Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Nossas Voltas

A vida dá muitas voltas, e foi numa dessas voltas, que nos tornamos emigrantes e viemos parar a Paris. Um blog sobre um pouco de mim, um pouco de nós, o dia-a-dia e não só.Simples mas cheio de ternura e dedicação!

ESTRELINHAS VINDAS DE PORTUGAL

O Gui ontem completou o seu sexto mesinho e hoje, na caixa do correio, vindo directamente de Portugal, estava uma mega surpresa dos Padrinhos, para comemorar este meio aninho de vida!

 

Um postal em forma de estrela com uma mensagem e seis prendinhas, embrulhadas com papel com estrelinhas, cada uma a representar cada mesinho de vida do Gui... Mas que ideia tão original!

 

Foi tão bom ver o Gui a descobrir cada presentinho que era obrigatório partilhar com vocês um bocadinho desse doce momento que se viveu hoje aqui em casa...

IMG_6318.JPGQue ricas estrelinhas que vieram de Portugal... Obrigado Padrinhos!

TUDO SOBRE: CADEIRA DE ALIMENTAÇÃO

Começamos a pensar em comprar a cadeira de alimentação para o Gui, ainda antes dele ter começado a introdução de alimentos, queríamos que assim que ela fizesse falta esta já estivesse escolhida, ou até comprada.

 

Tínhamos noção que as opções de escolha eram imensas, desconhecíamos as particularidades de cada uma delas, e perante tantas ofertas e funcionalidades diferentes, estávamos confusos sobre o que seria mais importante a ter em conta.

IMG_6165.JPG 

Fizemos uma pesquisa, e verificamos que a utilização da cadeira estava recomendada entre os 6 e os 8 meses, altura em que o bebé se começa a sentar-se bem e sem apoio. E embora as primeiras comidinhas pudessem ser feitas no colo, acabamos por comprá-la antecipadamente... Com isto, habituámos o Gui, desde cedo, a ter um lugar fixo para fazer as suas refeições, e criamos uma certa rotina, rotina esta que foi importante para que ele colaborasse mais e ficasse mais calmo, pois sabia o que esperar sempre que o colocássemos sentado naquele lugar.

 

A cadeira de alimentação é, de facto, um artigo muito importante pois ao estabelecer a rotina da alimentação (o bebé sabe que ao sentar-se nela vai comer) ajuda a que esta nova experiência seja mais fácil.

 

Do meu ponto de vista, está deve ser comprada o mais cedo possível, pois se faz falta, quanto mais cedo começar a utilizar melhor. Além disso, a cadeira deve ser resistente, pois o bebé vai utilizá-la até aos 3 anos de idade (a maioria suporta uma média de 15kg), altura em que já irá conseguir alcançar a mesa, com a ajuda de uma almofada. 

 

É importante ter em conta que a cadeira nunca deve ser utilizada como um lugar de castigo, nem posicionada em frente a uma televisão, o objectivo principal é que esta seja utilizada como um momento agradável em que a família come toda reunida!

 

 

Aspectos a ter em consideração na hora de escolher a cadeira

 

1. Segurança

Este é o item mais importante.

A cadeira deve ser de uma marca conhecida e com credibilidade no mercado. 

Se for uma cadeira alta, não pode haver risco desta virar, se for cadeirinha compacta (aquelas que se colocam nas cadeiras ou nas mesas) esta deve prender com facilidade e ficar bem firme.

Prefira modelos que tenham cintos de segurança, com cinco pontos, pois há bebés mais ativos e destemidos.

Outro detalhe importante é escolher um modelo que tenha aquele apoio entre as pernas, largo e firme, pois os bebés têm tendência a tentar sair por baixo do tabuleiro.

Tenha sempre presente que por mais que a cadeira seja segura, nunca deixe o bebé sozinho na cadeira de alimentação.

 

2. Conforto 

Opte por uma cadeira de alimentação minimamente confortável, pois o bebé vai estar sentado algum tempo para comer, e ninguém gosta de comer desconfortável.

O ideal é escolher um modelo que tenha uma cobertura acolchoada e macia. 

 

2. Espaço

Escolha uma cadeira que se adeque ao espaço que tem em casa. Existem cadeiras que se encaixam nas mesas e que, além de serem são práticas, são seguras e ocupam pouquíssimo espaço.

 

3. Limpeza

Geralmente, as cadeiras de alimentação são fabricadas de maneira a serem fáceis de limpar, de qualquer forma convém certificar-se disso antes de a comprar.

