiro piquenique com o Gui, o local escolhido foi o famoso Parque de Chamarande, um local tranquilo e relaxante.

 

Um dia de Verão muito bem passado, entre amigos, onde não faltou animação e boa disposição. Quanto ao Gui só posso dizer que adorou o programa pelo que pensámos repeti-lo brevemente!

 

O único problema foi mesmo a praga de mosquitos que para lá havia (uma praga que surgiu como resultado das inundações que este ano atingiu a França). Felizmente os mosquitos pouparam o Gui, e por incrível que possa parecer, conseguiu chegar a casa sem uma única picadela... Já o nosso amigo foi bem massacrado, aliás o único que foi picado, talvez uma dúzia de vezes. Para a próxima, já sabemos, mais vale prevenir e levar um repelente de insectos!

image.jpeg

Para quem quiser conhecer o parque saiba que este e o próximo sábado (dias 23 e 30 de Julho), às 21h30, a bela Chamarande oferece gratuitamente cinema ao ar livre, para toda a família. Uma excelente ideia, não acha?!

AS FAMOSAS PRAIAS DE PARIS

image.jpegO sol finalmente parece que veio para ficar, por isso para quem quer desfrutar do calor e do sol de Paris saiba que, desde ontem, as famosas "Praias de Paris" (em francês, Paris Plages) já estão colocadas ao longo do Rio Sena. E o melhor é que este ano o evento termina apenas a 4 de Setembro!

 

A 15ª edição promete surpreender os parisienses e os turistas: são 550 cadeiras, 450 guarda-sóis, 50 palmeiras e dezenas de animações, em três locais-chave da capital francesa (Parvis de l'Hôtel de Ville, Voie Pompidou e Bassin de la Villette) cobertas com cerca de 3.500 toneladas areia.

 

Para quem estiver interessado, aqui fica a programação:

 

 

1. Parvis de l’Hôtel de Ville

Como parte da programação Paris Plages, na zona de Parvis de l’Hôtel de Ville temos o Festival Fnac Live que começou ontem e termina a 23 de Julho. São 4 noites de concertos gratuitos, com Keren Ann, William Sheller, Sage, Hyphen Hyphen, Lilly Wood&The Prick e Balthazar.

 

Do 28 de Julho a 15 de Agosto, haverá a "Place au Beach Volley", um local onde serão montados 4 campos de vólei para os fãs desta modalidade desportiva. 

 

17 de Agosto a The Walt Disney Company France e Disneyland Paris convidam todos os visitantes a um dia excepcional, durante toda a tarde haverá, gratuitamente, maquilhagens, pinturas, selfies e livros educativos, e às 21h será projectado em écran gigante o filme "O Mundo da Dory" (Le Monde de Dory). Neste mesmo écran gigante, do 18 ao 21 de Agosto, serão ainda transmitidos os Jogos Olímpicos!

 

 

2. Voie Georges Pompidou 

Aqui vai encontrar essencialmente quilómetros de areia branca e todos os clássicos de evento de Verão: cadeiras de praia, jogos para as crianças, bares, torneios de matraquilhos, voleibol de praia, sessões de tai-chi bem como ateliers de dança.

image.jpeg

 

 

3. Bassin de la Villette

Aqui terá acesso às famosas espreguiçadeiras, jogos de petanca, diversos jogos de água e muita animação. 

image.jpeg

 

Durante mais de um mês, Paris recebe assim os visitantes, das 9h à meia-noite. E para que possa ficar um dia completo sem sair destas Praias, encontrará também bibliotecas e restaurantes! 

 

Já agora, não se esqueça de partilhar a sua visita no Instagram, utilizando a hastag #villemeilleure, as melhores fotos serão colocadas numa exposição que irá decorrer em Setembro, entre as Pontes de Notre-Dame et a Ponte "au Change". 

 

Este ano, com o Gui tão pequenino, não contámos ir até lá mas para quem está a pensar visitar Paris, vale a pena dar um saltinho ao Sena e sentir esta atmosfera que só acontece nesta altura do ano. Tenho a certeza que vai querer, ao menos, visitar!

UM BRINDE À AMIZADE!

image.jpeg

 

ATUM À BOLONHESA

image.jpeg

Hoje decidi partilhar com vocês uma receita super económica, rápida e deliciosa que cá em casa faz muito sucesso: Atum à Bolonhesa! Quem é que vai querer experimentar?!

 

Espero que experimentem e deixem aqui a vossa opinião...

 

Ingredientes

1 Dente de Alho

1 Lata de Cogumelos laminados

1 Lata de Atum em Água

1 Pacote de Polpa de tomate

Azeite q.b.

Pimenta branca q.b.

Óregãos

Salsa picada q.b.

Sal q.b.

Esparguete q.b. 

 

 

1. Numa frigideira anti-aderente, comece por refogar o alho com um fio de azeite.

2. Junte os cogumelos, e vá mexendo de vez enquando, durante 5 minutos.

3. De seguida, tempere com pimenta branca e óregãos, a gosto.

4. Adicione o atum (previamente escorrido) e junte ao preparado anterior mexendo tudo muito bem. Deixe cozinhar por mais uns 5 minutos.

5. Acrescente a polpa de tomate, envolva tudo, e deixe cozinhar durante 15 minutos.

6. Disponha o preparado de atum numa travessa e polvilhe com salsa picada e óregãos.

7. Como acompanhamento, coza esparguete em água e sal até ficar "al dente".

image.jpeg

Sugestão: Sirva com um pouco de queijo parmesão ralado, para polvilhar, e acompanhe com uma salada mista.

ALGUÉM ME ARRANJA UM POKÉMON...

image.jpeg

 

Que leve este calor daqui?

Ficaria tão, mas tão, agradecida...

PRAY FOR THE WORLD

image.jpeg

Oito meses depois dos atentados de Paris, a França volta a ser vítima de um novo atentado, no Dia Nacional, desta vez a sul do país, mais precisamente em Nice. Uma verdadeira tragédia cometida por um homem de 31 anos, de nacionalidade tunisina, que conduzindo um camião de forma desenfreada atropelou dezenas de pessoas que se encontravam a festejar o famoso feriado, provocando 84 mortos, entre eles várias crianças, e cerca de 50 feridos em estado grave. 

 

Mais uma vez a história repete-se, hoje aqui, amanhã noutro cantinho do Planeta Terra... Mais uma vez, o Mundo volta a chorar... E o medo que havia momentaneamente desaparecido torna-se a instalar no dia-a-dia de cada um de nós... Será que alguma vez voltaremos a ter aquela sensação de paz?!

TAMBÉM ACONTECE EM PARIS!

image.jpeg

Tudo aconteceu esta noite com o meu marido, há cerca de dois dias começou com uma dor ligeira num dente, mas como essa dor apareceu sem razão aparente pensávamos que não passaria disso... Como mais vale prevenir que remediar, ontem acabei por ligar para a nossa dentista de forma a arranjar uma vaga, vaga esta que só a conseguimos para a próxima segunda-feira...

 

O problema é que esta dorzinha que começou por ser ligeira começou a ficar intensa a ponto de se tornar insuportável... Eram 23h da noite... Começou por tomar Brufen 400mg, passando pelo paracetamol codeína, mas nada alterava a intensidade da dor, muito pelo contrário... Apenas a água fria conseguia aliviar alguma dor...

 

Eram 2h:30 quando decidimos ir às urgências, ligámos para os hospitais mais próximos da nossa residência para sabermos se tinham urgências dentárias, mas em nenhum havia esta especialidade pelo que nos foi aconselhado dirigirmo-nos ao famoso Hospital Pitié-Salpêtrière (em francês, Hôpital Pitié-Salpêtrière), em Paris (por sinal o único hospital a fazer urgências nesta área!)... Ainda hesitámos mas acabámos por ir.

 

Passavam das 3h da manhã quando saímos de casa, demorámos 20 minutos a chegar ao local, não havia ninguém na sala de espera, mesmo assim esperámos cerca de 30minutos para sermos atendidos. A consulta demorou cerca de 5 minutos, a médica insensível, não valorizou a dor que ele tinha, apenas se preocupou em saber quem o tinha enviado, dizia ela que estava sozinha e que o serviço de radiologia só funcionava até às 19h, pelo que não podia fazer nada...  Deu-lhe uma receita médica, onde estava prescrito um antibiótico e um analgésico (à base de paracetamol e tramal), e uma dose dos compridos que havia prescrito para que os pudesse tomar de imediato, ainda teve a lata de lhe dizer que era importante ir o quanto antes a um gabinete dentário. Não tínhamos resolvido nada, apenas tínhamos perdido o nosso precioso tempo. A noite parecia não ter fim...

 

De manhã, a dor continuava tão ou mais insuportável como às 23h, pelo que ligámos à nossa dentista. Fomos atendidos por ela, contamos o que tinha acontecido e também ela estava incrédula com a situação... Por aconselhamento dela, da próxima vez que surgir um problema destes (num feriado, no fim-de-semana ou a meio da noite) o melhor será ir ao SOS DENTAIRE. Não quer dizer que não possa acontecer a mesma coisa, porque o mau profissionalismo existe em todo o lado...

 

Nós não tínhamos conhecimento que houvesse esta opção, e mesmo os hospitais para onde ligámos desconhecem este serviço, se não tínhamos ido também lá. De qualquer forma, aqui fica a dica para quem se encontra por aqui!