Escolha um modelo que contenha somente peças com material impermeável, se possível, escolha uma em que a bandeja possa ser retirada para limpar. Existem alguns modelos que possuem duas bandejas, uma em cima da outra, e a de cima pode ser retirada para lavar.

 

4. Funcionalidades

Aqui as opções são várias: existem cadeiras compactas e dobráveis que são úteis para quem sai bastante e pretende levar sempre a cadeira, existem outras que podem ser transformadas em cadeiras altas, outras reclináveis, outras com rodas e existem até alguns modelos com músicas e brinquedos (estes dois itens devem ser evitados pois servem apenas para distrair na hora da refeição).

 

 

A cadeira do Gui

Perante as ofertas de mercado, e ponderando tudo o que acima referi, acabamos por comprar uma cadeira que nos agradou imenso pelo seu design e funções:

- cinto de segurança, com cinco pontos, que se torna indispensável numa fase inicial pois o bebé não tem tanto equilíbrio;

- o encosto é reclinável (5 posições), pensei que não ía ser muito útil, mas desde que o Gui começou a brincar com os pés, dá imenso jeito inclinar a cadeira para ele comer mais sossegado;

- regulável em altura (7 posições), adapta-se assim a qualquer mesa;

- cobertura acolchoada, macia e amovível, o que a torna confortável e fácil de lavar;

- apoio para os pés, para dar maior conforto;

- tabuleiro duplo e regulável, bastante prático para lavar;

- apoio entre as pernas, que dá uma maior estabilidade ao Gui;

- com rodas, para que possa ser deslocada com mais facilidade;

- compacta e dobrável;

- transforma-se para acompanhar o crescimento da criança: a partir dos 6 meses, é uma cadeirinha de papa prática e confortável, e aos 12 meses, torna-se numa cadeira para a criança comer à mesa, até aos 3 anos de idade (15kg).

IMG_6158.JPG

Com estas funções todas, o Gui tem assim uma cadeira que o vai acompanhar por muito tempo. Estamos satisfeitos com a nossa escolha! E por aí, qual é a vossa opinião?

PARIS NÃO É SÓ AMOR

Face aos níveis elevados de poluição, a Câmara Municipal de Paris, foi obrigada a adoptar medidas de emergência, tal como já vem sendo habitual. Por isso, amanhã a circulação rodoviária estará comprometida em Paris e em mais 22 cidades ao redor da capital francesa. 

IMG_6199.JPG

As medidas são as mesmas que foram implementadas a 23 de Março de 2015, só que desta vez só poderão circular os carros e as motos com matrícula par (já que amanhã o dia também é par). A não esquecer, que fora desta medida, estão apenas excluídos os veículos elétricos, os híbridos, os carros movidos a gás e os carros com mais de três ocupantes.

IMG_6200.PNG

Para quem desrespeitar esta medida a multa será de 22€, passando a 35€ se não fôr paga até 3 dias. 

 

Tendo em conta que a poluição em Paris já se arrasta há algum tempo estão previstas, a partir de Janeiro de 2017, novas medidas: um selo de poluição deverá ser colocado nos veículos. Selo este que vai permitir identificar os carros consoante o nível de poluiçã e será obrigatório para circular em Paris, durante a semana (terá um preço de 4.18€). A partir daqui, a circulação nos dias de maior poluição passará a ser autorizada de acordo com a cor do selo e a categoria do veículo. 

IMG_6198.JPG 

E em 2020, Paris tem a intenção de eliminar todos os veículo a gasóleo demasiado poluentes!

 

Perante tanta poluição é urgente que Paris dê o exemplo e se torne uma cidade mais amiga do ambiente e de quem a visita, caso contrário corre o risco de perder o título da cidade do Amor!

OS TUGAS ESTÃO EM TODO O LADO

IMG_6102.JPG

Esta foi exactamente a cara que fiz quando no sábado passado fomos ao Lidl e tornei a ver o funcionário que me atropelou... Não é que ele também é português?! E o cúmulo é ter descoberto que a responsável também o é! Andamos nós a frequentar aquele supermercado há mais de 3 anos e só este sábado é que os ouvimos a trocar umas palavras em português... Os tugas estão mesmo em todo o lado!