 

Hoje foi ele, amanhã posso ser eu ou um de vocês!

SOCORRO TEMOS UM BEBÉ...

image.jpeg

No sábado passado decidimos ir fazer umas comprinhas ao shopping e aproveitar os saldos, o que não sabiamos é que iríamos encontrar tantas dificuldades por lá pelo facto de termos agora um bebé...

 

Confesso que evito ir aos shoppings ao fim-de-semana pois, regra geral, é sempre uma enorme confusão, mas agora com o Gui a probabilidade de isto acontecer passou a ser muito maior.

 

Só quando somos pais é que nos apercebemos dos inúmeros obstáculos que existem nestas imensas superfícies (e não só)... E enganem-se se pensam que aqui tudo está bem mais "equipado" que em Portugal, pelo menos eu tinha essa ideia uma vez que existem imensas crianças por aqui.

 

Fraldários são quase inexistentes. Imaginem só um shopping imenso só com um fraldário, apenas para uma criança, onde mal cabe um carrinho de bebé e mal se consegue respirar... Foi exactamente isto que encontramos, trocamos uma vez o Gui e na vez seguinte fizemo-lo no banco de trás do nosso carro pois a fila de espera era grande.

 

Elevadores para nos deslocarmos de uns pisos para os outros, ou estavam avariados, ou estavam bloqueados, ou então mal sinalizados! Só para terem uma ideia, entramos numa loja e depois de atravessarmos a loja toda para subirmos ao andar de cima, para vermos a secção de roupa para bebés, deparamo-nos com o corredor que dava acesso ao tal elevador cheio de roupa!!! Enfim, fomos obrigados a sair da loja e a percorrer o shopping para encontrarmos os famosos tapetes rolantes (que também não existem em todo o lado!) de modo a subir ao andar. Não seria mais fácil colocar antes tapetes rolantes em todo o lado?! 

 

E sítios recatados para alimentar/amamentar um bebé?! Isso então, nem pensar, são de facto inexistentes! Os únicos locais que existem, e que não são muitos e estão sempre apinhados de gente, encontram-se nos corredores do shopping, onde o barulho atinge o "máximo  permitido por lei"! Ora eu que queria amamentar o Gui num local calmo e fora dos olhares dos mais curiosos, fui obrigada, uma vez mais, a deslocar-me duas vezes ao carro para fazê-lo!!! Tenho a sensação que só eu é que devo amamentar por estes lados...

 

No fim, e como devem calcular, o tempo gasto entre andar a correr para o carro para mudar e amamentar o Gui e percorrer o shopping à procura dos tapetes rolantes foi muito superior àquele que gastámos a entrar nas lojas... Basicamente entramos em 3 ou 4 lojas e acábamos por desistir de ver mais alguma coisa, pois tinha chegado a hora de mudar outra vez o Gui...

 

Decididamente só agora que o Gui nasceu é que vemos que nada aqui parece estar adaptado para quem tem bebés! 

image.jpeg

ORGULHO EM SER PORTUGUÊS

image.jpeg

Fomos a equipa do Euro mais criticada, pela imprensa francesa... Fomos humilhados e tratados de "nojentos" (a famosa palavra, em francês, degueulasses), mas soubemos manter a nossa postura, não fossemos conhecidos, aqui, por um povo "trop gentil" (que é como quem diz, demasiado simpático)... Com alguma raiva e revolta, engolimos as duras palavras que todos os dias eram ditas sobre nós, fomos superiores ao ignorá-los!

 

Foi impressionante assistir ao cordão humano de Tugas que se foi formando em torno da nossa Selecção, aqui em França... Tugas de várias gerações, que vivem aqui há muitos anos, outros que vivem há muito menos tempo (como nós), outros até que nasceram aqui, e outros que vieram de Portugal ou de outros países onde estão emigrados... Acredito que foi esta garra transmitida pela nossa Selecção que nos uniu mais que nunca e fez com que fosse possível realizarmos o sonho de sermos CAMPEÕES EUROPEUS! Afinal o nosso Seleccionador Nacional, quando disse a famosa frase: "Só vou dia 11 para Portugal e serei recebido em festa!", tinha toda a razão!

 

Parabéns a todos os Portugueses que acreditaram neste sonho e parabéns à nossa Selecção que tornou este sonho em realidade. Com isto, só viemos mostrar "aos outros" que somos uma GRANDE NAÇÃO!

 

Dá para imaginar agora o sabor que esta vitória teve nestas terras Gaulesas?!

O PRIMEIRO MÊS DO GUI...

Os primeiros cinco dias de vida do Gui foram passados na Maternidade. Aqui em França, numa primeira gravidez, por parto normal, a mãe e o bebé ficam, por norma, este período de tempo internados, uma forma que eles encontraram de ajudar a mãe e o bebé numa fase inicial da vida, de forma a esclarecer todas as dúvidas e medos que possam surgir. Confesso que no início achei um absurdo tanto tempo de internamento, ainda por mais quando falamos de um parto normal, mas assim que o Gui nasceu e os dias foram passando depressa compreendi que a ideia era genial... Reconheço que ter ficado 5 dias permitiu-me ter mais confiança no processo da amamentação, uma vez que o Gui ao terceiro dia teve que fazer suplementos, e quando tivemos alta já ele começava a recuperar o peso e a mamar melhor.

 

Regressamos ambos a casa numa sexta-feira, exactamente no Dia de Portugal (dia de 10 de Junho)... A ansiedade por entrar novamente em casa era muita, tinha saudades de uma certa tranquilidade e privacidade, tinham sido 5 dias muito intensos... Sentia que agora precisávamos de um tempo só para nós os três...

 

E assim foi, optámos por não ter muitas visitas no primeiro mês, apenas as essenciais... A família e os amigos próximos, o tempo agora era de adaptação...

 

As primeiras duas semanas, em casa, foram as mais complicadas, estabelecemos novas rotinas, ou tentámos, porque o nascimento de um filho assim o exige.

 

O mais complicado foi, sem dúvida, o ter que acordar de 3 em 3 horas durante a noite para amamentar e mudar o Gui... Ainda hoje é o mais complicado para mim... O Gui até tem um acordar sossegado a meio da noite, não é de chorar muito, normalmente leva uns 5 minutinhos a acordar, emite uns gemidos como se estivesse resmungando, estica-se todo e lá acorda, o difícil é lutar contra o meu sono...

 

São cerca de 45 a 50 minutos, entre ele comer, colocá-lo a arrotar, trocá-lo e voltar a dormir. À conta disto, tenho a sensação que não durmo durante a noite... O meu marido ainda me tenta ajudar, de vez enquando, na troca da fralda... Mas também para ele não é fácil pois tem que acordar cedo para ir trabalhar... Fartamo-nos de rir pois são várias as vezes que ele acorda e pensa que eu ainda não troquei o Gui e dá um salto da cama e começa a preparar tudo para o mudar, quando eu já o mudei, e o contrário também acontece, estou eu com tudo preparado e ele acorda e começa a arrumar tudo sem eu ainda ter começado a trocá-lo... (eh... eh... eh...) 

 

Fora isto, não nos podemos queixar muito... Acho até que o Gui aprendeu bem rápido a mamar de forma eficaz, e hoje ele é capaz de virar a carinha para os lados e abre a boca como se pedisse para comer, ou quando encontra alguma coisa como uma fraldinha ou mesmo o braço de quem o segura, ele procura logo mamar, ou então começa a chupar os dedos das mãozinhas.

 

De dia ainda não foi estabelecida nenhuma rotina para comer, normalmente é de 2 em 2 horas, pode ser mais ou pode ser menos, tudo depende do estado de esprírito do Gui... Quando está mais nervosinho, chega a comer de hora a hora!

 

As cólicas começaram por volta do 15º dia de nascimento, começa a "torcer-se" todo, fica todo vermelho, e chora bem alto, é muito difícil gerir esta dor... E se no início ele não me deixava fazer uma simples massagem com as perninhas, agora já vai tolerando.

 

O coto do cordão umbilical caiu exactamente ao 16ª dia, foi mesmo bom assistir a todo o processo de cicatrização.

 

Quanto ao peso, vai no "caminho certo... Perdeu algum peso quando nasceu, mas neste primeiro mesinho já aumentou quase 1 kilinho, e cresceu 5cm. À conta disso já tivemos que comprar mais algumas roupinhas pois muita da roupinha, de um mês, já não lhe serve! 

 

Claro que, durante este primeiro mês, nem tudo foi maravilhoso... Houveram dois ou três dias em que o Gui chorou mais e mais alto, quis comer a toda a hora e só quis colinho... Dias em que mal tive tempo de olhar para o espelho e comer como devia ser... Felizmente esses dias foram bem poucos. Com isto, não quero desanimar ninguém, muito pelo contrário, quero sim alertar para o facto de que as dificuldades também existem, o importante é estarmos preparadas para elas, caso contrário corremos o risco de entrarmos num processo de exaustão.

 

Este primeiro mês foi assim, um processo de aprendizagem que ainda agora começou... Foi um mês cheio de emoções, onde a nossa vida mudou, tornando a dar mais uma volta, talvez a volta mais importante das nossas vidas... E se querem saber, estamos a ADORAR!

IMG_3917.JPG 

Pág. 1/2