FELIZ DEZEMBRO

IMG_6097.JPG

PIMENTOS RECHEADOS

IMG_4666.JPG

Para quem gosta de pimentos, aqui fica esta sugestão: pimentos recheados com carne picada. A receita é bem semelhante à receita das courgettes recheadas, a única diferença é que nestas não utilizamos courgette, nem mesmo para fazer o recheio. Para acompanhar pode servir com salada, arroz seco ou outro acompanhamento à sua escolha.

IMG_4667.JPG

Bom Apetite!

NATAL É QUANDO OS AMIGOS QUEREM

Este ano, tal como o ano passado, decidimos substituir o jantar de Natal entre amigos por um almoço de Natal. Foi marcado bem mais cedo que o habitual, pois era das poucas datas em que todos tínhamos disponibilidade.

 

O local escolhido foi num restaurante não muito longe de casa, que foi inaugurado há pouco mais de um mês. Para marcar esta data, o Gui foi vestido de Pai Natal, um fatinho que compramos exclusivamente para estes dias de festa que se avizinham. Fica mesmo super fofo vestido de Pai Natal! 

 

Fartamo-nos de comer, não fosse o restaurante self-service, e no final acabamos todos na casa de um dos nossas amigos... Como a casa destes ainda não estava decorada para esta época Natalícia, pusemos "mãos à obra"... E num ambiente de festa, onde não faltaram as músicas de Natal, lá tivemos a feliz ideia de decorar a casa, montar o pinheirinho, e só depois trocamos as prendas de Natal!

 

Um domingo simples mas repleto de magia! Foi mesmo bom ver a carinha de surpresa do Gui perante todo este ambiente de festa...

IMG_6057.JPG 

E por aí, também já começaram os almoços/jantares de Natal?

A ÁRVORE DO GUI

Tal como estava planeado, este sábado estivemos presentes no evento "um nascimento uma árvore". Infelizmente o tempo não estava muito agradável, tinha chovido durante a noite, o céu estava bastante cinzento e havia algum vento, o que limitou o tempo que passamos no exterior.

 

Pensávamos que iriam estar mais pais e bebés, mas a adesão foi muito pequena, deviam estar cerca de vinte crianças. O local da plantação foi ao lado de uma zona habitacional, onde recentemente construíram uma série de apartamentos e casas.

 

Esta iniciativa já não era realizada desde 2012, por isso a comemoração destinava-se a todas as crianças nascidas entre 2013 e 2016.

 

O programa começou com a inauguração de uma pequena praça, daqui seguimos para a zona onde as árvores foram plantadas e foi aqui que a Presidente da Câmara cortou uma faixa, com as cores da bandeira francesa, de forma a inaugurar o local da plantação e a celebrar o nascimento de cada um dos bebés. Como a terra, onde as árvores foram plantadas, estava escarchada tiramos apenas uma fotografia de grupo na zona onde a faixa foi cortada. No final, a faixa foi cortada em pedacinhos e entregue a cada bebé. Seguimos depois para o castelo da cidade, onde a Presidente da Câmara discursou e foram entregues, a cada bebé, um diploma. Ficamos a saber que das 70 crianças nascidas, 67 foram rapazes, tendo apenas nascido 3 raparigas! Houve ainda um pequeno lanche no final.

IMG_6022.JPG

Confesso que gostamos bastante desta iniciativa, mas faltou o principal: o verdadeiro convívio entre as pessoa, os sorrisos, a partilha, o verdadeiro calor humano. Havia quem se conhecesse, mas a grande maioria das pessoas não se conhecia, mas também não fez o mínimo esforço por se conhecer. Apesar disto, este gesto não deixou de ter o seu encanto, valeu pelo seu lado ecológico e pelo simbolismo que cada uma daquelas árvores passou a representar!

BOLO DE NOZ E CANELA

IMG_5769.JPG

 

A receita deste bolo é bem especial para nós, é nada mais que um bolo que eu e o meu marido comíamos todos os domingos à tarde num café que frequentávamos quando começamos a namorar. Só para terem uma ideia, para nós não era domingo se ao lanche não houvesse bolo de noz e canela! 

 

O bolo era simples e confeccionado pela proprietária do café. Um dia decidi perguntar à senhora se podia partilhar a receita... Felizmente, não se opôs ao meu pedido e cedeu-ma até gentilmente.

 

Mesmo depois de me ter dado a receita, continuamos a lanchar no café durante muito tempo... O tempo suficiente até eu começar a trabalhar, longe de casa (em Lisboa, como a maioria de vocês sabe) e deixarmos de frequentar o dito café.

 

Fico contente por ter a receita pois continuamos fãs deste bolo. Nesta época do ano sabe deliciosamente tão bem que faço-o com alguma frequência. Para quem gosta do sabor da canela juntamente com o sabor da noz, tenho a certeza que vai ficar rendido ao sabor deste bolo!

 

Hoje sou eu que a partilho aqui com vocês...

 

 

Ingredientes

225 gr de Açúcar

150 gr de Manteiga

6 Ovos

1colher de sopa de Fermento 

3 colheres de sopa de Mel

1 cálice de Brandy

300 gr de Farinha

90 gr de Noz moída

Meia colher de sopa de Canela em pó

 

1. Comece por juntar a manteiga ao açúcar e bata até obter um creme.

2. De seguida, separe as gemas das claras.

3. Ao preparado anterior (manteiga e açúcar), junte agora as gemas, a canela, o mel, o brandy e as nozes. Bata muito bem, com a ajuda de uma varinha mágica.

4. A seguir, junte a farinha com o fermento.

5. Entretanto, bata às claras em castelo.

6. Envolva suavemente as claras à massa, sem bater.

7. Despeje a massa numa forma redonda, untada com manteiga e polvilhada com farinha.

8. Leve ao forno pré-aquecido, a 180ºC, durante aproximadamente 25-30 minutos (antes de retirar do forno verifique se o bolo está cozido, picando o bolo com um palito, que deve sair limpo). 

9. Desenforme e deixe arrefecer.

10. Decore a gosto.

 

Uma boa receita para experimentarem fazer este fim-de-semana que se avizinha bem frio, ou quem sabe para a noite de Natal!

FOMOS INVADIDOS PELO ESPÍRITO NATALÍCIO...

IMG_5953.JPG

A exactamente um mês do Natal, decidimos que era o dia ideal para colocarmos o pinheirinho cá em casa! Este ano foi ainda mais giro, pois vestimo-mos a rigor e tivemos a colaboração do Pai Natal mais fofo de sempre: o nosso Gui! Tal como era de prever, o Gui não ficou nada indiferente, e foram as luzinhas de Natal que captaram toda a sua atenção. E foi desta forma que entramos cá em casa no espírito de Natal!

 

Este Natal promete ser o mais doce de sempre!

QUE SUSTO!

IMG_5891.JPG

Hoje de manhã tinha consulta com a minha ortodentista... Era preciso acordar cedo, porque com o Gui o tempo parece que nunca é de mais. Mas o Gui até acordou cedo e até nem tivemos nenhum imprevisto... Mas mesmo assim não consegui chegar à hora marcada...

 

Apanhei trânsito na estrada e, para complicar, não havia onde estacionar... De repente lá sai um carro, estaciono rapidamente, saio do carro a correr para colocar dinheiro no parquímetro (sim, porque o Gui estava a dormir, e ele podia acordar e começar a chorar), chego ao carro, coloco o papel, pego no babycoque (onde estava o Gui) e dirijo-me o mais rápido que consigo para o consultório... Espero uns 5 minutos, e quando estou na cadeira com a boca aberta começo a ouvir um carro a buzinar... Começo logo a pensar que talvez o meu carro não tivesse ficado tão bem estacionado, pois naquela zona existem imensas placas de proibição de estacionamento (umas esclusivas para pessoas com mobilidade reduzida, outras para os bombeiros e outras que agora não me lembro)...

 

Felizmente, durante todo o tempo que estive com a boca aberta a trocar as "peças" do meu aparelho dentário o Gui não chorou, mas o meu pensamento estava focalizado no meu carro, que provavelmente estava a ser multado ou rebocado...

 

Saio do consultório, olho para o outro lado da estrada, onde supostamente tinha estacionado o meu carro, e reparo que não há nenhum carro e existem duas placas daquelas de proibição... Não queria acreditar! Por instantes, fiquei sem respiração... Dou uns passos à frente, olho outra vez para a rua onde deixei o carro, e constato que afinal o meu carro ainda estava lá! Nem sabem bem o alívio que senti... Nem quero imaginar como é que eu ía fazer para recuperar a minha viatura...

 

Será que a maternidade deixa as pessoas mais esquecidas?!

UM CHEIRINHO DO NATAL DE PARIS...

 

 

Afinal a nossa visita ao famoso "Marché de Noël" dos Champs-Élysées foi feita este fim-de-semana. Aproveitamos que o dia estava agradável e demos um saltinho até lá... Foi a primeira visita oficialmente do Gui a Paris, mas com o vento que se fazia sentir, e estando ele constipado, não foi possível registar grandes momentos dele, mas posso garantir-vos que ele adorou este passeio!

 

A título de curiosidade deixo um cheirinho do Natal de Paris...

DSC00278.JPGDSC00237.JPGDSC00234.JPG

DSC00240.JPG

DSC00241.JPG

DSC00242.JPG

DSC00247.JPG

DSC00248.JPG

DSC00251.JPG

DSC00255.JPG

DSC00256.JPG

DSC00259.JPG

DSC00267.JPG

DSC00272.JPG

DSC00273.JPG

DSC00276.JPG

DSC00284.JPG

DSC00290.JPG

IMG_5840.JPG

Confessem lá... Depois de verem estas imagens dá vontade de vir até cá, não dá?

QUERIDO PAI NATAL...

Se há loja onde as decorações de Natal são lindas de morrer é no Truffaut por isso, desde que cá estamos, é tão sagrado ir ao Marché de Noël dos Champs-Élysées como é ir ver as decorações desta loja.

 

Este ano tínhamos recebido um convite para ir à inauguração das decorações de Natal, o qual dava direito a uma fotografia gratuita com o Pai Natal, entre outras coisas... Fiquei logo entusiasmada pois achei que era um belo momento para o Gui tirar a sua primeira fotografia com o Pai Natal...

 

Confesso que nesse dia o Gui não estava nos seus melhores dias, passou o dia a chorar  com imensas cólicas por causa do repolho que tinha acrescentado na sopa dele... Felizmente quando saímos de casa ele estava melhor e tivemos a felicidade de conseguir registar um belo momento! 

IMG_5815.JPG 

Pensamos que ele fosse chorar, mas estava tão entusiasmado com tantas cores e tantas coisas novas que nem se apercebeu que estava no colo do Pai Natal!

 

Escusado será dizer que o Gui aproveitou o momento para fazer alguns pedidos ao Pai Natal, mas o melhor presente ele já o tem... Ir passar o Primeiro Natal e a Passagem de Ano a Portugal! 

JÁ CHEIRA A NATAL EM PARIS!

IMG_5755.JPG

E num "piscar de olhos" começou a cheirar a Natal... É incrível como um ano quase passou... Mas deixemo-nos agora de saudosismos, hoje vim partilhar com vocês uma das minhas épocas favoritas aqui em Paris: a época de Natal! 

 

Não sei como andam as coisas em Portugal, mas por aqui já cheira a Natal! O famoso "Marché de Noel" na avendia mais famosa de Paris, a Avenue des Champs-Élysées, já abriu oficialmente ao público, no passado dia 11 de Novembro. 

 

Tal como aconteceu o ano passado, as iluminações da rua são ecológicas, a novidade é a adesão dos artesãos e comerciantes, a este plano climático, que trocaram os sacos de plástico por alternativas ecológicas e substituíram as iluminação dos chalés por lâmpadas leds.

 

Ainda não demos um saltinho até lá mas estamos a fazer planos para isso!

 

Para quem vier até Paris, é impossível passar ao lado deste mega evento, por isso, a título de curiosidade, deixo aqui algumas informações que podem ser úteis:

 

  • Período: 11 de Novembro 2016 a 8 de Janeiro 2017
  • Horário:

       - de domingo a quinta, das 12h às 00h

       - sextas e sábados,  das 12h à 1h

  • Linhas do Metro: Concorde, Champs-Elysées Clémenceau et Franklin Roosevelt. 

 

Se vier até cá, depois deixe aqui a sua opinião!

UM NASCIMENTO, UMA ÁRVORE!

IMG_5764.JPG

Hoje recebemos um convite da Câmara Municipal, da cidade onde moramos, que nos surpreendeu: "um nascimento uma árvore" (em francês, "une naissance un arbre"). Um projecto que faz parte da cidade há cerca de 6 anos e que tem por objectivo celebrar o nascimento de cada bebé, nascido na cidade, com a plantação de uma árvore. A carta, faz referência a 70 árvores, falta é saber quantos bebés, destes 70 mencionados, irão estar presentes.

 

O evento é no próximo dia 26 de Novembro às 11h:30min, e nós já decidimos que vamos estar presentes!

 

O Gui terá assim a sua primeira árvore plantada! Uma iniciativa maravilhosa, não acham?